terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias GE avalia Cirino e Márcio Araújo como piores do Fla.

GE avalia Cirino e Márcio Araújo como piores do Fla.

Globo Esporte – PAULO VICTOR – GOLEIRO

Mero
espectador em praticamente todo o primeiro tempo, saiu bem em uma bola alçada
no fim. No segundo, em dez minutos fez duas defesas complicadas, primeiro em
finalização de Rodrigo, depois em chute de Gilberto.
Nota: 6,5
PARÁ – LATERAL-DIREITO
Erros
de passe no ataque nos primeiros minutos, sendo pouco eficiente. Mostrou
disposição e conseguiu algumas jogadas. Na defesa, foi o primeiro a receber
cartão, mas não comprometeu.
Nota: 6,0
BRESSAN – ZAGUEIRO
Inseguro
no começo, quase se complicou aos sete minutos, e esteve desatento em algumas
jogadas aéreas. Melhorou, mas, no fim, levou uma caneta de Bernardo dentro da
área – Jonas impediu a finalização.
Nota: 5,0
WALLACE – ZAGUEIRO
Era
o mais seguro da defesa, jogando sem complicar. Foi o responsável pelo pênalti
polêmico em Serginho, que resultou no gol do Vasco. Ficou um pouco nervoso após
o lance.
Nota: 5,0
ANDERSON PICO – LATERAL-ESQUERDO
Pouco
efetivo no apoio na primeira metade do primeiro tempo, mas não comprometeu na defesa.
No segundo tempo, também não conseguiu ser efetivo no apoio.
Nota: 5,5
JONAS – VOLANTE
Desatento
no escanteio, aos três minutos, permitindo o cabeceio de Júlio dos Santos, que
foi para fora. Depois se encontrou e passou a ajudar a organizar a saída de
bola. Mostrou disposição na marcação. Apareceu bem no fim após drible de
Bernardo em Bressan na área.
Nota: 6,0
MARCIO ARAÚJO – VOLANTE
Vinha
jogando simples e fazendo seu papel na marcação. Mas teve uma falha crucial na
segunda etapa, ao errar o passe que permitiu o contra-ataque que culminou no
pênalti a favor do Vasco.
Nota: 4,0
LUIZ ANTONIO – VOLANTE
Apareceu
bem em cobrança de falta, que foi para fora mas levou perigo ao gol de Martin
Silva e ao puxar um contra-ataque no primeiro tempo. Também foi eficiente na
marcação. Saiu no intervalo.
Nota: 6,5
ARTHUR MAIA – MEIA
Entrou
no intervalo. Buscou armar jogadas, se apresentou para o jogo, mas não
conseguiu dar maior volume ao ataque rubro-negro.
Nota: 5,5
EVERTON – MEIA
Teve
uma chance clara, mas bateu para fora. Em outro contra-ataque, errou um
cruzamento que poderia resultar em lance de perigo. Mas foi, ainda assim, a
principal opção na criação de jogadas no primeiro tempo. No segundo, mesmo com
a entrada de Arthur Maia, continuou a ser o articulador ofensivo do time até
dar lugar a Gabriel
Nota: 6,5
GABRIEL – MEIA
Entrou
no segundo tempo. Perdeu uma grande chance em boa tentativa de primeira, para
grande defesa de Martin Silva.
Nota: 6,0
MARCELO CIRINO – ATACANTE
Não
foi bem ao tentar ajudar a defesa pelo alto em lances de bola parada.  No ataque, vigiado de perto, também teve
dificuldades. Não finalizou nenhuma vez. Continuou sem espaço no segundo tempo
e não conseguiu levar vantagem sobre os zagueiros.
Nota: 4,5
EDUARDO DA SILVA – ATACANTE
Entrou
no segundo tempo, foi pouco acionado, e não conseguiu mudar o panorama do jogo.
Foi notado somente pelo cartão amarelo que recebeu ao tentar fazer um gol com a
mão.
Nota: 5,5
ALECSANDRO – ATACANTE
