domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Flamengo é o segundo que mais fica no Z4 até a 15ª...

Flamengo é o segundo que mais fica no Z4 até a 15ª rodada.

Numerólogos
– Além da disputa pelo título e vagas na Taça Libertadores, o Campeonato
Brasileiro também costuma despertar a emoção dos torcedores pela luta para
escapar do rebaixamento. Uma briga muitas vezes acirrada, que se intensifica ao
longo da competição e na reta final ganha contornos dramáticos para vários
times. Levando-se em conta as 15 primeiras rodadas nas 13 edições disputadas na
era dos pontos corridos, incluindo a deste ano, ninguém ficou mais no Z-4 neste
período que o Atlético-PR.
No
total foram 52 rodadas em 12 participações. O Flamengo vem logo atrás, com 48,
mas ao contrário do Furacão esteve presente em todas. Na sequência aparece o
Figueirense, com 40 rodadas em 10 participações, seguido por Coritiba e Goiás,
ambos com 35, mas com o time Esmeraldino tendo uma presença a mais (11 a 10).
Ao
todo, 40 clubes ocuparam as últimas colocações neste período. Das equipes que
disputaram as 13 edições da era dos pontos corridos, São Paulo e Inter são as
que ficaram menos tempo no Z-4 – nove rodadas -, enquanto o Cruzeiro permaneceu
10. Estreante na Série A desde que o sistema de pontos corridos foi implantado
em 2003, o Joinville já soma 15 rodadas na zona do rebaixamento, superando
times como Santo André (0), Brasiliense (5), América-MG (10), Ipatinga (12),
América-RN (12) e Santa Cruz (13), que também só têm uma participação na era
dos pontos corridos.
Assim
como o JEC, o Paysandu (2003); o Botafogo (2004); o Atlético-PR e o Avaí
(2011); e a Portuguesa (2013) também ficaram todas as 15 primeiras rodadas
entre os quatro últimos. Destes, o Furacão e Leão catarinense acabaram caindo
ao término da competição. A Lusa também foi rebaixada, mas por conta da perda
de pontos provocada pela escalação irregular do meia Héverton. Lembrando que em
2003, apenas dois times caíam.
Este
ano, 10 clubes já frequentaram o Z-4. Em 2007, este número chegou a 13. Chama a
atenção o São Caetano, que em 2006 ficou apenas uma rodada no Z-4 nos 15
primeiros jogos, mas na sequência não conseguiu se manter na elite. Caso
semelhante é o do Santo André, em 2009, que ficou fora da zona do rebaixamento
até 15ª rodada, mas terminou rebaixado.
Em
2011 (Avaí, Atlético-PR e América-MG) e 2012 (Palmeiras, Atlético-GO e
Figueirense), três dos quatro times que estavam na zona da degola na 15ª rodada
foram rebaixados no término da competição. No entanto, de todos os clubes que
terminaram a décima quinta rodada no Z-4 entre 2003 e 2014, menos da metade
(45%) foi rebaixado, o que mostra que apesar do início ruim é possível reagir
ao longo da competição.  
Clubes que mais ficaram no Z-4 até a 15ª
rodada na era dos pontos corridos:
1)
Atlético-PR – 52 rodadas – 12 participações
2)
Flamengo – 48 rodadas – 13 participações
3)
Figueirense – 40 rodadas – 10 participações
4)
Coritiba – 35 rodadas – 10 participações
    Goiás – 35 rodadas – 11 participações
6)
Paysandu – 34 rodadas – 3 participações
7)
Botafogo – 33 rodadas – 11 participações
8)
Náutico – 32 rodadas – 5 participações
   Santos – 32 rodadas – 13 participações
10)
Atlético-GO – 31 rodadas – 3 participações
11)
Palmeiras – 27 rodadas – 11 participações
