• Início
  • Notícias
  • Flamenguista agredido por uruguaios apresenta melhora e deixa o CTI
Publicidade

Flamenguista agredido por uruguaios apresenta melhora e deixa o CTI

O torcedor do Flamengo, Roberto Vieira, de 54 anos de idade, agredido por uruguaios antes do confronto entre o Rubro-Negro e o Peñarol, pela Libertadores da América, vem apresentando grande evolução em seu quadro de saúde. O capixaba deixou o CTI e já consegue reconhecer algumas pessoas.

A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista Venê Casagrande, que também destacou que a transferência do paciente para a enfermaria foi motivo de emoção por parte da equipe médica. Roberto Vieira está internado desde o dia 03 de abril, data em que o Fla recebeu o Peñarol, pela terceira partida da fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, o rubro-negro acabou agredido por torcedores do clube de Montevidéu, horas antes do início do jogo, no Maracanã.

O capixaba era o responsável por uma excursão de torcedores do Flamengo que residem no Espírito Santo. Uma das Embaixadas do clube, a Flapixaba, chegou a criar um movimento, sob apoio do vice Maurício Gomes de Mattos, para custear transporte, alimentação e hospedagem dos familiares que seguem no Rio de Janeiro acompanhando a internação do torcedor.

Por: Coluna do Fla

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod