domingo, setembro 27, 2020
Início Notícias Flamenguista relata agressão de grupo de vascaínos.

Flamenguista relata agressão de grupo de vascaínos.

Flamengo
em Foco – Boa noite amigos e amigas

No
clássico de domingo entre Flamengo e Vasco fui vítima de agressão por parte de
um grupo de vascaínos.
Era um
grupo de 30/40 torcedores, com camisas do Vasco, sendo justo confirmo que
nenhum deles usava camisas de torcida organizada, e que agrediram quem estava à
sua frente sem motivação alguma.
Foram
extremamente violentos, uma estupidez total já que em vez de estarem alegres e
comemorando a sua classificação preferiram agredir gratuitamente as pessoas
torcedoras dos dois times na saída do setor oeste do Maracanã.
Durante
as agressões gritavam cânticos de guerra, ódio, que incitavam a violência e
citando sempre o nome de seu Fúnebre Presidente, parecendo verdadeiros animais,
com todo respeito aos animais é claro que não merecem essa comparação.
Quero
ressaltar a atuação excelente por parte de policiais do GEPE que impediram uma
agressão maior destes vândalos, atuaram de forma perfeita e rápida.
Eu
gostaria de estar escrevendo sobre o jogo, mas o foco acabou sendo outro, e o resultado
das agressões foram três costelas fraturadas, repouso total e duas noites no
hospital em recuperação.
Voltando
ao Campeonato Carioca, o que me assusta é que desde a volta deste cidadão ao
seu clube, aumentaram as ondas de violência entre os próprios torcedores de seu
time, com rupturas de torcidas, guerras declaradas e ódio constante em suas
entrevistas.
A
volta destas pessoas hoje representa um retrocesso na busca por um futebol
profissional e melhor em todos os sentidos.
Por
que escrevo isso?
Simples,
porque o Campeonato Carioca por anos e anos a fio sempre foi considerado o
melhor, o mais charmoso do Brasil, porém, hoje em dia devido a suas
maracutaias, envolvendo FERJ/EURICO com uma ajuda pequena mas real do Botafogo
contra Flamengo e Fluminense,  se tornou
sinônimo de esvaziamento, de prejuízos, de reviravoltas e armações, ou seja
tudo feito ao estilo e bel prazer do Poderoso Chefão da gangue que hoje povoa a
Direção e Presidência da FERJ.
Foram
jogos com resultados sob suspeita, reuniões e arbitrais com atas fraudadas,
aonde pegavam assinatura da presença e colocavam/transformavam em voto nas
decisões do arbitral mesmo sem o voto real ou a presença de quem assinou a ata.
Suspensões
impostas por um Tribunal – TJD – totalmente injusto, cego que só vê e acata as
ordens de quem lhe paga, de quem lhe sustenta, ou seja a FERJ.
Essas
suspensões foram dadas a técnico, jogador e clubes, e que ao serem sancionadas
feriram o direito de cidadania dessas pessoas, ou seja suspensões dadas por
motivo de censura, mesmo com uma ordem do Ministério Público do Rio de Janeiro
proibindo que isso ocorresse, e mesmo assim as penas foram mantidas e até
aumentadas em seu prazo.
O
Campeonato desse ano teve todos os atrativos da falência, fato comprovado nos
públicos ridículos que se tonaram habituais nos jogos e o pior de tudo,
enriqueceu a uma instituição que por origem em sua criação não pode obter
lucros.
A FERJ
– Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro é uma entidade, instituição
sem fins lucrativos, porém faturou mais que 99% dos clubes, só não lucrou mais
que o Flamengo, clube que lhe sustenta a anos através das rendas em seus jogos.
A FERJ
além disso tudo ainda retirou uma parte dos direitos de televisionamento do
Flamengo, e do Fluminense e reverteu esse dinheiro que não era seu como o
prêmio a ser dado ao campeão da Taça Guanabara e do Estadual, esse fato já
ocorrera em 2014 só que nessa ocasião o prejuízo foi só do Flamengo.
Mas o
