sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Flamengo tenta igualar Corinthians sem jogos de volta.

Flamengo tenta igualar Corinthians sem jogos de volta.

Foto: Divulgação

NUMERÓLOGOS:
Em tempos de calendário apertado e jogos seguidos sem grande tempo para
descanso, qualquer folguinha é sempre bem-vinda. E a Copa do Brasil, que tem
início nesta quarta-feira em sua 28ª edição, dá uma brecha em seu regulamento
que permite que os clubes eliminem jogos de seu cronograma. Nas duas primeiras
fases em disputa, o visitante que vencer por dois ou mais gols de diferença
avança sem a necessidade do confronto de volta. Pensando nisso, o blog
Numerólogos levantou todos os confrontos da história da competição que tiveram
a segunda partida descartada e descobriu os clubes que mais se beneficiaram com
a peculiaridade que existe no torneio.

Curiosamente,
os dois clubes de maior torcida do país são os que mais conseguiram dar um
alívio na maratona de jogos. Tricampeão da Copa do Brasil, o Corinthians foi
capaz de impedir a realização do segundo confronto em 13 oportunidades, o que o
faz recordista na estatística. Logo em seguida vem o Flamengo. Com 11 triunfos
que geraram classificação imediata, sem a obrigação de enfrentar o mesmo
adversário duas vezes. O técnico Muricy Ramalho conta com esse desafogo, já que
seu time vem atuando praticamente duas vezes por semana desde o início da
temporada.
O
Rubro-Negro é inclusive um dos clubes que vão a campo nesta quarta, em dia de
rodada de abertura da competição. O Fla encara o Confiança em Aracaju e pode
diminuir a conta em relação ao Timão se garantir a sua vaga na segunda fase
antecipadamente. Os números podem até ser igualados caso o clube carioca
consiga o mesmo feito na etapa seguinte. Vale lembrar que os corintianos não
poderão melhorar a marca neste ano, uma vez que só participarão da disputa a
partir das oitavas de final, já que estão entre os que disputam a Libertadores
neste primeiro semestre. A mesma situação ocorre com Atlético-MG, Grêmio,
Palmeiras e São Paulo.
Os
rivais Atlético-MG e Cruzeiro estão, respectivamente, na terceira e quarta
posições daqueles que mais ficaram com a vaga logo em partidas de ida. O time
celeste é maior vencedor do torneio, ao lado do Grêmio, com quatro canecos. O
Galo tem apenas um, em 2014, em final justamente contra o seu principal
oponente. Apesar de ser um bicho-papão na competição, o Tricolor gaúcho só
evitou a partida de volta em quatro ocasiões. Atual campeão, o Palmeiras teve em
sua campanha vitoriosa uma partida a menos do que poderia disputar. O Verdão
goleou o Vitória da Conquista por 4 a 1 na primeira fase do ano passado e não
teve que receber o time baiano em São Paulo.
Botafogo
e Fluminense são os únicos grandes que conseguiram a proeza de serem eliminados
em confrontos de ida. Em 1997, o Alvinegro perdeu por 3 a 0 para o Vitória no
Caio Martins e ficou pelo meio do caminho. Mesmo destino do Tricolor carioca no
