Fábio Luciano evita Flamengo x Corinthians: “Vou ao cinema.”

Por: Fla hoje

Globo
Esporte – O ex-zagueiro Fábio Luciano já escolheu o local onde estará quando
Flamengo e Corinthians se enfrentarem neste domingo, às 16h, pela 13ª rodada do
Campeonato Brasileiro. Não é no estádio, muito menos no sofá da sala em frente
à televisão, mas sim no cinema, com seus filhos Gian Lucca, 10 anos, e Isabela,
seis. O ex-jogador não consegue assistir ao duelo entre os dois clubes pelos
quais torce e onde conquistou títulos ao longo da carreira.
Aposentado
desde 2009, Fábio Luciano não esconde que tem três amores no futebol: Ponte
Preta, que o revelou; Corinthians, onde se consolidou; e o Flamengo, onde se
impôs como capitão e encerrou a carreira, aplaudido de pé em um Maracanã
lotado. Um xerife e ídolo de corintianos e rubro-negros.

Quando eles jogam, para mim é o típico dia que vou ao cinema com meus filhos no
horário. Procuro nem assistir, até porque não quero influenciar meus filhos.
Sou apaixonado por esses clubes, tenho uma adoração também pelo Fenerbahçe e
pela Ponte Preta. Também torço para esses times. Mas quando se enfrentam, saio
de casa. Depois vou lá ver os melhores momentos, e que vença o melhor. Mas vou
saber do resultado de jogo só depois que acaba – disse o ex-jogador.
Títulos pelo Corinthians
2000 –
Mundial de Clubes
2001 –
Campeonato Paulista
2002 –
Copa do Brasil
2002 –
Torneio Rio-São Paulo
2003 –
Campeonato Paulista
Flamengo
e Corinthians representam dois momentos distintos da carreira de Fábio Luciano.
Ele chegou ao Timão em 2000 como aposta, quando tinha 24 anos. Logo de cara
assumiu a titularidade e não decepcionou. Seu primeiro torneio foi logo o mais
inesquecível de sua passagem pelo Timão: o Mundial de Clubes.
– O
que me marcou muito no Corinthians foi o Mundial de 2000. Eu tinha acabado de
chegar no clube, eram duas semanas apenas de Corinthians. No primeiro jogo,
marquei gol, aí veio a final contra o Vasco. A imagem mais marcante que tenho é
a decisão contra o Vasco no Maracanã. Tive muitas conquistas importantes, que
dou o mesmo valor. Mas o momento mágico foi esse – relembrou o jogador durante
um evento em Atibaia, interior de São Paulo.
Fábio
Luciano Seguiu no Alvinegro até 2003, quando se despediu como capitão ao ser
negociado com o Fenerbahçe, da Turquia. Foi o início de uma carreira
promissora, que se encerrou justo na melhor lembrança que lhe vem à cabeça
quando fala do Flamengo. Em 2009, optou por se aposentar quando considerava
estar em seu auge. Como capitão, ergueu a taça de Campeão Carioca do Flamengo,
após derrotar o Botafogo nos pênaltis. Com um Maracanã lotado pedindo sua
permanência, Fábio Luciano decidiu parar. O zagueirão atuou pelo rubro-negro
entre 2007 e abril de 2009.
Títulos pelo Flamengo
2008 –
Taça Guanabara
2008 –
Campeonato Carioca
2009 –
Taça Rio
2009:
Campeonato Carioca

Cheguei a ser capitão no Corinthians, no Inter também, mas a maior
identificação que tive como capitão foi pelo Flamengo. Esse respeito que o
torcedor e os jogadores tinham por mim devido a essa liderança marcou muito. E
o maior momento foi a despedida. Todo jogador, de qualquer nível, sonha
terminar a carreira dessa forma: jogando bem, sendo campeão, com o Maracanã
lotado pedindo para você ficar. Para mim foi uma decisão muito fácil. Quando
acabou o jogo, alguns amigos disseram que seria impossível eu parar. Tinham
certeza de que eu ia continuar. Mas eu tinha certeza de que ia parar, porque
sempre sonhei isso para minha vida – disse Fábio Luciano.
Análise dos clubes
Após
inícios conturbados no Brasileirão, Corinthians e Flamengo encontraram o ritmo.
Segundo Fábio Luciano, já era de se esperar o Timão na luta pelo topo. O
Rubro-Negro chegou a figurar no Z-4, mas após as contratações de Guerrero e
Sheik deseja algo mais do que apenas ser um figurante.

Sabemos desde o início da competição que o Corinthians vai brigar em cima.
Mesmo quando tem dificuldades, sabemos que vai brigar para ser campeão. O
Flamengo sempre começa brigando lá embaixo e depois consegue se recuperar. O
Corinthians briga pelo título, e o Flamengo conta com a chegada do Guerrero e
do Sheik, que são jogadores acostumados a títulos. Com eles, a briga do
Flamengo é para subir na tabela. Quem sabe mais para a frente não começa a
brigar por Libertadores? Quem sabe até pelo título? Sei que a chegada do
Guerrero e do Emerson vai ajudar esse time – garantiu Fábio Luciano.
Pai de família
Fábio
Luciano chegou a atuar como empresário assim que encerrou a carreira. Mas optou
por não dar sequência por não se identificar com a função. Aos 40 anos, ele
toca projetos pessoais e mora em São Paulo. Sua prioridade é cuidar dos dois
filhos.
– Levo
a vida que eu esperava. Tentei ser empresário, mas vi que não era minha praia.
Agora estou fazendo o que mais gosto. Passo um bom tempo com meus filhos.
Consigo dedicar mais tempo a eles. O que imaginei fazer depois que parasse de
jogar estou conseguindo fazer de uma forma bem bacana – afirmou.

MAIS LIDOS

Flamengo descarta a chegada de zagueiro da Seleção

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Com tantos investimentos nos últimos anos, o Rubro-negro continua sendo alvos constantes de especulações....

Escalação do Flamengo hoje contra o Nova Iguaçu

O Flamengo entra em campo na noite desta terça-feira, em jogo válido pela primeira partida do Campeonato Carioca. Com o titulo do Rubro-negro no...

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...