sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Flamengo não perde para o América-MG há 15 anos.

Flamengo não perde para o América-MG há 15 anos.

Foto: Divulgação

UOL: Com
100% de aproveitamento na temporada, o Flamengo tem mais uma missão para
cumprir na noite desta quinta-feira (16). Às 21h30 (de Brasília), os cariocas
enfrentam o América-MG, no estádio Bezerrão, em Brasília. O Rubro-negro terá
uma equipe formada quase que inteiramente por reservas e busca a vaga nas
quartas de final da Primeira Liga.

Ao seu
lado para alcançar o objetivo, o Flamengo conta com um tabu de quase 15 anos e
meio sem derrotas para o América-MG. O último revés foi em 18 de outubro de
2000 – 2 a 1. Desde 9 de setembro de 2001, o Rubro-negro sustenta seis vitórias
e um empate contra os mineiros.
Se
mantiver o bom retrospecto e vencer em Brasília, o time de Zé Ricardo estará
classificado com uma das vagas do Grupo B para as quartas de final da Primeira
Liga.
Passar
de fase antecipadamente é importante para o planejamento, já que o Flamengo
estreia em 8 de março na Copa Libertadores – contra os argentinos do San
Lorenzo – e quer o elenco inteiro para a principal competição da temporada.
Até
por isso, já como parte do planejamento, apenas dois titulares – o goleiro Alex
Muralha e o meia Everton – viajaram para Brasília. O restante do time será
inteiramente reserva. O atacante colombiano Berrío iniciará uma partida pela
primeira vez no novo clube, enquanto o lateral esquerdo Renê fará a sua
estreia. Apesar das alterações, existe a confiança no Ninho do Urubu de que os
jogadores escolhidos possuem condições de trazer um bom resultado na bagagem de
volta.
“Somos
sempre monitorados em relação aos treinamentos e jogos. Quando o desgaste é um
pouco acima eles buscam dar uma recuperada. O Flamengo disputa tudo sempre para
ganhar, independentemente de quem entra em campo. O nosso elenco é bem
qualificado, há vários jogadores de seleção. Quem o Zé Ricardo colocar para
jogar, com certeza dará conta do recado”, comentou o volante Romulo, que
não viajou, assim como Guerrero, Willian Arão Diego, Mancuello, Réver, Rafael Vaz
e outros.
“Não
é um ganho a curto prazo. É uma coisa longa mesmo. Isso tudo evita o desgaste
antes das sequências mais complicadas. É bom para os jogadores que
ficaram”, completou Romulo.

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...