sexta-feira, setembro 18, 2020
Início Notícias Fla-Flu de Mané.

Fla-Flu de Mané.

Foto: Divulgação

REPÚBLICA PAZ E AMOR: Não assistir aos jogos do Mengão é,
seguramente, umas das situações de maior tensão a qual um rubro-negro pode se
sujeitar voluntariamente. E nada mais reconfortante do que constatar ao fim dos
90 minutos do jogo não assistido que o Flamengo já é um homenzinho, capaz de
ganhar clássicos (ainda que interdivisionais) sem contar com a nossa atenta
supervisão.

E ainda mais importantes que os 3 pontos pela vitória são
as fortes suspeitas de que o Flamengo evoluiu. Já combinamos de antemão que
este campeonato não vale nada. Porque o real objetivo do carioqueta, com seu
regulamento liliputiano e seus pênaltis psicodélicos, se trata muito mais de
convencer do que de vencer. Nesse sentido o Flamengo parece estar avançando na
direção certa.
Não vi o jogo. Um fenômeno raro, pois há anos venho
negligenciando prazos, horários e os mais variados compromissos sociais e
profissionais por causa do Mengão. Mas nesse domingo simplesmente não deu pra
ficar vendo o Fla-Flu. Então terei que ser breve, pois muito não tenho a dizer.
Enquanto me abrigava da pasteurização do samba no Doce
Refúgio da Rua Uranos, mantive um ouvido ligado no que acontecia no Mané
Garrincha. Gol de Arão, gol de Guerrero, cenas lamentáveis, as moças
descontroladas, as noticias chegavam como bouquet de flores e eram ruidosamente
comemoradas pela massa rubro-negra na roda de samba do Cacique de Ramos.
Quando assistimos um jogo ao vivo, o discurso é o
dramático. Quando assistimos ao VT já sabendo do resultado do jogo o discurso é
do gênero épico. E quando gravamos um jogo e o assistimos tempos depois o
discurso passa a ser lírico. Não chego a dizer que o Fla-Flu de ontem seja
daqueles que devemos gravar para os pósteros, mas não é difícil encontrar
poesia nas ações de nossa formidável rapaziada.
Quando Arão manda o sapato e coloca 1 x 0 no placar, quando
Guerrero supera a débil marcação do zagueiro que o Flamengo não quis e mete o
nosso segundo gol de cabeça, quando César Martins tem a melhor atuação de sua
carreira, quando Cuellar deixa aflorar o guerreiro guarani e aplica violenta
reprimenda física aos que os fustigavam, tudo isso é poesia. O Fla-Flu
manifesta sua beleza das mais variadas formas. E ninguém precisa ser poeta para
admirar a hora em que a porrada estanca no Fla-Flu e o velho debate entre o
transubstanciação e consubstanciação, que divide rubro-negros e tricolores
desde tempos imemoriais, entra em cena. Somos todos da paz, mas quando
defendemos nossos dogmas queremos ver sangue.
Isso é o Fla-Flu, senhoras e senhores, o clássico mais yin
yang do planeta. O Flamengo está de parabéns, detonou com o flower-power. Desta
vez o bem venceu o mal, mas aqui ninguém vai ficar de bobeira. Estamos sabendo
que a batalha continua por ser eterna. Parabéns à Magnética brasiliense, que
comprovou que é tão rubro-negra quanto qualquer um de nós e sepultou aquele
surto de imbecilidade xenofóbica que assolou as mentes mais fracas após o jogo
com o Coxa pelo Brasileiro passado. Somos todos iguais, fechados com o certo e
muito bem vestidos. O show tem que continuar. Que Deus possa perdoar essas
pessoas que não assistiram ao Fla-Flu.
Mengão Sempre
Arthur Muhlenberg

MAIS LIDOS

Marcos Braz é detonado na internet após goleada

O Flamengo foi goleado na noite desta quinta-feira, em jogo da Libertadores da América. O Rubro-negro teve um desempenho vergonhoso, algo que os torcedores...

Flamengo é goleado em jogo vergonhoso; torcida detonou na internet

Na noite desta quinta-feira, o Flamengo é goleado na Libertadores da América. Em um jogo horrível, o time treinado por Dome Torrent foi simplesmente...

Primeiro tempo do Flamengo foi ruim, torcedores criticam Léo Pereira

O Flamengo joga na noite desta quinta-feira contra o Del Valle, em jogo válido pela Libertadores da América. Desde da venda de Pablo Mari...

Jorge Jesus ironiza provocações de torcedores do Fla após eliminação do Benfica

Ex-treinador do Flamengo, Jorge Jesus vive pressão sob o comando do Benfica após a tramática e precoce eliminação da equipe portuguesa na Liga dos...