12)
Corinthians – 26 rodadas – 12 participações
13)
Vasco – 23 rodadas – 11 participações
14)
Atlético-MG – 22 rodadas – 12 participações
     Avaí – 22 rodadas – 4 participações
     Fluminense – 22 rodadas – 13 participações
     Portuguesa – 22 rodadas – 3 participações
18)
Bahia – 18 rodadas – 5 participações
19)
Grêmio – 16 rodadas – 12 participações
20)
Joinville – 15 rodadas – 1 participação
21)
Santa Cruz – 13 rodadas – 1 participação
22)
América-RN – 12 rodadas – 1 participação
     Grêmio Barueri – 12 rodadas – 2
participações
     Ipatinga – 12 rodadas – 1 participação
     Juventude – 12 rodadas – 5 participações
26)
Sport – 11 rodadas – 6 participações
27)
América-MG – 10 rodadas – 1 participação
     Cruzeiro – 10 rodadas – 13 participações
29)
Fortaleza – 9 rodadas – 3 participações
      Internacional – 9 rodadas – 13
participações
      São Paulo – 9 rodadas – 13 participações
32)
Criciúma – 8 rodadas – 4 participações
33)
Vitória – 8 rodadas – 7 participações
34)
Chapecoense – 6 rodadas – 2 participações
35)
Brasiliense – 5 rodadas – 1 participação
     Guarani – 5 rodadas – 3 participações
     Paraná – 5 rodadas – 5 participações
     Ponte Preta – 5 rodadas – 7 participações
39)
Ceará – 3 rodadas – 2 participações
40)
São Caetano – 1 rodada – 4 participações
2003 – Dois clubes rebaixados
Paysandu
– 15
Goiás
– 8
Bahia
– 2
Coritiba
– 1
Figueirense
– 1
Fortaleza
– 1
Grêmio
– 1
São
Paulo – 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Goiás e Paysandu
Rebaixados
no fim do campeonato: Fortaleza e Bahia
2004 – Quatro clubes rebaixados
Botafogo
– 15
Paysandu
– 13
Flamengo
– 11
Corinthians
– 6
Guarani
– 5
Vasco
– 3
Atlético-PR
– 2
Internacional
– 1
Grêmio
– 1
Juventude
– 1
Palmeiras
– 1
Santos
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Grêmio, Paysandu, Botafogo e Flamengo
Rebaixados
no fim do campeonato: Criciúma, Guarani, Vitória e Grêmio
2005 – Quatro times rebaixados
Figueirense
– 14
Atlético-PR
– 13
Atlético-MG
– 10
Paysandu
– 6
Brasiliense
– 5
Flamengo
– 5
Internacional
– 2
Vasco
– 2
Corinthians
– 1
Fortaleza
– 1
Paraná
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Vasco, Flamengo, Atlético-MG e Figueirense
Rebaixados
no fim do campeonato: Coritiba, Atlético-MG, Paysandu e Brasiliense
2006 – Quatro clubes rebaixados
Palmeiras
– 13
Santa
Cruz – 13
Corinthians
– 9
Fortaleza
– 7
Paraná
– 4
Flamengo
– 3
Grêmio
– 3
Atlético-PR
– 2
Botafogo
– 2
Goiás
– 2
Ponte
Preta – 1
São
Caetano – 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Palmeiras, Santa Cruz, Fortaleza e Corinthians
Rebaixados
no fim do campeonato: Ponte Preta, Fortaleza, São Caetano e Santa Cruz
2007 – Quatro clubes rebaixados
América-RN
– 12
Juventude
– 11
Náutico
– 10
Santos
– 9
Goiás
– 3
Sport
– 3
Atlético-MG
– 2
Atlético-PR
– 2
Cruzeiro
– 2
Figueirense
– 2
Internacional
– 2
Flamengo
– 1
Grêmio
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Atlético-PR, Juventude, Náutico e América-RN
Rebaixados
no fim do campeonato: Corinthians, Juventude, Paraná e América-RN
2008 – Quatro clubes rebaixados
Fluminense
– 14
Ipatinga
– 12
Santos
– 12
Goiás
– 10
Portuguesa
– 3
São
Paulo – 2
Sport
– 2
Vitória
– 2
Atlético-MG
– 1
Internacional
– 1
Palmeiras
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Portuguesa, Santos, Fluminense e Ipatinga
