Flamengo defende liderança do grupo contra Universidad Católica.

Foto: Divulgação

ESPN: Líder
do Grupo 4 da Copa Libertadores, o Flamengo defende essa condição nesta
quarta-feira, às 21h45(de Brasília), enfrentando a Universidad Católica no
Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, pela segunda rodada. O
Rubro-Negro, que estreou goleando o San Lorenzo, da Argentina, por 4 a 0, soma
três pontos, dois a mais que os chilenos, que estrearam empatando por 2 a 2 com
o Atlético-PR no Paraná. Ainda nesta quarta os paranaenses visitam o San
Lorenzo em território argentino.

O
técnico do Flamengo, Zé Ricardo, elogiou o adversário desta quarta-feira. 

“A Universidad Católica fez um bom jogo contra o Atlético Paranaense no
Brasil e buscou o empate quando todos davam a partida como perdida. Por isso já
merece o nosso respeito, mas também facilmente percebemos qualidades em seu
elenco. Portanto, temos que ter muito cuidado, pois as dificuldades serão
grandes”, disse o treinador.

Apesar
do respeito ao rival, a ordem é jogar de maneira ofensiva. 

“O Flamengo
precisa buscar a vitória jogando em qualquer lugar do mundo e agora não vai ser
diferente. Já joguei algumas vezes em Santiago e sei que não é nada fácil,
porém, o Flamengo tem um estilo de jogo que é o de buscar sempre a vitória e
vamos mantê-lo mesmo como visitantes”, disse o lateral-direito Pará.

Para
este compromisso o Flamengo não vai contar com o meia argentino Federico
Mancuello, que foi substituído durante a goleada sobre o San Lorenzo por conta
de um choque na cabeça, que chegou a deixá-lo desacordado por alguns segundos.
Mesmo com todos os exames não apontando lesão na cabeça, o jogador será
preservado como manda a determinação da Fifa para casos como esse. Assim,
Gabriel disputa o posto com o colombiano Orlando Berrío, que se tornou o xodó
da torcida.
Se o
Flamengo vem muito bem na temporada, invicto, a Universidad Católica só começou
a dar sinais de recuperação agora, após um mau começo de 2017. O time, que
buscou o empate contra o Atlético-PR após estar perdendo por 2 a 0, goleou no
sábado passado o Antofagasta, por 4 a 1, e aparece na 11ª posição do Campeonato
Chileno. O técnico Mario Salas cobra um jogo perfeito diante do Flamengo.
“O
Flamengo tem um grande time e se quisermos vencer vamos ter que fazer uma
partida tecnicamente perfeita, nos impondo durante os noventa minutos e sem
permitir que eles apliquem seu estilo de jogo. Esperamos contar com o apoio de
nossa torcida, pois a ideia é tentar pressionar o adversário em seu campo desde
os primeiros minutos. Confio na evolução que meu time vem apresentando na
temporada”, analisou Salas, que mostrou conhecer bem a equipe adversária,
destacando o meia Diego como principal jogador a ser neutralizado.
O
treinador da Universidad Católica manteve a base que atuou contra o Atlético-PR,
porém, não poderá contar com o zagueiro Guillermo Maripán, expulso em Curitiba.
Benjamín Kuscevic será o substituto.

Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

Ribamar faz jogo horroroso e flamenguistas brincam: ”Pior que Vitinho”

A quinta-feira foi de futebol. No Rio de Janeiro, o Vasco da Gama mediu forças diante do Defensa y Justicia, em duelo válido pela...

Marí retorna de lesão e faz gol pelo Arsenal

Pablo Marí ficou alguns dias lesionado pelo Arsenal. O zagueiro que rendeu aos cofres rubro-negros cerca de 95 milhões de reais, logo que chegou...

Flamengo pede e CBF libera Natan para partidas do Brasileirão

O Flamengo solicitou nos últimos dias a CBF a liberação do seu zagueiro da base de maior potencial. O jovem Natan se destacou com...

Adeus: Fla vende jogador por R$ 20 milhões

O Flamengo está vivendo um dos momentos mais complicados do mandado de Rodolfo Landim. O Rubro-negro foi eliminado da Liberadores da América e deixou...