Flamengo 5 x 4 Santos: Neymar x Ronaldinho, Gol Puskas, Hat-Trick, Relembre o duelo que ganhou status de jogo do século

Flamengo x Santos 2011

Flamengo x Santos se enfrentam no próximo domingo (30), na Vila Belmiro, ás 16h00 (de Brasília), em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão 2020. Porém, quando se fala nessas duas equipes, é impossível não lembrar de um dos jogos mais emocionantes da história, para muitos, o melhor jogo de futebol do século.

Neymar x Ronaldinho

Neymar de um lado, Ronaldinho Gaúcho do outro, eram ‘ingredientes’ que seriam fundamentais para que a partida que acabaria com placar fantástico de 5 a 4 para o Flamengo entrasse para a história. Inclusive, naquela ocasião, o camisa do 10 do rubro-negro sairia de campo com um Hat-Trick, enquanto o jovem Ney deixaria sua marca anotando o gol que lhe rendeu o Prêmio Puskas de 2011.

Para Gustavo Poli, do GloboEsporte.com, este foi “um jogo para pendurar na parede, emoldurar na galeria mental. Nove gols, uma montanha-russa emotiva, lances que grudaram de imediato na retina, micos, graça, técnica, espetáculo. Se futebol fosse apenas show, poderia ser sempre assim, como esse Santos x Flamengo”.

A partida

O primeiro gol do jogo foi notado pelo atacante Borges, consequentemente, o time praiano balançou ás redes mais duas vezes, o terceiro gol do Peixe foi marcado por Neymar, que deu um drible memorável em Ronaldo Angelim e anotou o golaço que lhe deu o direito de ganhar o Prêmio Puskas daquele ano. Desta forma, o Santos, aos 25 minutos estava com o placar de 3 a 0 e, aparentemente, o Flamengo tomaria uma goleada.

Mesmo com 3–0 contra, o Flamengo foi para cima. Dos pés de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves saíram os dois gols que deixaram o Rubro-Negro no páreo novamente. Depois disso, mais um lance que ficaria marcado. O árbitro assinalou um pênalti um tanto quanto duvidoso em cima de Neymar, com isso, o treinador do Santos Muricy Ramalho optou por Elano fazer a cobrança. O camisa 8 bateu bateu com ‘Cavadinha’ e o goleiro rubro negro Filipe defendeu e respondeu com embaixadinhas.

Aos 43 minutos, Deivid deixou tudo igual na Vila, após cobrança de escanteio de Ronaldinho Gaúcho, o juiz apitou o final do primeiro tempo. O segundo tempo inicia com mais um bonito gol de Neymar, deixando assim, o placar de 4 a 3 para o Santos. 15 minutos depois, Ronaldinho tem a chance de cobrar uma falta e, surpreendentemente, ele realiza mais um lance que ficaria marcado após fazer a cobrança por baixo da barreira. (4 a 4).

Faltando dez minutos para o apito final, Ronaldinho Gaúcho completou seu hat-trick. Em um contra-ataque mortal, o camisa 10 arrancou pela esquerda, invadiu a área e deu números finais à partida: 4 a 5.

Notícias relacionadas

Relembre ás escalações dos times na época

A formação inicial do Santos naquela partida contava com: Rafael Cabral, Pará, Edu Dracena Capitão, Durval, Léo, Arouca, Ibson, Elano, Paulo Henrique Ganso, Borges, Neymar. Treinador: Muricy Ramalho.

A formação inicial do Flamengo naquela partida tinha: Felipe, Léo Moura, Ronaldo Angelim, Welington, Junior Cesar, Willians, Luiz Antônio, Thiago Neves, Renato Abreu, Ronaldinho Gaúcho, Deivid. Trenador: Vanderlei Luxemburgo.

Declaração de Luxemburgo após a partida

“O jogo de hoje vai entrar para a história. Teve tudo de um grande jogo de futebol. As mexidas, as alternativas, os erros, acertos, gols. A gente fica encantado. O futebol sai enriquecido. Parecia um jogo de pingue-pongue – bola pra um lado, bola pro outro, quase não parava no meio-campo. O time do Santos é muito bom, você nunca sabe onde essa molecada está. Vai jogar bola assim lá longe!”

Romário Carvalho: Um amante do futebol. Mais um escritor com paixão por acompanhar o futebol de todo o Brasil e do mundo. Com trabalhos em outros portais, estou colaborando com o Fla Hoje nesse grande projeto.

Este site usa cookies!