Flamengo e Corinthians têm os técnicos mais baratos dos grandes.

Zé Ricardo, técnico do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

JORGE
NICOLA
: Gastar salário com técnico não tem sido sinônimo de sucesso, pelo menos
no Campeonato Brasileiro deste ano. Tanto que o Corinthians, líder da
competição após oito rodadas, tem o treinador mais barato do país entre os
grandes: Fábio Carille recebe R$ 100 mil por mês (confira o ranking completo no
fim da matéria). Auxiliar-técnico alvinegro por oito anos, ele foi efetivado em
janeiro e viu seu salário saltar de R$ 30 mil para R$ 100 mil mensais.

Alvo
de muitas cornetadas da torcida, Zé Ricardo tem o mesmo salário de Carille.
Detalhe: ele ganhava R$ 10 mil até virar interino, em maio do ano passado, com
a saída de Muricy Ramalho por problemas de saúde – Muricy levava R$ 700 mil. A
partir da metade de 2016, Zé teve um reajuste e foi a R$ 60 mil. Em dezembro,
depois de levar o Fla à Libertadores, novo aumento e um salário de R$ 100 mil.
Entre
os treinadores mais bem pagos, somente Renato Gaúcho ocupa lugar de destaque no
Brasileirão. O comandante do Grêmio, que chegou a ser líder enquanto vencia o Cruzeiro,
na noite desta segunda-feira, recebe R$ 450 mil mensais. Até o ano passado, ele
ganhava R$ 250 mil, mas conseguiu a valorização com o título da Copa do Brasil.
De
volta ao mercado após passagem pela China, Vanderlei Luxemburgo fatura R$ 350
mil, mais do que vários de seus concorrentes na Série A. Seu salário equivale
aos salários somados de Carille, Zé Ricardo e Jair Ventura – o botafoguense,
responsável por uma das arrancadas mais inesperadas do Brasil em 2016, leva
para casa R$ 140 mil mensais.
Recém-contratado
no Santos, Levir Culpi ganha R$ 330 mil, R$ 120 mil a menos que seu antecessor,
Dorival Júnior. Já o são-paulino Rogério Ceni depende de seu desempenho para
garantir um salto nos vencimentos atuais, de R$ 200 mil. O contrato estabelece
um aumento na metade de 2017 caso ele alcance uma porcentagem de pontos.
SALÁRIOS DOS TÉCNICOS DOS GRANDES CLUBES
DO PAÍS:

Fábio Carille (Corinthians): R$ 100 mil
– Zé
Ricardo (Flamengo): R$ 100 mil
– Jair
Ventura (Botafogo): R$ 140 mil

Rogério Ceni (São Paulo): R$ 200 mil

Milton Mendes (Vasco): R$ 220 mil

Roger Machado (Atlético-MG): R$ 300 mil

Levir Culpi (Santos): R$ 330 mil

Vanderlei Luxemburgo (Sport): R$ 350 mil
– Guto
Ferreira (Internacional): R$ 350 mil

Renato Gaúcho (Grêmio): R$ 450 mil
– Mano
Menezes (Cruzeiro): R$ 500 mil
– Abel
Braga (Fluminense): R$ 500 mil
– Cuca
(Palmeiras): R$ 525 mil

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.