terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Flávio Godinho dá fim ao Conselho Gestor de Futebol no Flamengo.

Flávio Godinho dá fim ao Conselho Gestor de Futebol no Flamengo.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

FLAMAIS:
Membros do FLA+ se reuniram com o vice-presidente de futebol, Flávio Godinho. A
reunião, realizada no dia 13 de julho, abordou todos os principais temas da
pasta da VP de Futebol do Flamengo.

Pedido
um breve resumo sobre como estava a pasta quando assumiu e quais mudanças
implementou, o vice-presidente afirmou ter mantido a gestão profissional do
futebol e informou que uma de suas primeiras medidas foi pôr fim ao “Conselho
Gestor do Futebol”. Ele entendia que todas as decisões deveriam ser tomadas por
ele e pelo diretor contratado e que ele não precisa de um conselho predefinido
para debater sua pasta, pois, entende por debate, algo mais amplo com todos que
desejarem contribuir.
Planejamento

Questionado
sobre quem é o responsável pelo planejamento, foi categórico ao dizer que ele e
o diretor Rodrigo Caetano são os corresponsáveis pelo planejamento, dividindo
tarefas em sua execução, sendo de Rodrigo, a responsabilidade de avaliar o
elenco para o planejamento da pré-temporada.
Se
considera ter havido falhas no planejamento 2016, em especial quanto a falta de
zagueiros no início da temporada, disse que concorda que houve falha mas justificou
dizendo que se tratou de uma opção do treinador da época que preferiu reforçar
outras posições e havia recusado os zagueiros que lhe foram disponibilizados.
Ressaltou que, assim que houve a mudança do treinador, os dois zagueiros
apresentados ao antecessor foram contratados.
Sobre
o planejamento 2017, disse que está focado no planejamento de 2016/2 e que se o
time encaixar no segundo semestre, o planejamento 2017 será muito facilitado. Sobre
enxugar elenco para novas contratações, disse que não faz parte dos planos.
Quanto
a criação de um “padrão Flamengo”, imutável e que independa dos caprichos do
treinador, afirmou que isso já ocorre no quesito operacional (equipe fixa
pertencente ao Flamengo e que não varia conforme mudança de técnico), mas,
quanto ao esquema (ofensivo, jogar para a frente sempre) isso deve ser
flexibilizado conforme o plantel.
Explicou
o organograma do futebol e as funções de cada envolvido:
Fred Luz – CEO do Flamengo
envolvido direta ou indiretamente em todos os assuntos.
Flavio Godinho
Vice-presidente responsável pela pasta que cuida do Planejamento e ajuda na
execução.
Rodrigo Caetano
Diretor profissional que ajuda no planejamento e cuida da execução.
Fernando Gonçalves
Contratado para um trabalho pontual de montagem do centro de excelência, mas
auxilia no trabalho psicológico dos atletas.
Mozer – Deveria ser apenas
um comandante fora de campo para os atletas, mas se mostrou muito mais capaz.
Hoje é um braço do treinador, do diretor e exerce inúmeras outras funções como
ajudar na preleção, etc.
Noval – É o Rodrigo Caetano
da Base.

MAIS LIDOS

Domenec agradece: Conheça os jovens jogadores chamados ao Equador

Domenec terá quatro jogadores pouco conhecidas por ele (e até nós) para a partida desta terça-feira pela Libertadores. Natan, João Lucas, Guilherme Bala e...

Torcedores pedem para adiar o jogo do Flamengo

O Flamengo confirmou nesta segunda-feira o sétimo contaminado pelo Novo Coronavírus. Com tantos desfalques e risco iminente de um surto dentro do Rubro-negro, com...

O futebol não foge do mundo exterior

Desde que o Flamengo anunciou seus infectados, torcedores tem buscado nas redes sociais "explicações" para isso ter acontecido, como se o futebol fosse aquém...

Onde assistir Barcelona x Flamengo ao vivo

O Flamengo não está vivendo dias fáceis. Enquanto no Brasileirão vem de uma dura derrota para o Ceará, na Libertadores o Rubro-negro passou uma...