sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Gepe liga alerta nas áreas mistas do Maracanã.

Gepe liga alerta nas áreas mistas do Maracanã.

BASTIDORES
F.C. – A experiência na Copa do Mundo de 2014 traz recordações turbulentas ao
Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe).  O comandante do batalhão especializado, major
Silvio Luiz, informou que ajustes devem ser definidos na reunião de segurança
para a partida de quarta-feira entre Fluminense e Palmeiras, pela Copa do
Brasil, a ser realizada na Federação de Futebol do Rio (Ferj), reunindo todas
as autoridades envolvidas na organização. A preocupação – da PM e da
concessionária – não é com violência generalizada envolvendo organizadas, mas
com incidentes isolados como, segundo o major, ocorreu nas partidas do Mundial
no Brasil.
Pode
haver também um aumento no número de seguranças privados no interior do
Maracanã – em especial nos setores mistos, o que já é estudado pela
concessionária. Uma definição sobre o início da venda da bebida no estádio já
nesta quarta-feira só deverá ser anunciada nesta terça. A foto acima registra
uma das confusões ocorridas na final do Mundial, entre Argentina e Alemanha.
Questionado
sobre o início da venda de cerveja, o major foi cauteloso:
– Esse
tema deve ser tratado na reunião de segurança. Quanto ao Gepe ser contrário, a
lei já foi assinada e não cabe discutir. Temos de tentar minimizar o problema,
que não é nem um problema ainda, porque a gente não sabe o que vai acontecer.
Vamos ter de adaptar conforme os jogos forem acontecendo. Vamos conversar,
ainda não há nada concreto com relação ao início da venda.
Silvio
Luiz informou que, durante a Copa de 2014, o Gepe teve de lidar com diversas
pequenas confusões, aumentando incidência também de outras infrações, como
desacato. Há certa apreensão – da concessionária e da Polícia Militar – quanto
aos setores centrais do Maracanã, que são de torcida mista. Na Copa do Mundo
não houve divisão de torcedores em nenhum setor do Maracanã.
– Por
experiência da Copa do Mundo, passa a ter muito conflito de torcedores dentro
do estádio que, sem a cerveja, não ocorrem. Vou te dar um exemplo: é provável
que a gente possa ter conflito entre torcedores na área mista. É provável. Pode
ser que, com a bebida, aquele desentendimento ali de um próximo do outro, fez o
gol, chamou o juiz de ladrão, sem a bebida o cara fica mais contido. Com a
bebida pode ser que tenhamos de ficar agindo em pequenos focos de conflito,
como aconteceu na Copa do Mundo. Muito desacato, desobediência. O policial dá
uma ordem, o cara está bêbado e desacata… Pequenos conflitos, não brigas
generalizadas. Mas é prematuro afirmar, temos de aguardar. É um público
diferente. Temos de esperar, adaptar, e cumprir a ordem do governador –
analisou o comandante do Gepe.

MAIS LIDOS

Entrevista de Marcos Braz não responde muita coisa

Marcos Braz deu sua entrevista coletiva neste sábado para falar sobre a derrota do Flamengo na quinta-feira e quais seriam as consequências dela. Mas...

Em coletiva, Braz banca permanência de Domenec

A tão aguardada coletiva de imprensa online de Marcos Braz na tarde deste sábado ocorreu a pouco, o tema principal, Domenec. Braz aproveitou a...

Tite explica convocados rubro negros e ausência de Gabigol

Tite convocou para a seleção brasileira dois jogadores do Flamengo, Rodrigo Caio e Everton Ribeiro. Em entrevista online concedida na manhã de sexta, Tite...

Zico detona postura do Flamengo em campo

A derrota vexatória do Flamengo pela Libertadores ainda ecoa entre a torcida. O maior ídolo da história do Flamengo, Zico, não deixou de comentar...