domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Fluminense x Flamengo: Diego e Scarpa fazem duelo de gerações.

Fluminense x Flamengo: Diego e Scarpa fazem duelo de gerações.

Fotos: Gilvan de Souza e Mailson Santana

UOL: O
Fla-Flu de quinta-feira (13) será decisivo para as pretensões dos rivais no
Campeonato Brasileiro. Seja na briga pelo título ou por uma vaga no G-6, o
certo é que os times depositam as esperanças em seus meias. Diego e Gustavo
Scarpa são destaques da competição e promovem um autêntico duelo de gerações no
novo encontro entre Rubro-negro e Tricolor.

Aos 31
anos, Diego veste a camisa 35, embora realize a função característica de um
número 10. Nos braços da torcida, ele ainda não sabe o que é perder pelo
Flamengo. São dez jogos disputados e três gols marcados. Mais do que números
positivos, o meia é uma liderança fundamental nos bastidores e tem o respeito
do elenco.
Diego
trouxe a experiência de 12 anos na Europa. O nível de entendimento do jogo por
parte do meia é considerado acima da média pela comissão técnica. De uma
geração que também teve Robinho como um dos expoentes, o jogador atrai atenção
dos adversários e parece cada vez mais readaptado ao futebol brasileiro.
“O
Diego nos dá uma contribuição muito boa. Além da parte técnica, ele demonstra
ser um atleta excepcional. É uma surpresa sensacional. Contratá-lo não foi uma
despesa, mas um excelente investimento”, elogiou o presidente Eduardo
Bandeira de Mello.
Se
Diego é “o cara” na Gávea, o dono do time do Fluminense também tem
nome e número: Gustavo Scarpa, que recentemente recebeu a camisa 10 do clube. O
apoiador tem sete assistências e oito gols, o que representa uma participação
de 44% nos 36 gols do Tricolor no Campeonato Brasileiro.
Para
se ter uma ideia, Scarpa é atualmente o jogador mais decisivo da competição,
superando Robinho, Diego Souza, Fred e Gabriel Jesus. O equilíbrio entre gols e
assistências deixa o atleta do Fluminense em posição destacada, mas nem sempre
foi assim.
No ano
passado, ainda com a presença de Fred, Scarpa tentou ser a liderança técnica no
meio de campo, mas a inexperiência pesou. Tanto que o Fluminense contratou
Diego Souza para a função. Não deu certo e, desta vez, o apoiador de 22 anos
assumiu a responsabilidade sem dar brecha para questionamentos.
O
técnico Levir Culpi falou sobre o duelo entre os jogadores de diferentes
gerações e apostou alto no jovem valor tricolor.
“O
Diego é um jogador que conhecemos e não precisamos falar da qualidade. O Scarpa
é um diamante e está sendo lapidado. Temos alguns aspectos em que ele pode
melhorar e já está melhorando. É muito estudioso e inteligente. Sem clubismo,
mas acho que esse menino não vai desperdiçar a oportunidade. Ele vai chegar lá
e em alguns anos estará na seleção brasileira”, encerrou.

MAIS LIDOS

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....

Flamengo terá que abrir os cofres caso demita Domenec

Domenec Torrent está por um fio de ser demitido do Flamengo, uma nova derrota diante do Barcelona de Guayaquil será o fim precoce de...

Diego Alves deve renovar o seu contrato com o Flamengo

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Mesmo com a sequência de títulos, o Rubro-negro conseguiu se segurar e manteve os...