domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Flamengo pode ser 1º campeão dos pontos corridos sem golear.

Flamengo pode ser 1º campeão dos pontos corridos sem golear.

Foto: Gazeta Press

ESPN: O
máximo de gols que o Flamengo fez em uma mesma partida neste Campeonato
Brasileiro foi três. A maior diferença de tentos em uma vitória no torneio foi
dois. Sem nenhuma goleada em 29 rodadas, o vice-líder do torneio entrará para a
história se for campeão.

Nunca
na era dos pontos corridos um campeão terminou o torneio sem ter vencido pelo
menos um jogo por diferença igual ou superior a quatro gols (4 a 0, 5 a 1 e por
aí vai) ou diferença de três gols tendo marcado pelo menos quatro vezes no
adversário (4 a 1)
As
maiores vitórias flamenguistas em 2016 foram 3 a 1 na Chapecoense, em Chapecó,
e 2 a 0 no Coritiba, em Curitiba, e no Atlético-MG, em Brasília.
De
2003 até 2015, quando teve início o Brasileiro por pontos corridos, todos os
campeões golearam pelo menos uma vez (veja relação ao final do texto).
O
próprio Flamengo, campeão em 2009, teve pelo menos uma goleada naquele ano: 4 a
0 no Internacional, com três gols de Adriano e um de Emerson Sheik.
ALGO RARO NA HISTÓRIA
O
futebol brasileiro sempre foi considerado ofensivo e por isso é muito raro o
campeão do principal torneio do país ficar com a taça sem ao menos uma goleada
na campanha.
Em 45
edições do campeonato, no entanto, isso ocorreu seis vezes, algumas em torneios
cujos campeões eram verdadeiras ‘máquinas’ e seleções.
A
última vez que que um campeão não teve goleou nenhum adversário foi em 1993,
quando o Palmeiras, turbinado com o dinheiro da parceria com a multinacional
Parmalat, chegou ao título. Não houve nenhuma goleada verde naquele ano.
Em 22
jogos, o time marcou 40 gols. Até chegou a fazer quatro gols no Fluminense, mas
venceu por 4 a 2. Essa foi a vitória com a maior quantidade de tentos.
O São
Paulo campeão em 1991, que era base da equipe que venceria a Libertadores e o
Mundial depois, também levantou a taça sem nenhuma goleada. A média de gols foi
baixa. Foram 28 tentos em 23 jogos (0,82 gol por duelo).
Um ano
antes o Corinthians de Neto levantou a taça pela primeira vez. O placar com
mais gols foi uma vitória por 3 a 1 no Atlético-MG, já o restante era quase
sempre por 1 a 0 ou 2 a 1. Sem nenhuma goleada, foi campeão com 23 gols
marcados em 25 jogos.
Em
1987, o Flamengo, campeão da Copa União, e o Sport, campeão oficial segundo a
CBF, também não golearam ninguém. O time pernambucano até aplicou um 4 a 0 na
Inter de Limeira, mas foi durante a campanha na segunda divisão – a decisão do
título da primeira divisão ocorreu em um quandrangular com Guarani, Flamengo e
Internacional (estes dois últimos boicotaram os jogos) em que não houve
qualquer goleada.
O
Coritiba foi outro campeão sem golear. Venceu o torneio de 1985 em uma decisão
bastante inusitada. Foi contra o Bangu, em pleno Maracanã, com taça definida
nos pênaltis.
O
