sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Flamengo no olho do Furacão.

Flamengo no olho do Furacão.

Falando
de Flamengo – Era uma noite de setembro de 2013 e, após uma virada
surpreendente, o Atlético Paranaense aplicou uma goleada de 4 x 2 no Flamengo
e, com 3 meses de trabalho e 50% de aproveitamento, o técnico Mano Meneses
estarreceu a todos com um pedido de demissão. Sim, amigos! Ele pediu para sair,
e todos, inclusive a torcida, ficaram enraivecidos por ele ter pulado do barco!
Se ele quisesse, teria ficado!
Dois
anos depois, quanta diferença! Hoje vejo grande parte da torcida ensandecida
contra um treinador com dois meses de cargo, que assumiu a terra arrasada
deixada por Luxemburgo e tem que conviver com um elenco em gestação.
Não
me atrevo a defender o trabalho do Cristóvão, não. Acho que, principalmente no
quesito leitura de jogo, ele está devendo muito. Demorou a perceber a mudança
tática no posicionamento do Lucas Lima contra o Santos e substituiu Alan
Patrick contra a Ponte Preta em um movimento de risco; tentou evitar que o gol
fosse vazado sem ter opções para voltar atrás caso isso acontecesse. E
aconteceu. Mas, reconheço muitas qualidades e avanços na parte tática da
equipe. Compatíveis com um bom trabalho de 2 meses de duração.
Então,
analisando o planejamento da diretoria de formar um elenco mais qualificado
apenas no segundo semestre para que o custo do Departamento de Futebol em 2015
fosse menor que em 2014, concluo que, apesar de todos torcerem por vaga na
Libertadores e título do Campeonato Brasileiro, não foi para isso que nós nos
preparamos. Nos planejamos para ficar no meio da tabela. E, se você torcedor é
contra isso, o menos culpado é um cara que chegou ao clube há 2 meses. Concorda?
Acho
que a paciência da torcida com metas medíocres acabou, mas estão descontando na
minoria errada. Que tal descontar nos carecas? Que os carecas EBM e Wallim
assumam seus erros no Departamento de Futebol e, quem quer que vença as
eleições no final do ano, tenha a humildade de mudar os rumos. Ambos erraram
bastante nesse quesito! Ah! Não quero comprar a tese de racismo, mas se tem
outro cara no Flamengo que é execrado antes de entrar em campo, é o Almir. Nem
jogou e já é odiado.
No
mais, espero que Cristóvão melhore seus resultados e pare de cair nesse papo de
perseguição, porque o melhor técnico desse Brasileirão é negro e treina um time
cuja torcida é bem menos miscigenada que a nossa; bom trabalho o do Roger.
PS:
Eu pensei em citar a gracinha do “jornalista”, mas o “jornalista” não merece
citação, merece descansar no ostracismo. Usa os poderosos meios de comunicação
para os quais trabalha para fazer política na Gávea. Corpo de tubarão e
comportamento de rêmora!
Cadu
Silva

MAIS LIDOS

Entrevista de Marcos Braz não responde muita coisa

Marcos Braz deu sua entrevista coletiva neste sábado para falar sobre a derrota do Flamengo na quinta-feira e quais seriam as consequências dela. Mas...

Em coletiva, Braz banca permanência de Domenec

A tão aguardada coletiva de imprensa online de Marcos Braz na tarde deste sábado ocorreu a pouco, o tema principal, Domenec. Braz aproveitou a...

Tite explica convocados rubro negros e ausência de Gabigol

Tite convocou para a seleção brasileira dois jogadores do Flamengo, Rodrigo Caio e Everton Ribeiro. Em entrevista online concedida na manhã de sexta, Tite...

Zico detona postura do Flamengo em campo

A derrota vexatória do Flamengo pela Libertadores ainda ecoa entre a torcida. O maior ídolo da história do Flamengo, Zico, não deixou de comentar...