sexta-feira, setembro 18, 2020
Início Notícias "Estou vivendo um sonho", diz Felício sobre jogar nos Bulls.

“Estou vivendo um sonho”, diz Felício sobre jogar nos Bulls.

FOLHA
DE SÃO PAULO – O ala/pivô Cristiano Felício tem apenas 23 anos, mas já carrega
uma grande responsabilidade: vai jogar pelo Chicago Bulls, ex-time de Michael
Jordan.

Revelado
pelo Minas Tênis e bicampeão do NBB (em 2014 e 2015) pelo Flamengo, Felício foi
confirmado nesta segunda-feira (26) como um dos 15 jogadores na lista do elenco
da franquia para a temporada –ele tinha, até então, um contrato não garantido
de dois anos.
O time
de Chicago estreia na temporada 2015/16 da NBA nesta terça-feira (27), contra o
Cleveland Cavaliers, em casa, às 22h (de Brasília).
“Quando
me avisaram que eu iria assinar o contrato [em julho], a notícia veio no dia do
meu aniversário. Não poderia ganhar um presente melhor. Estou vivendo um sonho,
que virou realidade e que quero que dure por muitos anos”, disse Felício à
Folha.
“[Agora
confirmado no elenco] estou ainda mais feliz do que quando recebi a notícia de
que assinaria o contrato. Esse é um dia especial na minha vida”, afirmou.
O
ala/pivô é o primeiro brasileiro a vestir a camisa dos Bulls, time que possui a
maior torcida no Brasil, segundo o escritório da liga no país.
A
franquia tem seis títulos da NBA (1991, 1992, 1993, 1996, 1997, 1998) e, além
de Jordan, já foi a casa de outros grandes jogadores, como Scottie Pippen.
“É
uma honra e um orgulho enorme. Sei o tamanho do Chicago, conheço a história da
franquia e estou sentindo o que representa vestir essa camisa. É algo difícil
de explicar… O dia em que vesti a camisa dos Bulls para o dia de mídia
[apresentação da equipe] foi inesquecível. Ali eu me senti mesmo um jogador da
franquia”, afirmou.
Contudo,
Felício deve ter poucas chances no time que é comandado agora pelo técnico Fred
Hoiberg e que tem pretensões de chegar, pelo menos, até as finais da
Conferência Leste.
Isso
porque os Bulls já contam com um garrafão forte e experiente. Eles têm, por
exemplo, o espanhol Pau Gasol, 35, o americano (com cidadanias francesa e
sueca) Joakim Noah, 30, e o montenegrino Nikola Mirotic, 24.
Apesar
disso, Felício está ciente de que esta sua primeira temporada servirá mais como
um aprendizado.
“Ter
chegado a um time experiente e com tantos jogadores talentosos, especialmente
na minha posição, foi fundamental. Estou trabalhando tudo, força,
posicionamento, arremesso, tática, tudo para me tornar um jogador mais completo
e mais útil ao time”, disse.
“Tenho
muito a melhorar, a crescer, e estão me dando todo o suporte e condições para
isso. Estou chegando agora na NBA, quero buscar o meu espaço e construir uma
carreira aqui, então hoje o meu foco é apenas
trabalhar
e aprender, aproveitar os espaços que eu tiver da melhor forma”, afirmou o
jogador, fã do ala/pivô Kevin Garnett.
Felício
é um dos nove brasileiros (recorde) que estarão nesta temporada da liga de
basquete dos Estados Unidos. Estão garantidos, também, Anderson Varejão
(Cleveland Cavaliers), Bruno Caboclo, Lucas “Bebê” Nogueira (Toronto
Raptors), Leandrinho (Golden State Warriors), Marcelinho Huertas (Los Angeles
Lakers), Nenê (Washington Wizards), Raulzinho (Utah Jazz) e Tiago Splitter
(Atlanta Hawks).

MAIS LIDOS

Zinho avalia que o Flamengo errou ao contratar Torrent

Torrent vive o seu pior momento desde que chegou no Flamengo. Após acumular quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, o Rubro-negro foi derrotado pelo...

Marcos Braz ameaça pedir demissão; entenda o motivo

Nem o flamenguista mais pessimista poderia imaginar que o resultado do jogo seria 5 a 0. O Rubro-negro foi simplesmente atropelado, sendo esse um...

Mauro Cezar detona a atuação vergonhosa do Flamengo

O Flamengo foi simplesmente atropelado pelo Independiente del Valle, em jogo da Libertadores da América. Perdendo por 5 a 0, os torcedores se revoltaram e já cobram...

Torrent explica goleada do Flamengo, mas avisa: ”São três pontos”

O Flamengo mediu forças diante do Independiente de Valle, na noite desta quinta-feira, em jogo da terceira rodada da Libertadores da América. O gigante carioca tentou explicar...