Vasco de Roberto Dinamite, em 1974, foi o primeiro campeão sem qualquer
goleada. O time fez 33 gols em 28 jogos. A maior vitória foi por 3 a 0 contra o
Operário-MT. Houve muitos empates sem gols e vitórias por 1 a 0 ou 2 a 1.
E O PALMEIRAS?
Antes
de preocupar com goleadas, o Flamengo tem de pensar na classificação. Hoje o
time é o segundo colocado com 54 pontos. O líder é o Palmeiras, com 57, e tem o
retrospecto dos últimos campeões, isto é, goleadas durante a campanha.
O time
alviverde abriu o campeonato com um 4 a 0 contra o Atlético-PR, no Allianz
Parque. Também bateu o Figueirense pelo mesmo placar.
Além
disso, o Palmeiras tem o melhor ataque do atual Brasileiro. Marcou 50 gols em
29 partidas, ou seja, média de 1,73 gols por jogo.
CAMPEÕES COM OU SEM GOLEADAS
2015
Campeão:
Corinthians
Maior
goleada: Corinthians 6×1 São Paulo
Outras:
Atlético-PR 1×4 Corinthians
2014
Campeão:
Cruzeiro
Maior
goleada: Cruzeiro 5×0 Figueirense
2013
Campeão:
Cruzeiro
Maior
goleada: Cruzeiro 5×0 Goiás
Outras:
Cruzeiro 4×0 Portuguesa; Náutico 1×4 Cruzeiro; Cruzeiro 5×1 Vitória ; Cruzeiro
4×1 Atlético-MG
2012
Campeão:
Fluminense
Maior
goleada: Fluminense 4×0 Bahia
Outras:
Fluminense 4×1 Portuguesa; Atlético-GO 1×4 Fluminense
2011
Campeão:
Corinthians
Maior
goleada: Corinthians 5×0 São Paulo
2010
Campeão:
Fluminense
Maior
goleada: Fluminense 5×1 Atlético-MG
Outras:
São Paulo 1×4 Fluminense
2009
Campeão:
Flamengo
Maior
goleada: Flamengo 4×0 Internacional
2008
Campeão:
São Paulo
Maior
goleada: São Paulo 5×1 Atlético-GO
Outras:
São Paulo 4×0 Vasco
2007
Campeão:
São Paulo
Maior
goleada: São Paulo 6×0 Paraná
Outras:
São Paulo 5×0 Náutico
2006
Campeão:
São Paulo
Maior
goleada: São Paulo 5×0 Juventude
Outros:
São Paulo 5×1 Vasco; São Paulo 4×1 Palmeiras; São Paulo 4×0 Santa Cruz
2005
Maior
goleada: Corinthians 7×1 Santos
2004
Campeão:
Santos
Maior
goleada: Santos 6×0 Paysandu
Outras:
Santos 5×0 Fluminense ; Santos 5×1 Grêmio; Santos 5×1 Paraná; Santos 5×2
Criciúma; Santos 4×0 Ponte Preta; Ponte Preta 0x4 Santos; Santos 4×1
Figueirense
2003
Campeão:
Cruzeiro
Maior
goleada: Bahia 0x7 Cruzeiro
Outras:
Cruzeiro 5×1 Paraná; Cruzeiro 5×2 Fluminense; Cruzeiro 5×2 Bahia; Cruzeiro 5×2
Atlético-PR; Cruzeiro 4×1 Guarani; Cruzeiro 4×1 Vasco; Cruzeiro 4×1 Goiás;
Atlético-PR 1×4 Cruzeiro
2002
Campeão:
Santos
Maior
goleada: Cruzeiro 1×4 Santos
2001
Campeão:
Atlético-PR
Maior
goleada: Ponte Preta 1×5 Atlético-PR; Santa Cruz 1×5 Atlético-PR
Outras:
Atlético-PR 6×3 Bahia; Atlético-PR 4×0 Flamengo
2000
Campeão:
Vasco
Maior
goleada: Vasco 4×0 Atlético-MG; Vasco 4×0 América-MG
1999
Campeão:
Corinthians
Maior
goleada: Corinthians 5×1 Vitória
Outras:
Corinthians 4×1 Botafogo-SP; Santos 1×4 Corinthians
1998
Campeão:
Corinthians
Maior
goleada: Atlético-MG 1×5 Corinthians
Outras:
Corinthians 4×0 Juventude
1997
Campeão:
Vasco
Maior
goleada: Vasco 6×0 União São João
Outras:
Flamengo 1×4 Vasco; Vasco 4×1 Paraná
1996
Campeão:
Grêmio
Maior
goleada: Grêmio 6×1 Bragantino
