Gilmar Ferreira analisa Cariocas na Rodada.

Por: Fla hoje

Gilmar
Ferreira – ATLÉTICO-PR 1 x 2 FLUMINENSE.

Sem
Jean, Enderson Moreira levou a campo um meio com média de 20 anos de idade e a
saúde dessa garotada garantiu mais três pontos.
Os
tricolores dividiram o campo com os donos da casa, jogando de forma coletiva,
com talento e objetividade.
E se o
empate em 1 a 1 já era um bom resultado, melhor ficou quando Fred, no
finalzinho, decidiu no fim em bela cabeçada.
Jogo
difícil e que comprova a boa fase do time tricolor.
FLAMENGO 0 x 3 CORINTHIANS.
Falhas
individuais e erros coletivos minaram a tentativa de ocupação dos espaços de
meio-campo proposta por Cristóvão Borges.
Que
foi mal também nas alterações.
César
e Wallace estiveram numa tarde muito ruim e Aírton mostrou mais uma vez ter
dificuldades na marcação.
Resultado:
outra derrota em casa, a quarta em seis, e tome críticas.
É
preciso calma e ponderação.
Com
Paulo Vítor, Emerson e Guerrero o time certamente terá outro rendimento.
E aí,
sim, a avaliação do trabalho de Cristóvão poderá ser feita com maior
embasamento.
Até
lá, é elegê-lo a “Geni” da vez…
GRÊMIO 2 x 0 VASCO.
Queria
o quê o professor Celso Roth ao lançar uma linha ofensiva com Andrezinho (31
anos), Riscos (29) e Júlio César (33), e Dagoberto (32) mais à frente?
Uma
linha ofensiva com média de idade de 31 anos reduz a velocidade e a intensidade
ofensiva, reduzindo a competitividade de um grupo já bem mexido.
O time
foi mais aplicado, mas faltaram organização, saúde e talento.
A
consequência: um ritmo lento, entrosamento deficiente e pouca agressividade .
Celso
Roth precisa remoçar seu time, buscando velocidade e intensidade.
Tlvez
seja o caso de oxigenar o grupo com os jovens Evander, Matheus Pet e Renato
Kayser, meninos talentosos e que atravessam boa fase.
Caso
contrário, se não fizer algo que realmente justifique o diploma de técnico,
acumulará vexame ainda maior do que ter abandonado o clube em 2010…
BRAGANTINO 1 x 0 BOTAFOGO.
Dos
próximos quatro jogos, o Botafogo fará três jogos no Rio, oportunidade para
recuperar o conforto na tabela.
A
saída de Bill tirou a referência do ataque e a nova movimentação com Luís
Henrique e Pimpão ainda depende de ajustes.
Não é
hora para cobranças desnecessárias, mas o equilíbrio na disputa recomenda o
estado de alerta.
O
forte deste time sempre foi o espírito coletivo.
Fica a
dica…

MAIS LIDOS

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...

Põe no DVD: Patrick chora muito com titulo do Mengão; torcida do Fla tira onda

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...

”Oh, SEU MULEQUE”: Gabigol ACABA com Galhardo em Live; veja

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...

SAIU a escalação do Flamengo contra o São Paulo

O Flamengo joga na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, na ultima rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece no estádio do Morumbi,...