Rebaixados
no fim do campeonato: Figueirense, Vasco, Portuguesa e Ipatinga
2009 – Quatro clubes rebaixados
Atlético-PR
– 12
Botafogo
– 10
Avaí –
7
Náutico
– 7
Coritiba
– 6
Fluminense
– 6
Sport
– 6
Corinthians
– 2
Flamengo
– 2
Cruzeiro
– 1
São
Paulo – 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Sport, Atlético-PR, Fluminense e Náutico
Rebaixados
no fim do campeonato: Coritiba, Santo André, Náutico e Sport
2010 – Quatro clubes rebaixados
Atlético-GO
– 13
Grêmio
Barueri – 12
Grêmio
– 8
Atlético-MG
– 7
Goiás
– 7
Vasco
– 6
Atlético-PR
– 3
Vitória
– 2
Fluminense
– 1
Internacional
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Grêmio, Atlético-MG, Goiás e Atlético-GO
Rebaixados
no fim do campeonato: Vitória, Guarani, Goiás e Grêmio Barueri
2011 – Quatro clubes rebaixados
Atlético-PR
– 15
Avaí –
15
América-MG
– 10
Atlético-GO
– 6
Bahia
– 3
Ceará
– 3
Cruzeiro
– 3
Coritiba
– 2
Atlético-MG
– 1
Fluminense
– 1
Internacional
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Atlético-GO, Avaí, Atlético-PR e América-MG
Rebaixados
no fim do campeonato: Atlético-PR, Ceará, América-MG e Avaí
2012 – Quatro clubes rebaixados
Atlético-GO
– 12
Palmeiras
– 11
Bahia
– 9
Corinthians
– 8
Figueirense
– 6
Portuguesa
– 4
Santos
– 4
Coritiba
– 3
Náutico
– 1
Ponte
Preta – 1
São
Paulo – 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Palmeiras, Bahia, Atlético-GO e Figueirense
Rebaixados
no fim do campeonato: Sport, Palmeiras, Atlético-GO e Figueirense
2013 – Quatro clubes rebaixados
Portuguesa
– 15
Náutico
– 14
Flamengo
– 12
Criciúma
– 5
São
Paulo – 4
Atlético-PR
– 3
Goiás
– 3
Ponte
Preta – 3
Santos
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Criciúma, São Paulo, Portuguesa e Náutico
Rebaixados
no fim do campeonato: Portuguesa*, Vasco, Ponte Preta e Náutico
*A
Portuguesa foi rebaixada, mas por conta da perda de pontos provocada pela
escalação irregular do meia Héverton.
2014 – Quatro clubes rebaixados
Figueirense
– 14
Coritiba
– 12
Flamengo
– 8
Botafogo
– 6
Chapecoense
– 6
Bahia
– 4
Vitória
– 4
Criciúma
– 3
Atlético-MG
– 1
Grêmio
– 1
Palmeiras
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Palmeiras, Figueirense, Bahia e Coritiba
Rebaixados
no fim do campeonato: Vitória, Bahia, Botafogo e Criciúma
2015 – Quatro clubes rebaixados
Joinville
– 15
Vasco
– 12
Coritiba
– 11
Flamengo
– 6
Santos
– 5
Cruzeiro
– 4
Figueirense
– 3
Goiás
– 2
Internacional
– 1
Grêmio
– 1
Rebaixados
na 15ª rodada: Goiás, Vasco, Coritiba e Joinville

MAIS LIDOS

Renato Gaúcho fala da goleada sofrida pelo Flamengo

O Flamengo está vivendo o seu pior momento na temporada. Após a saída de Jorge Jesus, o Rubro-negro investiu em Dome Torrent, entretanto, o...

Zagueiro do Del Valle revela pedido dos jogadors do Flamengo

O Flamengo foi humilhado pelo Del Valle na quinta-feira passada, em jogo da Libertadores da América. O Rubro-negro não viu a cor da bola e, por...

Entrevista de Marcos Braz não responde muita coisa

Marcos Braz deu sua entrevista coletiva neste sábado para falar sobre a derrota do Flamengo na quinta-feira e quais seriam as consequências dela. Mas...

Em coletiva, Braz banca permanência de Domenec

A tão aguardada coletiva de imprensa online de Marcos Braz na tarde deste sábado ocorreu a pouco, o tema principal, Domenec. Braz aproveitou a...