Flamengo precisa vender para não adoecer financeiramente.

Por: FlaHoje

Torcedores
– No campo esportivo, sobretudo no futebol, isso não é diferente. A maioria dos
clubes estão falidos ou estão dando largos passos para esse caminho. A prova
disso é a necessidade de vender o que se cria ou se desfazer do que tem, quando
a oportunidade surge.

São
raras as equipes que fazem uma administração interessante para sanar às dívidas
e deixar o clube no azul. O Flamengo, pelo incrível que possa parecer, é um
desses clubes. De acordo com o vice-presidente de finanças do rubro-negro,
Rodrigo Tostes, o desempenho do clube no primeiro semestre foi bom, mesmo
ficando abaixo do esperado. E convenhamos, a crise atual do país não só culmina
para isso como já antecipa o que podemos esperar de 2016. Um ano sem muito
investimento e aumento de juros.
Mas o
Flamengo já provou que quando se trabalha de forma séria, planejada e sem
desvios, as coisas tendem a funcionar. Hoje o clube ainda está longe de ter o
que podemos chamar de receitas secundárias. Por exemplo, o programa
sócio-torcedor, no qual o clube chegou apenas agora na marca de 60 mil
associados.
Isso
se deve também pela crise e também pelos altos valores dos planos. Jamais
devemos desconsiderar que a torcida do Flamengo nasceu e é formada pelas
classes C-D-E e não apenas da classe média, assim poderia se pensar em
desenvolver, mesmo que de forma pontual, planos de R$10,00 ou R$15,00. Ter
assinantes por períodos curtos não é interessante. É preciso a fidelização e
valor agregado, afinal nem sempre teremos Guerrero, Sheik e cia no clube para
incentivar à associação.
Além
disso, as cotas de TV e seus patrocinadores ajudam e muito a manter o clube
saudável financeiramente, mas isso não será eterno.
Hoje a
realidade, de acordo com Tostes exige que nesse 2º semestre o Flamengo atinja a
soma de R$ 10 milhões prevista no orçamento vendendo um ou mais jogadores. Eu
acredito que isso não será difícil, pois temos uma lista formada para tal
objetivo. Fala-se nas saídas de Cáceres e de até algumas pratas da casa.
Assusta
pensar que nomes como o de Frauches, Luiz Antonio, Matheus Sávio e Douglas
Baggio entrem na pauta. Por que não se desfazer de jogadores como Pará,
Marcelo, Márcio Araújo, Canteros, Everton, Paulinho e Marcelo Cirino? Ora, na
base temos jogadores que com paciência podem ir longe. Jorge é um exemplo disso.
O problema é que os empresários ainda mandam no futebol, mesmo que em alguns
clubes, como no Flamengo de forma mais discreta.
Para
atingir essa meta, o Flamengo também deverá ser cada vez mais um time
itinerante. Quer e precisa se aproveitar do marketing enquanto pode. Paolo
Guerrero aonde for trará a torcida para perto, independente dos custos que
forem colocados os ingressos. Paga quem pode. Quem não puder que se contente em
ver pela TV ou ouvir pelo rádio. Infelizmente essa é a tendência da realidade do
futebol brasileiro, elitizar cada vez mais, o que pode ser um tiro no pé,
afinal estimulará a luta das classes e o enfraquecimento dos clubes, será?
O fato
é que o compromisso está fechado. O Mengão terá que jogar fora do Rio de
Janeiro nesse segundo semestre para aumentar a sua receita de bilheteria. 2016
será mais complicado? Nesse quesito não, pois o Maracanã será usado para às
Olímpiadas, o que obrigará o rubro-negro a jogar nos tais “elefantes brancos”,
podem anotar.
No
aspecto financeiro pontual como vender jogadores, para Tostes o ano será mais
difícil, pensamento diferente do atual presidente Eduardo Bandeira de Mello que
vê “a situação a cada ano que passa vai ficando mais confortável”.  Vale lembrar que Bandeira concorrerá com
Wallim Vasconcellos pela nova gestão a partir do ano que vem. A torcida é para
que quem vença, mantenha os pés no chão, invista no futebol, mas com razão e
não paixão e, de fato construa as bases para um crescimento sustentável no novo
ciclo 2016-2018 que se iniciará.

MAIS LIDOS

Tite rasga elogios ao atacante Pedro; veja

Com a aquisição dos direitos de transmissão da Libertadores da América, o SBT está investindo ainda mais em programas esportivos. Nesta segunda-feira, em dia...

Pedro deve ser comprado em breve pelo Fla

O Flamengo vive hoje um momento espetacular dentro e fora de campo. O Rubro-negro vem de 11 jogos sem perder, maior série de invencibilidade...

Flamengo cria música em homenagem a Everton Ribeiro; confira

O Flamengo divulgou hoje em suas redes sociais uma música em homenagem a Everton Ribeiro. O camisa 7 do Flamengo, multicampeão com a camisa...

Fla acaba de receber R$ 85 milhões; entenda

O Flamengo sabe que a conquista do Campeonato Brasileiro e Libertadores da Amérca no ano passado fez com que o elenco Rubro-negro se valorizasse...