ano seguinte depois de ser superado por 2 a 0 pelo Paraná, no Maracanã. Fora a
relação dos 12 principais clubes, outras equipes têm destaque no quesito “eliminação
de segundo jogo de Copa do Brasil”. Atlético-PR e Goiás já se livraram da
partida de volta em oito oportunidades cada. Bahia, Coritiba e Sport
conseguiram isso seis vezes. Dos clubes da Série A que ainda não foram citados,
o América-MG obteve o feito quatro vezes. Com uma a menos vêm Ponte Preta,
Santa Cruz e Vitória. Os catarinenses Chapecoense e Figueirense passaram de
fase na ida em duas ocasiões.
Esse
sistema que privilegia os visitantes começou a fazer parte do torneio em 1995.
Como ainda era em modo experimental, os times locais só eram despachados sem
viajar para o segundo jogo quando derrotados por três ou mais gols. Nenhum dos
20 confrontos – da fase preliminar e da primeira fase – teve essa margem no
placar nos jogos de ida. Houve uma pequena mudança no ano seguinte: um triunfo
fora de casa por dois gols de vantagem passou a ser suficiente para descartar o
segundo confronto. Isso valeu novamente pela fase preliminar e pela primeira
fase. A partir de 1999, a regra passou a vigorar até a segunda fase, o que
acontece até os dias de hoje.
Existem
casos na história da Copa do Brasil de não haver partidas de volta devido a
punições aplicadas pela CBF. Caso do confrotno Baré-RR x Ponte Preta, em 2011.
Apesar de ter perdido apenas de 1 a 0 no jogo de ida, o clube roraimense foi
eliminado de maneira precoce devido ao fato de escalar jogadores com situação
irregular. Outro episódio sem segundo jogo – muito mais famoso, por sinal – foi
o das oitavas de final de 2014. O Grêmio perdeu o primeiro duelo contra o
Santos (2 a 0), em Porto Alegre, e foi desclassificado sem atuar com mando do
Peixe por conta do mau comportamento de parte de seus torcedores, que xingou o
goleiro Aranha (foto) com palavras de cunho racista.
Ao
todo, 214 confrontos de volta foram evitados na história da Copa do Brasil.
Veja a lista ano a ano dos demais jogos que não envolveram triunfos dos 12
principais clubes:
1996
Fase preliminar
Atlético-RR
1 x 3 Juventus-AC 
Nacional-AM
1 x 3 América-MG
1997
Fase preliminar
CSA 2 x 6 Atlético-PR
Primeira fase
Botafogo
0 x 3 Vitória
1998
Primeira fase
Rio
Branco-AC 0 x 2 Vila Nova
Fluminense
0 x 2 Paraná
1999
Primeira fase
Sampaio
Corrêa 1 x 3 Atlético-PR
Interporto-TO
1 x 3 Gama
Guará-DF
1 x 5 Juventude-RS
Fortaleza-CE
1 x 3 Coritiba
Nacional(AM)
0 x 2 Sport
Segunda fase
Independência-AC
1 x 3 Portuguesa
2000
Primeira fase
Interporto-TO
0 x 8 Bahia
Pinheiros-RO
0 x 2 Vitória
Segunda fase
Poções
1 x 5 Coritiba
2001
Fase preliminar
Vitória-ES
1 x 4 Riachuelo-ES
Primeira fase
Americano-RJ
2 x 6 Goiás
Sampaio
Corrêa 0 x 2 Fortaleza
América-RN
1 x 4 Bahia
Segunda fase
Guarani
0 x 2 Atlético-PR
2002
Primeira fase
Bragantino
1 x 3 Paraná
Anapolina
1 x 3 Juventude
Botafogo-PB
1 x 3 Figueirense
Caxias-RS
1 x 3 Santa Cruz
Corintians-RN
0 x 2 Bahia
Vila
Nova-GO 2 x 4 Fortaleza
2003
Primeira fase
Dom
Bosco-MT 0 x 5 Sport
Ypiranga-AP
1 x 3 Remo
Sampaio
Corrêa 1 x 4 São Caetano
Iraty
0 x 3 Vila Nova
2004
Primeira fase
Novo
Horizonte-GO 0 x 5 Santo André
Serra
1 x 4 América-MG
Sergipe
1 x 4 Americano-RJ
Uberlândia
0 x 3 Juventude
2005
Primeira fase
Corinthians-AL
0 x 2 São Caetano
CFZ-DF
0 x 2 Coritiba
Potiguar
de Mossoró 0 x 4 Santa Cruz
Rio
Branco-AC 1 x 3 Moto Club
2006
Primeira fase
Vilhena-RO
1 x 3 Fortaleza
Serra
1 x 3 Ipatinga
São
Raimundo-RR 0 x 2 Brasiliense
Ulbra-RS
2 x 4 Iraty
Moto
Club 1 x 3 Atlético-PR
Colinas-TO
0 x 2 Paysandu
Grêmio
Coariense-AM 2 x 5 Vila Nova
Segunda fase
Potiguar-RN
0 x 4 Guarani
2007
Primeira fase
Serc 0
x 2 Portuguesa
Barra
do Garças 1 x 4 Brasiliense
Coxim-MS
2 x 5 Atlético-PR
Sampaio
Corrêa 1 x 3 Fortaleza
Moto
Club 1 x 3 Goiás
Araguaína
1 x 3 Gama
ADAP
Galo Maringá 1 x 4 Noroeste
Segunda fase
Ananindeua
0 x 5 Sport
2008
Primeira fase
Cacerense
1 x 4 Goiás
Roma
Apucarana-PR 0 x 2 Volta Redonda
Guará
1 x 3 Nacional-AM
Atlético-RR
1 x 7 Náutico
Sousa
1 x 4 Vitória
Segunda
fase
Fast-AM
1 x 3 Goiás
Icasa
1 x 6 Criciúma
Madureira
0 x 3 Juventude
2009
Primeira fase
Tocantins
0 x 3 Atlético-PR
Atlético-RR
1 x 3 Goiás
JMalucelli
0 x 2 Guarani
2010
Primeira fase
Picos-PI
0 x 5 Ceará
Vitória-ES
0 x 2 Bahia
Assu-RN
0 x 3 Atlético-GO
Atlético
Roraima 0 x 7 Portuguesa
Ypiranga-RS
0 x 3 Avaí
Brasília
2 x 4 Sport
2011
Primeira fase
Cuiabá
0 x 2 Ceará
Ceilândia
0 x 5 Caxias
Santa
Helena 1 x 3 Uberaba
Vilhena
0 x 3 Avaí
Corintians-RN
1 x 4 Santa Cruz
Vitória-ES
1 x 4 Goiás
Segunda fase
Bangu
0 x 2 Náutico
Paulista
0 x 2 Atlético-PR
Ponte
Preta 0 x 3 Goiás
2012
Primeira fase
Gama 0
x 2 Ceará
Madureira
0 x 2 Criciúma
Real
Noroeste 0 x 2 Ipatinga
Santa
Cruz-RN 1 x 3 Náutico
Auto
Esporte 0 x 3 Bahia
Operário-PR
0 x 4 Juventude
4 de
Julho 0 x 2 Sport
Espigão
1 x 3 Paysandu
Trem 0
x 5 ABC
2013
Primeira fase
Oratório
1 x 3 Goiás
Parnahyba
1 x 3 ABC
Sousa
0 x 3 Coritiba
Itabaiana
0 x 3 Ponte Preta
Águia
Negra-MS 0 x 2 Bragantino
Desportiva-ES
1 x 4 Figueirense
Cametá
0 x 7 Atlético-GO
São
Raimundo-RR 0 x 2 Paysandu
Maranhão
0 x 2 Bahia
Segunda fase
Bragantino
1 x 3 Ponte Preta
Cianorte
1 x 3 Atlético-GO
América-RN
2 x 6 Atlético-PR
2014
Primeira fase
Náutico-RR
1 x 4 Ponte Preta
Naviaraiense
1 x 4 Avaí
Paragominas
0 x 4 ASA
Juazeiro
0 x 2 Tupi
Santos-AP
0 x 3 América-MG
Brasília
1 x 3 Sport
Rio
Branco-AC 0 x 2 Chapecoense
Segunda fase
Caldense
0 x 2 Coritiba
2015
Primeira fase
São
Raimundo-RR 1 x 3 ASA
Interporto-TO
2 x 5 Chapecoense
Piauí
1 x 5 Salgueiro
Santos-AP
1 x 3 Portuguesa
Villa
Nova-MG 0 x 3 Coritiba
Globo-RN
1 x 5 América-RN
Alecrim-RN
0 x 2 Tupi
Luziânia
0 x 3 América-MG
Real
Noroeste-ES 1 x 4 Criciúma
Segunda fase
Jacuipense
0 x 2 Náutico
Bragantino
0 x 3 Criciúma

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...