sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Flamengo, Vasco e a aliança suspeita.

Flamengo, Vasco e a aliança suspeita.

O
Fluminense – É inevitável e porquê não, triste dizer que mais uma vez a
arbitragem carioca foi a protagonista em um Maracanã praticamente lotado, em
grande festa, apesar do bizarro Campeonato Carioca de 2015, neste domingo.
Analisar um clássico entre Vasco e Flamengo não é tarefa fácil nunca, ainda
mais quando o enredo está cercado de especulações e suspeitas respeitáveis
quanto a idoneidade da competição. O pênalti marcado erroneamente a favor do
Vasco no segundo tempo foi determinante na partida, que com 1 a 0, classificou
o cruzmaltino na final do Carioca contra o Botafogo. Mas não só a penalidade
máxima, mas alguns outros fatores também contribuíram para a eliminação do Flamengo,
indiscutíveis diga-se.
Tentando
mesmo que minimamente tirar o foco da arbitragem – o rubro-negro tem total
direito de reclamar desse jogo e de outros – na qual sabemos ser horrorosa e as
vezes tendenciosa-, é importante ressaltar que o Flamengo pouco jogou nos 180
minutos de disputa contra o Vasco nesta semifinal, especialmente neste segundo
jogo. Vanderlei Luxemburgo ao tirar Luiz Antônio, até então um dos melhores em
campo, e Marcelo Cirino, o diferenciado do time, apesar da partida ruim, matou
boa parte das possibilidades de vitória. Com a entrada de Arthur Maia, os
volantes ficaram sobrecarregados. Vasco ganhou meio campo e contra-ataques
deram o tom da partida, principalmente após o gol. Aliás, nas duas últimas
decisões importantes do clube, o rubro-negro saiu com a derrota nas respostas –
semifinal da Copa do Brasil de 2014, contra o Atlético Mineiro, onde foi
derrotado por 4 a 1, e agora, contra o cruzmaltino).
Obviamente
não se pode tirar os méritos do Vasco, que foi ligeiramente melhor nos dois
jogos da semifinal e jogou com dose de vontade elevada, o que os três anos de
jejum – 11 jogos – contra o maior rival ajuda a explicar. Mas também é
importantíssimo frisar que a aliança entre Eurico Miranda e a Federação de
Futebol do Rio de Janeiro – FERJ causa suspeitas inevitáveis. Não acredito
nunca em armação, prefiro ser uma criança inocente a acusar sem provas alguma
falcatrua. Mas esse enlace quase que matrimonial entre os presidentes da FERJ e
do Vasco abrem precedentes para suspeita. Talvez o modo arcaico de agir nos
bastidores tenha voltado junto a Eurico, mas respeito, pelo menos o que
conhecemos, é não é exatamente isso.
Parto
do seguinte princípio: dizer que tudo não passou de armação é dar margem para
os adversários questionarem o título do Campeonato Carioca de 2014, quando aos
47 minutos do segundo tempo, o mesmo Márcio Araújo, que errou o passe gerando o
contra-ataque vascaíno e originando o pênalti mal marcado que decidiu a partida
ontem, marcou o gol da conquista rubro-negra impedido. Um erro de arbitragem,
nada além disso. Se 5% dos que sugerem roubo ou complô pró algum time
entregassem a Identidade ou o CPF para bancar o que escreve ou fala, o futebol
brasileiro seria outro. Sem provas não existe crime. Errou em 2014, errou em
2015, até que se prove o contrário.
Flamengo
hoje tem time para pensar em grandes momentos no Campeonato Brasileiro e agora
pela Copa do Brasil, competições evidentemente mais importantes que o Carioca
completamente falido e sob grandes suspeitas. Claro que contratações são
necessárias, mas a conscientização do elenco com o tamanho da camisa que veste
é fundamental para o desenvolvimento da equipe rubro-negra.
Ao
Vasco, que ainda é um time em formação e tem um bom técnico – Doriva -, ainda
resta encarar o bem treinado Botafogo para tentar chegar ao título da
competição. Ainda restam duas semanas de jogos no Carioca e espero,
sinceramente, que consiga falar de futebol em 2015, porque até agora não foi
possível, infelizmente.

David
Tavares

MAIS LIDOS

Flamengo pode ganhar até 8 reforços contra o Del Valle

O foco do Flamengo no momento é na disputa do próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro, onde o Rubro-negro irá medir forças diante do Palmeiras....

Fla hoje: Zagueiro se aproxima de deixar o Flamengo

É de conhecimento de todos a excelente categoria de base que o Fla hoje possui. Nos últimos anos, Vinicius Junior, Reinier e Paquetá foram...

Demissão de funcionário revolta torcida do Fla; veja os comentários

O torcedor flamenguista ver mais notícias sobre o extra campo do Fla do que dentro de campo. Na noite desta sexta-feira, foi notificado que...

Vice-Presidente do Fla crítica CBF por manter partida

O Flamengo tem 16 casos de covid confirmados dentro de seu plantel, fato que não parece significar muito para a CBF. Isso sem contar...