Finalmente o Flamengo evoluiu em campo.

Time do Flamengo entrando em campo contra o Santos na Ilha do Urubu – Foto: Gilvan de Souza

ESPN
FC:
Por João Luis Jr., do Isso Aqui é Flamengo

Poucos
estádios hoje têm um custo tão alto pra se visitar quando a Ilha do Urubu.
Primeiro o custo financeiro óbvio: os ingressos são poucos e caros, com valores
salgados até mesmo para quem é sócio-torcedor. Depois o custo prático: a
localização na Ilha do Governador faz com que a maior parte da torcida precise
se deslocar longas distâncias até chegar lá. E por fim, o custo emocional:
depois de gastar uma significativa parcela do seu salário e ficar no transporte
durante algumas horas, o torcedor ainda é obrigado chegar no estádio e ver
alguém anunciando Márcio Araújo titular.
Mas,
mesmo assim, na noite dessa quarta-feira todo esse investimento valeu a pena,
porque, sim, finalmente aconteceu: o Flamengo voltou a não apenas vencer, mas
também a atuar de maneira convincente. Contra um Santos que, apesar de não ser
atualmente uma das grandes equipes a serem batidas no futebol brasileiro, está
longe de ser um time fraco, o Flamengo dominou a partida e atuou de forma quase
sempre segura, soube criar oportunidades e apenas não saiu com uma vitória
ainda mais tranquila porque o goleiro do Santos, Vanderlei, esteve numa noite
impressionante, que poderia servir de inspiração para outros goleiros pelo
Brasil. Sim, Muralha, isso foi uma indireta. Lide com ela como quiser.
E mais
do que uma vitória importante que coloca o Flamengo numa posição bem
interessante para o jogo de volta dessa fase da Copa do Brasil, essa partida
representou a reabilitação de dois gringos que vinham tendo chances mas ainda
assim continuavam questionados: Berrío e Cuellar.
Berrío,
que já vinha sendo comparado por uma parte da torcida com Marcelo Cirino, uma
das piores ofensas não apenas que um atleta, mas talvez até mesmo que um ser
humano pode receber, fez aquela que talvez tenha sido sua melhor partida pelo
Flamengo. Movimentação incessante, várias finalizações, participação ativa
durante o jogo, Berrío chegou a quase fazer um golaço de bicicleta, impedido
apenas pela presença constante do goleiro santista. Segue em alguns momentos se
confundindo com a própria velocidade e aparentando mesmo aos 26 anos ainda não
ter se acostumado com a fato de que possui duas pernas? Realmente. Mas mesmo
assim mostrou que é cedo demais para descartar o atacante colombiano e talvez
ele precise apenas de um período mais longo de adaptação para brilhar.
Já o
eternamente preterido Cuellar, uma das mais extremas vítimas da maldição de
Márcio Araújo, já que chegou até mesmo a ser titular da seleção de seu país
enquanto no clube era reserva para Marcinho, mostrou mais uma vez que ainda que
não tenha a técnica de William Arão ou a velocidade de MA, tem muito mais
vontade e capacidade de lembrar que está dentro de um campo de futebol do que
os dois volantes preferidos de Zé Ricardo. Ainda que errando alguns combates,
ainda que não sendo exatamente um mago da saída de bola, Cuéllar não apenas se
doou o jogo todo como foi coroado com um belo gol no fim da partida, o que deve
garantir sua presença no time titular por mais algumas rodadas. Ou o seu
retorno para o banco. Com Zé Ricardo é complicado saber.
Todos
os problemas do Flamengo foram resolvidos e já podemos voltar a discutir se é
ou não “Flarcelona”? Não chega a tanto, claro. O time em vários momentos abusa
dos chutões e dos cruzamentos, Márcio Araújo segue titular mesmo atuando cada
vez mais confuso e desatento, Rafael Vaz segue sendo colocado em campo e
existindo de um modo geral, então muitas coisas ainda precisam ser trabalhadas.
Mas, possivelmente pela primeira vez desde a Libertadores, o Flamengo faz uma
partida segura, convincente, e que pode sinalizar a tão necessária evolução que
a equipe de Zé Ricardo vinha buscando.

Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

SBT divulga chamada para jogo do Flamengo na Liberta; Assista

O Flamengo terá pela frente um grande jogo de futebol marcado para essa terça-feira, com transmissão do SBT. Um dia após completar um ano...

Com medo do Fla, Globo toma medida desesperada para concorrer com o SBT

A Globo traçou sua estratégia para competir com o jogo do Flamengo diante do Racing pela Libertadores. A partida será transmitida pelo SBT e...

Problema recorrente: Flamengo lidera estatísticas de chances perdidas

Na partida do último sábado diante do Coritiba, uma das maiores reclamações da torcida do Flamengo se deu ao número de chances reais de...

Com bom retrospecto contra argentinos, Flamengo chega confiante na Libertadores

O Flamengo começa sua caminhada na fase de mata mata da Libertadores amanhã, diante do Racing da Argentina. Se o futebol apresentado pela equipe...