terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Financeiramente, Flamengo de Diego não sentirá falta do Maracanã.

Financeiramente, Flamengo de Diego não sentirá falta do Maracanã.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

LANCE:
Diego chegou ao Flamengo, mas sua estreia deve ser distante do Maracanã. O
estádio só estará à disposição do rubro-negro daqui a cerca de três meses,
quando acabam os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

De
acordo com João Henrique Areias, especialista em Marketing e membro da Academia
LANCE!, o retorno financeiro que os altos públicos no Maracanã trariam ao clube
só se tornarão um impacto se o clube quiser.
– Acho
que tudo depende do fato do desempenho dele e do local que o Flamengo escolherá
para jogar. Se for jogar em grandes estádios do Brasil, esse efeito não será
sentido, mas aí entra o problema do desgaste físico e desse nosso calendário
sacrificante. Agora, se for jogar em estádio mais modestos como o Kléber de
Andrade, a arrecadação será cerca de 50 por cento menor do que seria no
Maracanã. E acho arriscado, caso decida jogar em Cariacica, aumentar o preço
dos ingressos para que o impacto financeiro não seja sentido. “
Por
fim, Areias sugeriu que o Flamengo fizesse um carnê de venda de ingressos
antecipados.
– O
Flamengo deveria, muito antes do campeonato começar, definir uma casa para
jogar os 19 jogos. Depois disso, vender um carnê promocional dos 19 jogos.
Certamente traria muito mais retorno financeiro do que ficar agindo desta
forma.
Já o
colunista do LANCE!, João Carlos Assumpção acha que as perdas existirão de
qualquer forma.

Mesmo tendo em mãos o Diego, que chegou como grande contratação para o
Brasileiro, o Flamengo perde demais em termos de marketing e torcida sem ter o
Maracanã. A falta do estádio, por conta da Olimpíada e de uma série de
confusões, impacta em especial os sócio-torcedores, que já tinham se afastado
um pouco pelos maus resultados no Carioca, na Copa do Brasil e na Primeira
Liga.
Assumpção
ainda aponta que o clube teria maior chance de contar com a grande adesão da
torcida ao Maracanã.
– Com
Diego e Guerrero, o Flmaengo poderia lotar o Maracanã poderia chegar aos
sonhados 80 mil no seu programa sócio-torcedor. Mas tendo que jogar em Volta
Redonda, no Distrito Federal, no Norte ou no Nordeste prejudica o programa e
perde uma grande chance de lotar o estádio na sua cidade-natal. Ser time
itinerante traz consequências em todos os sentidos, infelizmente.

MAIS LIDOS

Flamengo consegue novo patrocinador; ganho será milionáro

O Flamengo continua sendo o clube mais procurado no futebol brasileiro em questão de patrocínios. O Rubro-negro já recebe uma bolada do banco BRB, enquanto...

Grupo City fica perto de contratar Lincoln

O Fla hoje possui uma das bases mais promissoras do futebol sul-americano. Ao longo dos últimos anos, vários atletas de muita qualidade técnica foram negociados...

Agente se revolta e não descarta a saída de Lincoln

O Flamengo mediu forças diante do Palmeiras, na tarde deste domingo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time Rubro-negro foi a campo com...

Segundo Fábio Sormani, Flamengo usou de “laranja” para se beneficiar

Na tarde desta segunda-feira, o grande e responsável jornalista Fábio Sormani soltou mais uma daqueles declarações complicadas de se ingerir numa rede de televisão....