Escalação do Flamengo na noite de hoje: Veja quem deve jogar

O Flamengo entra em campo hoje diante do Racing, em confronto decisivo válido pela Libertadores da América. O Rubro-negro vem de um empate no duelo de ida, onde acabou empatando em 1 a 1 e conquistou a vantagem de se classificar caso não tome gols na noite de hoje. Porém, como o sistema defensivo Rubro-negro é um dos piores do Brasil na temporada, os torcedores não estão contando muito com essa vantagem. Devido a isso, a escalação do Flamengo na noite de hoje é uma das preocupações.

A semana não foi fácil para o departamento médico do Flamengo. Ao longo dos últimos dias, aumentou ainda mais as críticas sobre o trabalho que vem sendo desenvolvidos pelos responsáveis pela saúde dos jogadores. Informações incompletas sobre a situação de Gabigol, Rodrigo Caio e Pedro acabaram irritando os torcedores do Rubro-negro. A escalação do Flamengo na noite de hoje pode ser decisiva.

Rodrigo Caio se machucou na Seleção Brasileira, situação que o impede de entrar em campo desde do dia 22 de setembro. Desde então ele sofreu vários problemas físicos, porém, ele pode ser novidade na noite desta terça-feira em jogaço pela Libertadores. Devido ao momento da defesa, a presença de Rodrigo Caio pode ser crucial numa classificação.

Os problemas no sistema defensivo do Flamengo não pararam por ai. Diego Ribas, Isla, Gabigol e Pedro também sofrem problemas físicos e foram dúvida ao longo da semana. Na noite de hoje, tudo indica que Pedro e Isla estejam a disposição. Porém, a presença de Gasbigol na escalação do Flamengo ainda é dúvida.

Com isso tudo, o Flamengo tem que entrar em campo de olho aberto para não tomar gol. Caso não tome gols estará na próxima fase. Com tudo isso, a provável escalação do Flamengo é essa: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro (Gabigol). Técnico: Rogério Ceni.

Sobre Gabigol, torcedores detonaram o departamento médico do clube. Porém, Tannure, médico do Flamengo, justificou: ”A gente já vinha estudando as mudanças, não fizemos isso antes porque ia ter a mudança da comissão técnica e a gente esperou. Tinha um descontentamento meu com o trabalho que vinha sendo aplicado. Toda mudança tem o impacto negativo. Prefiro um fim com dor do que dor sem fim”, declarou o médico.

Fábio Lucas Carvalho: Redator esportivo que já trabalhou em diversos outros portais. Hoje, estamos focados no Fla Hoje em busca de um grande projeto de notícias verdadeiras
Notícias recentes