segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Gigante por natureza.

Gigante por natureza.

BUTECO
DO FLAMENGO – Irmãos rubro-negros,
mais
uma semana de muita turbulência na Gávea.
Para o
Flamengo não basta esse processo eleitoral extremamente disputado e o
rendimento vergonhoso dentro de campo.
Existe
espaço ainda para a indisciplina e o desrespeito de parte dos atletas, os
mesmos de sempre, que a diretoria há muito tempo já deveria ter enquadrado.
Essa reprovável hesitação da diretoria do Flamengo em tratar e cuidar
atentamente do futebol do clube tem cobrado seu preço. E ele é muito alto.
A
despeito disso, o Flamengo sempre gera notícia, sempre movimenta a massa
rubro-negra e a imprensa, trazendo para si todos os holofotes.
Se não
há notícia, o Flamengo cria uma.
Pensando
sobre isso, refleti detidamente sobre a eleição deste ano.
Meus
amigos, nunca a eleição de um clube mobilizou tanto as redes sociais e a
própria grande imprensa.
Nada
menos que três, repito, três grandes redes de televisão já anunciaram interesse
em realizar debates com os candidatos à presidência do Flamengo. Isso para não
mencionar as inúmeras mídias rubro-negras que têm acompanhado passo a passo,
com enorme repercussão, todo esse processo que elegerá o presidente do Mais
Querido para o próximo triênio.
Meus
amigos, a eleição presidencial do Clube de Regatas do Flamengo tornou-se
assunto de interesse nacional.
Inacreditável.
O
Flamengo é portador de um gigantismo que independe de fase ou de humor: ele
arrasta consigo mais de quarenta milhões de fanáticos e leva de roldão a
imprensa, sempre ávida por audiência e notícias.
Outro
dia li que de cada cinco camisas vendidas no futebol brasileiro em 2015, uma é
do Flamengo, ou seja, 20% do total.
É
muita grandeza, que nem os resultados ruins e a péssima administração do
futebol podem diminuir.
Parabéns
ao basquete rubro-negro, o primeiro a conquistar onze Campeonatos Cariocas da
modalidade.
Encerrarei
este curto post com uma mensagem que deveria estar gravada em cada parede do
Ninho do Urubu e da Gávea, para servir de inspiração aos atletas que vestem o
Manto Sagrado.
Uma
frase cunhada no tempo em que havia verdadeiros heróis rubro-negros, que
escreveram, com raça, sangue, suor, lágrimas e muito amor, a mais bela história
do desporto mundial.
“Eu
queria tanto ganhar uma camisa do Flamengo neste aniversário, porque eu amo
tanto meu clube, que não há ninguém que possa imaginar o sentimento profundo
que eu sinto em meu coração pelo meu querido Flamengo.”
Agustín
Valido (autor do gol do primeiro Tricampeonato Carioca do Flamengo: 1942-43-44.
Declaração feita por ocasião do centenário do clube).
Abraços
e Saudações Rubro-Negras a todos.
Uma
vez Flamengo, sempre Flamengo.
Luiz Mengão
Eduardo

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...