quinta-feira, setembro 24, 2020
Início Notícias Fórmula desgastada e a "freguesia".

Fórmula desgastada e a “freguesia”.

ESPN F.C. – Frouxo. O adjetivo é perfeito para o Flamengo, hoje, contra o rival.
Apesar do gol no primeiro tempo, de mais posse, mais vontade e superioridade
técnica, o time foi frouxo e não teve pernas para correr atrás de um placar
virado num pênalti e numa falta em que a falha (mais uma, anote aí) de Paulo
Victor contribuiu bastante.
A
virada, aliás, faz lembrar que, em 2015, o Flamengo ou mata ou morre. São 13
vitórias, 13 derrotas e dois empates até aqui. Há um claro desequilíbrio de
atuações, e regularidade é uma palavra-chave para ir bem no Brasileirão ou em
qualquer campeonato de pontos corridos. Hoje, quando dava pinta de que ia
matar, morreu, tal e qual no domingo passado, contra o Galo.
Com
dez rodadas a disputar, tendo pela frente o último e o antepenúltimo colocados
no campeonato, em casa e fora, respectivamente, Oswaldo de Oliveira precisa,
com a maior urgência, pensar uma outra maneira de jogar.
A
estratégia de pressão inicial nos 15 do primeiro tempo, buscando o gol,
marcando na intermediária, virando o jogo de uma lateral para a outra, cansou.
Funcionou maravilhosamente até a vitória contra a Chapecoense, mas já começou a
bater pino contra o Coritiba.
Ontem,
contra o rival, a estratégia provou que está superada. Se ainda quer estar na
Libertadores em 2016, a estratégia precisa de planos B e C (ou, no mínimo, um
plano para quando sair atrás no placar, uma dificuldade patente do Flamengo
neste ano).
E
por falar em superar…
Falou-se
durante a semana toda em uma freguesia recém-instalada entre o Flamengo e o
rival. Em 2015, como bem lembrará, e por um bom tempo, o cantinho vascaíno do
ESPN FC, foram seis jogos e apenas uma vitória rubro-negra, aquela do
antológico Gol da Poça d’Água.
Se
ainda há algum respeito aos cânones futebolísticos, vamos combinar que
Freguesia, assim maiúscula, não se constrói entre janeiro e dezembro de um ano.
Ela vem de longe, com o passar dos anos, sedimentada campeonato a campeonato, e
não criada de supetão para amealhar cliques. O “freguês” Flamengo
ganhou oito títulos entre 96 e 2014 e passou dois anos inteiros (2013 e 2014) sem
saber o que era perder para o rival em questão. Isso não dá pra superar com
três vitórias.
Filipe
Quintans

MAIS LIDOS

Governo do Rio libera público nos estádios; Fla era a favor

O surto recente de casos de covid no Flamengo parece não ter impressionado dirigentes do clube e políticos do Rio de Janeiro. Na manhã...

Fla hoje: Fábio Sormani critica o Palmeiras

O comentarista Fábio Sormani, dos Fox Sports, não perdeu a oportunidade de criticar o Fla hoje e o Palmeiras. O comentarista detonou o Palmeiras, já que o time...

Campeão de infecção: Fla é o time com mais contaminados pela Covid-19 na série A

Antes da retomada do futebol no Brasil, o Flamengo foi o principal apoiador da ideia da volta do esporte durante o auge da pandemia...

Flamengo se movimentou para completar elenco

A partida do Flamengo diante do Palmeiras segue inalterada pela CBF, diante de tal cenário, a diretoria rubro negra se movimentou para completar o...