Galo x Flamengo: a final da Copa do Brasil Sub-20 em detalhes.

Time Sub-20 do Flamengo 2017 – Foto: Gilvan de Souza

NA
BASE DA BOLA
: Atlético-MG e Flamengo começam a decidir nesta quinta-feira, no
Independência, a Copa do Brasil Sub-20. E o blog traz detalhes sobre os dois
times, que se conhecem bem há algum tempo. Confira:

Esquemas táticos
Os
dois times são aqui diferentes. O Atlético, treinado por Ricardo Resende, atuou
até agora em um 4-1-4-1 com pelo menos um, ou dois meias atuando na ponta e
construindo jogo em diagonal. É um time rápido, coletivamente forte, vertical e
com muita mobilidade. Mesmo o centroavante Flávio, alto, sai da área e cria bem
jogadas. No banco, estão os rápidos Anderson Cordeiro e Welinton, que fizeram
os dois gols da virada histórica diante do Vasco em São Januário, além do bom
centroavante Lucas.
O
Flamengo, de Gilmar Popoca, adota mais o 4-2-3-1. A saída de Vinícius Júnior,
promovido aos profissionais, abriu espaço para João Pedro, camisa 10 mais
clássico, que atua como armador. O jogo de transição é uma arma da equipe, que
é muitas vezes armada pelo bom volante Jean Lucas. Lincoln, centroavante de
apenas 16 anos e campeão sul-americano sub-17 com a seleção brasileira, é outro
destaque do time, que tem dois reservas capazes de mudar o jogo com suas
características: os atacantes Fabrício, o Bill, e Loran, autores dos gols da
classificação contra o Avaí em Florianópolis
Goleadas dos dois lados
As
duas equipes, com vários jogadores que estarão presentes na final, se
enfrentaram duas vezes na Copa do Brasil Sub-17 e se golearam. Em 2014, o Galo
venceu por 6 a 1 e tinha na equipe Cleiton, Nathan, César, Marco Túlio e
Flávio, que serão titulares na final. No ano seguinte, o Flamengo devolveu:
goleou por 7 a 1 na Gávea, e o time contava com Lucas Silva, Rafael Santos,
Gabriel, Kléber, Thuler, Michael (todos com participação importante na campanha
deste ano) e um tal de Vinícius Júnior, então com apenas 14 anos, no banco de
reservas.
O 10 do Galo já foi do Fla
Daniel,
camisa 10 do Atlético-MG na Copa do Brasil Sub-20, foi contratado junto ao
PSTC, do Paraná, mesmo time que formou Jadson, do Corinthians, para o futebol,
além de Fernandinho, Dagoberto e outros. Mas antes, Daniel passou pelo Flamengo
por um ano, em 2014. No Rubro-Negro, pouco jogou: teve uma grave lesão, se
tratou no clube (e faz questão de dizer que sempre foi bem tratado por lá) e
foi para o PSTC. Nascido em Brasília, Daniel já teve também passagem pela
seleção sub-20.
O sucesso dos técnicos antecessores
Ricardo
Resende e Gilmar Popoca eram técnicos do sub-17 de Atlético-MG e Flamengo,
respectivamente. E subiram porque seus antecessores fizeram sucesso. No Galo,
Rogério Micale saiu para a seleção sub-20 e foi campeão olímpico
posteriormente. Diogo Giacomini, que assumiu após a saída de Micale, hoje é
auxiliar dos profissionais. No Fla, Zé Ricardo deixou o cargo para assumir o
time principal.
Companheiros de seleção, adversários no
campo
Marco
Túlio, meia esquerda do Atlético-MG, e Kléber, lateral-direito do Flamengo,
certamente se enfrentarão muito durante a partida. E ambos já se conhecem muito
bem. Foram campeões sul-americanos sub-17 com a seleção brasileira em 2015.
Galo mais experiente
O
Atlético-MG tem a defesa inteira formada por jogadores em último ano de
juniores (os /97), além do centroavante Flávio. O meio-campo tem dois /99, em
primeiro ano de juniores (o volante Renan, que está fora do jogo por lesão, e o
meia Marquinhos, melhor jogador do time). No Flamengo, apenas o meia-atacante Gabriel
Silva é nascido em 1997, além de Morais, lateral-esquerdo reserva que pode
atuar na final. E Lincoln, centroavante, é o caçula da decisão, com apenas 16
anos.
Fique de Olho
Como
já foi citado, o Galo teve no meia Marquinhos o seu destaque na semifinal,
contra o Vasco. Mas há outros bons jogadores no time, como o zagueiro Bremer, o
lateral-esquerdo César, o goleiro Cleiton e o artilheiro da equipe, Marco
Túlio, autor de cinco gols no torneio. No Flamengo, vale ver com atenção o
centroavante Lincoln, o lateral-esquerdo Michael (dúvida para a primeira
partida), o volante Jean Lucas e o goleiro Gabriel.
Palpite do blog
Sem
ficar em cima do muro: o Atlético-MG é um time mais experiente e coletivamente
muito bem ajustado. É favorito para a decisão, na opinião deste que vos
escreve.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.