Pouco
acionado no início, passou a voltar para buscar jogo. Por muito pouco não
marcou na única chance que teve, forçando Martin Silva a grande defesa. Ajudou
a articular o ataque.
Nota: 6,0
VASCO
MARTIN SILVA – GOLEIRO
Fez
duas defesas sensacionais, uma em cada tempo, em momentos cruciais do
confronto. Seguro e eficaz quando exigido em outros lances.
Nota: 8,0
MADSON – LATERAL-DIREITO
Apesar
de esforçado, deu muitos espaços na defesa e não apoiou o ataque como deveria.
Nota: 5,0
RODRIGO – ZAGUEIRO
Xerifão
da Colina, teve atuação firme e segura no miolo de zaga. Soberano nas bolas
áreas.
Nota: 6,5
LUAN – ZAGUEIRO
Travou
um bom duelo com o ataque rubro-negro, sendo superior na maioria das vezes.
Nota: 6,5
CHRISTIANO – LATERAL-ESQUERDO
Preocupado
mais com a marcação, onde não comprometeu, pouco foi à frente. Foi violento em
alguns lances.
Nota: 5,0
GUIÑAZU – VOLANTE
A
raça e dedicação de sempre. Protegeu bem a zaga, fez desarmes pontuais e,
quando pode, tentou levar o Vasco à frente.
Nota: 7,5
SERGINHO – VOLANTE
Um
dos melhores em campo. Perfeito na marcação, que é a sua função primária, ainda
apareceu na frente na jogada que originou o gol do Vasco.
Nota: 7,5
JÚLIO DOS SANTOS – MEIA
Em
meio ao ritmo intenso da partida, o paraguaio destoava com seu jeito cadenciado
que, ora ajudava o Vasco a se organizar, ora prejudicava um possível
contra-ataque.
Nota: 5,5
MARCINHO – MEIA
Tinha
a missão de organizar o meio de campo e encostar nos atacantes. Mas ficou
devendo e acabou sendo substituído por Dagoberto no intervalo.
Nota: 4,5
DAGOBERTO  – ATACANTE
Entrou
após o intervalo e, com muita experiência e técnica, trouxe a força ofensiva
que faltou ao Vasco no primeiro tempo.
Nota:
6,5
RAFAEL SILVA – ATACANTE
Embora
escalado como atacante, ajudou bastante no combate e na armação de jogadas.
Saiu aplaudido.
Nota: 6,5
BERNARDO – ATACANTE
Substituiu  Rafael Silva após o gol de Gilberto com a
missão de manter a posse de bola para o Vasco. Quase faz um gol de placa no
finalzinho.
Nota: 6,0
GILBERTO – ATACANTE
Isolado
na frente no primeiro tempo, quase não foi visto em campo. Na etapa final,
cresceu de produção com a entrada de Dagoberto e fez o gol de pênalti em bela
cobrança.
Nota: 7,0
LUCAS – VOLANTE
Entrou
no fim para segurar o resultado.
Nota: 5,0

MAIS LIDOS

Grupo City fica perto de contratar Lincoln

O Fla hoje possui uma das bases mais promissoras do futebol sul-americano. Ao longo dos últimos anos, vários atletas de muita qualidade técnica foram negociados...

Agente se revolta e não descarta a saída de Lincoln

O Flamengo mediu forças diante do Palmeiras, na tarde deste domingo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time Rubro-negro foi a campo com...

Segundo Fábio Sormani, Flamengo usou de “laranja” para se beneficiar

Na tarde desta segunda-feira, o grande e responsável jornalista Fábio Sormani soltou mais uma daqueles declarações complicadas de se ingerir numa rede de televisão....

Presidente do Sport admite interesse em contratar atacante do Flamengo

O Flamengo possui uma das bases mais qualificados do futebol sul-americano. O Rubro-negro se acostumou a fazer grandes negócios com o mercado da Europa,...