fato que mais me chamou a atenção após o jogo de domingo foi ao ver hoje em
alguns programas que coloquei pra gravar, o pronunciamento do cidadão dizendo
em tom ameaçador que o Respeito Voltou!
Mas aí
fica minha dúvida, qual respeito?
O
respeito a Instituição Vasco da Gama, ou a ameaça bem executada e falada em
entrelinhas de que o Respeito Voltou Porque Eu Voltei A Mandar na FERJ e no
Futebol do Rio de Janeiro ?
O
futebol carioca precisa de uma luz, de pessoas novas a sua frente, com visão
profissional.
Precisamos
urgentemente de uma Liga porém o que se houve é que a FERJ diz que não pode
haver ligas independentes .
Mas
uma dúvida invade minha mente, se não podem haver ligas independentes com esses
clubes porque têm validade então as ligas que votam na eleição da FERJ?
Quantas
ligas independentes votam na escolha de seu Presidente?
Pra
essas ligas há a legalidade, mas se os clubes quiserem criar e fundar uma liga
independente não poderão, porquê?
Mais
uma ameaça?
Mais
uma quebra nas regras da FIFA e na Lei Pelé?
O
futebol carioca está de luto, seja nas suas competições, formações e
principalmente nas pessoas que hoje tem o poder na FERJ.
Hoje o
Futebol do RJ é liderado, comandado por ordens diretas, não é livre a debates.
Vivemos
uma ditadura futebolística, uma verdadeira afronta ao desenvolvimento e ao
enriquecimento de novas filosofias que poderiam e muito levantar o futebol
carioca.
Temos
pela história quatro clubes considerados gigantes no futebol brasileiro, mas a
continuar assim, vejo em breve, muito breve esse numero diminuindo para dois .
Vejo
uma luz para Flamengo e Fluminense, que se levarem a frente essa união poderão
sim num futuro próximo darem as cartas e fazerem com que outros clubes sigam o
caminho da mudança e da profissionalização em seus campeonatos.
A
saída ao meu ver é a criação da Liga, com a adesão de clubes de outros estados
como CAP, Cruzeiro, Coritiba, Paraná, clubes que estão insatisfeitos com suas
federações e que num curto prazo podem criar um campeonato atrativo e muito
bom, nos moldes de um antigo RJ/SP por exemplo, um torneio curto e de ótima
preparação pro Brasileiro, Libertadores e demais competições que temos durante
o ano.
Caso
não haja uma solução rápida temo pelo destino dos clubes pequenos que hoje
vivem das migalhas dadas por uma federação que só pensa nela e no
enriquecimento de seus membros.
Mesmo
com todas essas mazelas, ainda acredito no futebol carioca, acredito que a luz
ainda está lá no fim do túnel, é só seguirmos o caminho certo.
Quanto
ao ódio, a violência incentivada por Eurico e seus seguidores, fica apenas o
meu sentimento de pena, porque pessoas desse nível não merecem um único gracejo
que seja em qualquer situação, apenas pena por serem tão canalhas e sujos, por
jogarem com a vida dos outros somente para ter retorno financeiro de modo
obscuro.
Abraços
a todos
Poeta
Fratello

MAIS LIDOS

Torcida do Flamengo responde palmeirenses após provocações

O Flamengo tentou desde do meio da última semana adiar o jogo contra o Palmeiras, neste domingo. O confronto só foi adiado após o...

César não viaja para São Paulo e desfalca Flamengo

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro suspendeu a partida do Flamengo diante do Palmeiras deste domingo. Por não ser uma decisão...

Palmeiras ameaça paralizar o Brasileirão e torcida do Fla não deixa barato

O Flamengo está com vários atletas contaminados, além de dirigentes e membros da comissão técnica. Com o jogo marcado contra o Palmeiras neste domingo,...

UFC 253 ao vivo: Adesanya x Borrachinha

O fim de semana terá muitos eventos esportivos ao vivo. Um dos mais esperados é o UFC 253 ao vivo, onde envolve o brasileiro Paulo...