domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Flamengo retoma o projeto "Anjo da Guarda Rubro-Negro".

Flamengo retoma o projeto “Anjo da Guarda Rubro-Negro”.

Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro está de volta – Foto: Divulgação

SITE
OFICIAL DO FLAMENGO
: Fruto dos resultados positivos da política de
responsabilidade fiscal adotada pelo clube, o Flamengo lançará na manhã deste
sábado (22.10), às 10:15h, no Salão Nobre da Gávea, a quarta edição do Projeto
Anjo da Guarda Rubro-Negro. Sucesso total em suas três primeiras edições,
quando foram arrecadados R$3,2 milhões, o projeto permite que, através da Lei
Federal de Incentivo ao Esporte, todo torcedor do Mais Querido possa investir
até 6% de seu Imposto de Renda devido (antes das deduções) em projetos
esportivos do clube aprovados pelo Ministério dos Esportes. Ao contribuir, o torcedor
recebe o dinheiro investido de volta na sua restituição do Imposto de Renda,
apoia o Flamengo a ser ainda mais forte nos Esportes Olímpicos e participa,
diretamente, do sonho de milhares de crianças e jovens de se tornarem atletas
vitoriosos.

Reconhecido
pelo Ministério dos Esportes como o maior projeto incentivado de arrecadação de
pessoa física do Brasil, o Anjo da Guarda Rubro-Negro chega à sua quarta edição
com o foco e a preocupação cada vez maiores voltados para a formação do cidadão
através do esporte. Tendo esse pensamento como metodologia de trabalho, vários
atletas da base, de diversas modalidades diferentes, ganharam recentemente
bolsas integrais de estudo em Universidades situadas fora do país, que os
possibilitaram a ter um grande salto de qualidade e perspectiva de futuro em
suas vidas.
Alguns
exemplos de jovens atletas beneficiados por essa metodologia de trabalho do
Flamengo são a remadora Sophia Py (foi em agosto para o curso de Comércio
Internacional da USA Tulsa University), a atleta do nado sincronizado Beatriz
Regly (que está há um ano nos Estados Unidos) e o jogador de basquete Kayo
Gonçalves. No vôlei, modalidade pioneira no envio de jovens atletas para
Universidades estrangeiras quando, na década de 80, as irmãs Daniela e Luciana
Bressane receberam uma bolsa de estudos na Louisiana State University (LSU) –
Daniela, inclusive, faz parte do Hall da Fama da Universidade – enviou
recentemente a atleta Giulia Gávio, filha do campeão olímpico Giovani Gávio,
para uma bolsa de estudos nos Estados Unidos.
“Espero
que esse seja um programa eterno, que aconteça todos os anos. É uma
oportunidade que a pessoa física tem de contribuir com o Flamengo sem custo
nenhum. Com muito esforço e suor, conseguimos tornar o esporte olímpico do
Flamengo sustentável” disse o Vice-Presidente de Esportes Olímpicos
Alexandre Póvoa.

MAIS LIDOS

Quatro jogadores do Flamengo testam positivo para covid-19

A onda de notícias ruins não acabam no rubro-negro. Segundo o repórter Vene Casangrande, quatro jogadores do Flamengo testaram positivo para covid-19. E todos...

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....

Flamengo terá que abrir os cofres caso demita Domenec

Domenec Torrent está por um fio de ser demitido do Flamengo, uma nova derrota diante do Barcelona de Guayaquil será o fim precoce de...