O Flamengo estreia contra o Al-Hilal, dos Emirados Árabes, no Mundial Clubes, nesta terça-feira (17). O confronto acontece no estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar. A partida é válida pela semifinal da competição e terá início às 14h30 (horário de Brasília).

Em jogo único, quem vencer por qualquer resultado avança. Empate leva para a prorrogação, e se permanecer a igualdade no placar após 120 minutos a decisão será nos pênaltis. Quem passar se classifica para a final e vai esperar pelo ganhador do duelo entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, que se enfrentam na quarta-feira (18), no mesmo estádio, também às 14h30 (horário de Brasília).

Coincidência do destino, o Al Hilal foi justamente o último clube de Jorge Jesus antes de todo o sucesso do técnico português à frente do Flamengo, no Brasil. Pela equipe saudita, foram sete meses de trabalho e o título da Supercopa Saudita. Tricampeão da Champions League asiática (1992-2000-2019), o time conseguiu a façanha de ser o primeiro do Oriente Médio a levantar a taça desde 2011.

Esta é a penúltima edição do Mundial de Clubes no atual formato, que reúne os sete campeões de cada continente em um torneio de tiro curto. Em 2020, a competição volta a se repetir também no Catar, mas a partir de 2021 passará a ter um novo regulamento, com 24 clubes e critérios de classificação ainda não definidos pelas confederações. A edição de estreia será na China.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO x Al-Hilal

Local: Doha, Qatar
Data: 17 de dezembro de 2019, terça-feira
Horário: 14h30 (horário de Brasília)
Árbitro: ​Ismail Elfath (EUA/FIFA)
Assistentes: Kyle Atkins (EUA/FIFA) e Parker Corey (EUA/FIFA)
VAR: Alan Kelly (IRA/FIFA)

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES: 

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão e Gerson; Everton Ribeiro, De Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa.
Treinador: Jorge Jesus

Al-Hilal: Al-Muaiouf; Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Al-Bulayhi e Al-Shahrani; Gustavo Cuéllar e Carlos Eduardo; Carrillo, Al-Dawsari e Giovinco; Gomis.
Treinador: Razvan Lucescu

Por: Coluna do Fla