segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Flamengo deixará lucro de lado para focar no Futebol.

Flamengo deixará lucro de lado para focar no Futebol.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

EXTRA
GLOBO
: A eliminação do Flamengo na Primeira Liga, o tropeço na estreia da Copa
do Brasil diante do Confiança-SE e a queda de produção no Estadual,
exemplificada pelo empate sem gols com o Fluminense, fizeram o clube rever o
planejamento na ausência do Maracanã. Na verdade, o técnico Muricy Ramalho e o
diretor Rodrigo Caetano, com respaldo dos dados do Centro de Excelência em
Performance, passaram por cima de qualquer opção política ou comercial da
diretoria e ficaram ao lado dos jogadores, exaustos pelo excesso de viagens.

O
resultado foi a implementação de um rodízio que terá continuidade
independentemente do jogo seguinte e do apelo publicitário que a diretoria
esperar da partida. E haverá prioridade em mandar jogos em Volta Redonda, com
deslocamento para Brasília em alternativas de maior apelo, nas finais do
Estadual e no Brasileiro, por exemplo.
A
discussão interna não é de hoje e colocou em lados opostos o futebol e os
departamentos técnicos da Gávea. Caetano e o diretor de marketing Bruno
Spindel, responsável por cumprir o orçamento com receita maior de bilheteria,
têm relação complicada para atingir, cada um, seu principal objetivo. Com o
respaldo do diretor-geral Fred Luz e do diretor financeiro Paulo Dutra, Spindel
ganhou força, mas foi freado por Caetano com apoio total do técnico Muricy
Ramalho e dos jogadores.
O
treinador, simplesmente, bloqueou qualquer interferência da diretoria, que se
resignou em não atingir os melhores números financeiros. Só em não chegar à
final da Liga, por exemplo, o prejuízo estimado é de quase R$ 1 milhão.
— Tem
que fazer o que é o correto. Não adianta por time que não aguenta. Tem que
respeitar o atleta, estamos sem treinar, só jogando. Sábado vou parar alguns,
também. Não é achismo, tem que estar pronto para jogar. Fomos alertados que
teremos contusões e estamos evitando. Vai ter rodízio, não importa o jogo que é
— falou Muricy, que deu folga na quinta-feira a seis jogadores – Juan, Wallace,
Willian Arão, Jorge, Rodinei e Paulo Victor.
Na
prática, funcionará assim: neste sábado, contra o Volta Redonda, na Cidade do
Aço, joga quem estiver em condições físicas ideais. No jogo seguinte, contra o
Vasco, a mesma coisa. A ideia inicial não é poupar ou priorizar uma competição
em detrimento da outra. No caso, agora, sobrou apenas Estadual e Copa do
Brasil, em que a tendência também é jogar no Raulino de Oliveira, em abril,
contra o Confiança-SE.
Rodrigo
Caetano não quis comentar sobre a queda de braço do futebol com outros setores.
Depois da eliminação na Liga, porém, deixou claro as dificuldades que enfrenta.

Aqueles que não militam no futebol julgam isso como desculpa, mas é relevante.
Não é só o desgaste da viagem, impede que o técnico treine o time, corrija. Mas
não vai ser o discurso o ano todo. Vamos minimizar com peças que possam dar
conta do recado e superar através de prevenção e recuperação para superar a
dificuldade que é inerente ao nosso trabalho hoje — avaliou.
Procurado,
o Flamengo informou através de sua assessoria que nas decisões relacionadas ao
planejamento da temporada do futebol sempre serão levados em consideração
aspectos técnicos, comerciais, de marketing e logísticos, buscando resultados
fora e, principalmente, dentro de campo.

MAIS LIDOS

Agente se revolta e não descarta a saída de Lincoln

O Flamengo mediu forças diante do Palmeiras, na tarde deste domingo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time Rubro-negro foi a campo com...

Segundo Fábio Sormani, Flamengo usou de “laranja” para se beneficiar

Na tarde desta segunda-feira, o grande e responsável jornalista Fábio Sormani soltou mais uma daqueles declarações complicadas de se ingerir numa rede de televisão....

Presidente do Sport admite interesse em contratar atacante do Flamengo

O Flamengo possui uma das bases mais qualificados do futebol sul-americano. O Rubro-negro se acostumou a fazer grandes negócios com o mercado da Europa,...

O Brasil é de fato, a terra da hipocrisia

Toda a polemica envolvendo a partida do Flamengo domingo, diante do Palmeiras, mostra além da forma como cada dirigente só pensa em seu umbigo,...