Outras:
Grêmio 5×0 Atlético-MG
1995
Campeão:
Botafogo
Maior
goleada: Botafogo 5×0 Atlético-MG
1994
Campeão:
Palmeiras
Maior
goleada: Palmeiras 5×1 União São João
Outras:
Palmeiras 4×1 Corinthians; Palmeiras 4×1 Náutico; Palmeiras 4×1 Paraná
1993
Campeão:
Palmeiras
Sem
goleadas
1992
Campeão:
Flamengo
Maior
goleada: Flamengo 4×1 Paysandu
1991
Campeão:
São Paulo
Sem
goleadas
1990
Campeão:
Corinthians
Sem
goleadas
1989
Campeão:
Vasco
Maior
goleada: Vasco 4×1 Goiás
1988
Campeão:
Bahia
Maior
goleada: Bahia 5×1 Santos
1987
Campeão:
Flamengo (da Copa União) e Sport (reconhecido pela CBF)
Sem
goleada
1986
Campeão:
São Paulo
Maior
goleada: São Paulo 6×1 Ponte Preta
Outras:
São Paulo 5×0 Joinville; São Paulo 5×0 Botafogo; São Paulo 4×1 Treze; São Paulo
4×0 Sampaio Corrêa; São Paulo 4×0 Ceará
1985
Campeão:
Coritiba
Sem
goleadas
1984
Campeão:
Fluminense
Maior
goleada: Fluminense 5×0 Coritiba
1983
Campeão:
Flamengo
Maior
goleada: Flamengo 7×1 Rio Negro-AM
Outras:
Flamengo 5×1 Corinthians; Moto Club 1×5 Flamengo
1982
Campeão:
Flamengo
Maior
goleada: Flamengo 5×0 Treze
1981
Campeão:
Grêmio
Maior
goleada: Fortaleza 0x4 Grêmio
1980
Campeão:
Flamengo
Maior
goleada: Flamengo 6×2 Palmeiras
Outras:
Flamengo 5×0 Itabaiana
1979
Campeão:
Internacional
Maior
goleada: Internacional 5×1 Rio Branco-ES
Outras:
Internacional 4×0 Ferroviária
1978
Campeão:
Guarani
Maior
goleada: Guarani 7×0 Itabuna
Outras:
Guarani 5×0 Confiança
1977
Campeão:
São Paulo
Maior
goleada: São Paulo 4×0 CRB
1976
Campeão:
Internacional
Maior
goleada: Internacional 6×0 Figueirense
Outras:
Internacional 5×1 Santa Cruz; Avaí 0x4 Internacional; Botafogo-SP 1×4
Internacional; Desportiva Ferroviária 1×4 Internacional
1975
Campeão:
Internacional
Maior
goleada: Internacional 5×0 Sergipe; Vitória 0x5 Internacional
Outras:
Internacional 4×0 Remo
1974
Campeão:
Vasco
Sem
goleadas
1973
Campeão:
Palmeiras
Maior
goleada: Tirandentes-PI 0x5 Palmeiras
Outras:
Comercial-MS 0x4 Palmeiras
1972
Campeão:
Palmeiras
Maior
goleada: Palmeiras 4×1 Bahia
1971
Campeão:
Atlético-MG
Maior
goleada: Atlético-MG 5×1 Portuguesa
Outras:
Atlético-MG 4×0 Bahia; Internacional 1×4 Atlético-MG

MAIS LIDOS

Renato Gaúcho fala da goleada sofrida pelo Flamengo

O Flamengo está vivendo o seu pior momento na temporada. Após a saída de Jorge Jesus, o Rubro-negro investiu em Dome Torrent, entretanto, o...

Zagueiro do Del Valle revela pedido dos jogadors do Flamengo

O Flamengo foi humilhado pelo Del Valle na quinta-feira passada, em jogo da Libertadores da América. O Rubro-negro não viu a cor da bola e, por...

Entrevista de Marcos Braz não responde muita coisa

Marcos Braz deu sua entrevista coletiva neste sábado para falar sobre a derrota do Flamengo na quinta-feira e quais seriam as consequências dela. Mas...

Em coletiva, Braz banca permanência de Domenec

A tão aguardada coletiva de imprensa online de Marcos Braz na tarde deste sábado ocorreu a pouco, o tema principal, Domenec. Braz aproveitou a...