Gilmar Popoca busca seu maior título pelo Flamengo como técnico.

Foto: Gilvan de Souza

NOTÍCIAS
O MINUTO
: Gilmar Popoca está na história do Flamengo. Na galeria dos maiores
vencedores do clube, ele é o único campeão como jogador e treinador do
tradicional torneio de base Otávio Pinto Guimarães, o famoso OPG. No terceiro
ano de base do Rubro-Negro, o profissional, bicampeão brasileiro pelo Fla na
época de atleta, tem a chance de conquistar o maior título desde que assumiu a
função à beira do gramado nesta sexta-feira (16): a Copa do Brasil Sub-20.

Após o
empate em 1 a 1 com o Atlético-MG no jogo de ida, o Flamengo precisa de uma
vitória por qualquer placar para garantir o título, que seria inédito. Em
entrevista ao site da CBF, Gilmar Popoca comenta a expectativa para a grande
decisão e diz que é mais difícil entrar para em uma disputa por título na
condição de treinador.
“Jogar
é muito mais fácil, porque a adrenalina sai rapidamente. Hoje não posso entrar
no campo, apenas passo informações. Fico com muita vontade de estar ali e
participando, mas a vida vai te dando uma tranquilidade. Sei que vai ser um
grande jogo, a emoção vai estar aflorada, mas estou bem tranquilo. Procuro me
concentrar muito e tento ter um controle, porque o meu comportamento reflete
neles. É importante proporcionar um ambiente leve para eles. Quero só que eles
entrem e vou manter o meu controle e minha tranquilidade para tentar conquistar
esse título, que seria tão importante para nós”, destacou.
Ao
longo da semana, o Flamengo utilizou a estrutura do time profissional, no
Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, para fazer a preparação. Os jovens
rubro-negros trabalharam com uma intensidade grande e as atividades foram
marcadas por muitas disputas de bola e divididas fortes. Gilmar Popoca explica
o motivo de ter adotado este tipo de dinâmica.  
“É
uma característica nossa fazer os treinos bem competitivos. Gero uma competição
entre eles, alimentando uma rivalidade, mas com controle. Converso sempre com
eles e falo que mesmo próximo da decisão, quero um treino como se fosse o jogo.
O coletivo é o que mais se aproxima da partida. É preciso treinar forte para se
aproximar da realidade. Eles estão confiantes. É a grande oportunidade dessa
geração, de uma conquista nacional. Tento controlar os ânimos com muito papo.
Mas, no campo, optamos por trabalhar com muita intensidade”, acrescentou.
Uma
frase conhecida diz que “Craque o Flamengo faz em casa”. Gilmar
Popoca, revelado na base rubro-negra, é uma justificativa para tal expressão.
Se o clube conquistar o inédito título da Copa do Brasil Sub-20 nesta
sexta-feira (16), às 16h (de Brasília), no Luso-Brasileiro, vai garantir que o
slogan possa continuar sendo utilizado preconizado por muito tempo. Com
informações da CBF.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.