Gilmar Ferreira exalta credibilidade do Flamengo.

Por: Fla hoje

Gilmar
Ferreira – Se alguém tinha dúvida do valor administrativo da atual diretoria do
Flamengo, os números do balanço financeiro divulgado há pouco mostram que há
algo de novo na gestão dos clubes.

O
superávit de R$ 64,3 milhões na última temporada, fruto de uma política que
mistura austeridade e competência, é simplesmente o maior lucro da história do
futebol brasileiro.

isso.
Em
dias de retração de mercado, fruto da instabilidade econômica mundial, o
excelente resultado positivo do ano operacional rubro-negro evidencia que é
possível reverter o quadro de penúria que coloca as instituições esportivas
entre as maiores devedoras da União.
E para
isso não foi preciso inflacionar a folha de pagamento, nem tampouco
“vender” o impossível para milhões de torcedores apaixonados.
Bastou
montar uma equipe de gestão transparente e de fato interessada em resolver de
uma vez por todas o problema que há mais de 30 anos impede o Flamengo de ser do
tamanho que ele realmente é.
Uma
equipe que não negocia o objetivo maior de tornar o clube mais popular do país
em algo maior do que um time com torcida.
FATIA.
E se
engana, aliás, quem acha que o resultado financeiro acontece apenas porque o
clube é beneficiado na divisão das cotas de direito de transmissão.
É
claro que os R$ 115 milhões que vêm da televisão ajudam bastante, mas é
importante mostrar para os torcedores de todos os clubes que esta receita
corresponde a 33% do todo.
Em
2014, entraram nos cofres mais R$ 79,9 milhões em patrocínios, R$ 40 milhões em
bilheteria e R$ 30,3 milhões com as mensalidades do programa de sócio-torcedor.
INVESTIMENTO.
Repare
que deixei para a “última linha” o fato de o clube ter arrecadado
apenas R$ 19,7 milhões em venda de jogadores, ativo que em geral responde pela
maior fatia no quadro de receitas.
Em
2005, o Santos chegou a faturar R$ 93,5 milhões com as vendas de Robinho para o
Real Madrid e Léo para o Benfica.
O
Flamengo quer incrementar essa receita e para isso foi buscar o executivo
Rodrigo Caetano, responsável por ótimos resultados no Grêmio, Vasco e
Fluminense.
Rodrigo
Tostes, o vice administrativo que pilota a máquina, assume que precisa
arrecadar mais com a venda de jogadores para reduzir a dívida de R$ 698 milhões
e ter mais capacidade de investimento em curto prazo…
RESUMO.
É ou
não é bom ter uma gestão transparente?

MAIS LIDOS

Jorge Jesus não esquece do titulo do Mengão e surpreende

O Flamengo ganhou na última semana o titulo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca conquistou o seu oitavo titulo do Brasileirão, algo que foi...

Vasco estuda proposta para contratar atleta do Flamengo

O Flamengo tem hoje o principal elenco do futebol sul-americano. Com tantos atletas de qualidade a disposição, o time carioca costuma não dar muito...

Flamengo x Nova Iguaçu ao vivo

Flamengo x Nova Iguaçu ao vivo: O Flamengo joga na noite desta terça-feira na estreia do Campeonato Carioca. O confronto terá transmissão do Facebook...

Flamengo descarta a chegada de zagueiro da Seleção

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Com tantos investimentos nos últimos anos, o Rubro-negro continua sendo alvos constantes de especulações....