• Início
  • Notícias
  • Ex-VP detalha evolução na comunicação do Flamengo: “Chegamos a ficar à frente do Barcelona”
Publicidade

Ex-VP detalha evolução na comunicação do Flamengo: “Chegamos a ficar à frente do Barcelona”

Publicidade

Antonio Tabet deixou o Flamengo em setembro de 2018, quando atuava na vice-presidência de relações externas. Entretanto, o ex-dirigente ficou mais conhecido pelo grande destaque obtido à frente da comunicação do clube. Em entrevista concedida ao canal “Ser Flamengo“, no Youtube, Tabet detalhou como se deu o processo de crescimento da pasta, que antes de 2015 apresentava resultados pouco atrativos.

– Houve um trabalho de política interna e externa e também de readequação de pessoas, mas principalmente no sentido de produzir conteúdo. A primeira coisa que eu fiz foi romper o contrato com a produtora que na época fazia a “TV Fla”, que eu achava o conteúdo abaixo da crítica, e trouxe para o Flamengo os dois principais produtores de conteúdo dessa linha. O primeiro foi o Arnaldo (Hase), que era o responsável pela produção dos canais do Santos e do Palmeiras e, na época, eram os canais mais bem sucedidos do Brasil. O segundo cara que eu chamei foi o (Ricardo) Taves. Ele tocava as redes sociais do Corinthians, que liderava tudo -, contou o ex-VP.

Tabet também colocou o trabalho de evolução na comunicação do Fla como o maior já visto em um clube brasileiro, citando até mesmo o índice de crescimento obtido ao longo do processo, que chegou a estar acima dos resultados alcançados pelo Barcelona e outros gigantes europeus.

– Eu peguei os dois líderes no mercado brasileiro e vieram os dois. Não ligo para o time que torcem, não fazia a menor diferença. A partir do momento em que estavam usando a camisa do Flamengo, teriam que fazer o melhor pelo clube e foi isso que importou. Fizemos um trabalho de excelência e sem precedentes em qualquer clube do Brasil. O Flamengo teve momentos em que o índice de crescimento nas redes sociais estava maior que o do Barcelona, estávamos à frente deles. Antes, a pasta de comunicação não trazia nada para o clube. A gente estava na frente do Bayern de Munique, do Paris Saint-Germain, do Liverpool e de todos os clubes da China -, revelou.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Por: Coluna do Fla
Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod