Flamengo adota protocolo para concussão cerebral usado na NBA e na NFL

O Flamengo implementou nesta sexta-feira (17) um protocolo internacional para casos de concussão cerebral. O sistema já é usado nos Estados Unidos pela NBA e pela NFL e torna o Rubro-Negro o pioneiro no país na utilização do programa. A iniciativa da equipe carioca acontece após o caso de zagueiro Rodrigo Caio, que sofreu uma concussão cerebral ao se chocar com Dedé, do Cruzeiro, durante partida válida pela primeira rodada do Brasileirão.

O protocolo é responsável por monitorar o cérebro e formar um banco de dados dos jogadores rubro-negros. Os atletas  de todos os esportes do clube, desde a base ao profissional, estarão incluídos no processo. O Fla já possuía uma metologia para “analisar” o coração do atletas e agora passará a “estudar” também o cérebro, observando dados arquivados e exames pós-trauma.

FOTO: PILAR OLIVARES / REUTERS

A ideia partiu através da parceria entre o CUIDAR (Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento de Atleta de Rendimento), e a Ubrain, que é focada na melhoria da performance cerebral. Nesta sexta, o clube realizou, na Gávea, diversas atividades com atletas de diferentes modalidades, como temas teóricos relacionados à concussão cerebral e treinamento para médicos e fisioterapeutas.

Por: Coluna do Fla

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.