O Flamengo enfrentou o Al-Hilal, dos Emirados Árabes, e venceu por 3 a 1. Giorgian De Arrascaeta, Bruno Henrique e Al-Bulayhi (contra) foram os responsáveis por marcarem a favor do Rubro-Negro, enquanto que Salem Al-Dawsari descontou para os árabes. O primeiro gol do time carioca chamou bastante a atenção.

Isso porque, desde que Jorge Jesus chegou ao Flamengo, em junho deste ano, a filosofia do time é de trocar passes e manter a calma, independentemente do resultado. Quando ainda estava 1 a 0 para o Al-Hilal, no início do segundo tempo, o Rubro-Negro colocou o adversário para correr atrás da bola durante 38 segundos, trocou onze passes, com oito jogadores diferentes passando pela jogada até sair o gol que igualaria o placar do confronto.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Os dois zagueiros, os dois volantes, os dois lateral e os três atacantes tocaram na bola, antes de balançar a rede de Al-Muaiouf, goleiro do Al-Hilal. A jogada tem início em uma cobrança lateral, feita por Filipe Luís. A partir daí, Pablo Marí começa a sequência de passes que termina com De Arrascaeta concluindo ao gol. A sequência de toques na bola até o tento passou por: Pablo Marí, Rodrigo Caio, Rafinha, Rodrigo Caio, Arão, Marí, Gerson, R. Caio, Rafinha, Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e Arrascaeta.

Após grande partida contra o Al-Hilal, o Flamengo agora foca totalmente na final do Mundial de Clubes. O jogo acontece no sábado (21), às 14h30 (horário de Brasília), no estádio Khalifa Internacional. O Rubro-Negro aguarda o adversário, que sairá do confronto entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, na tarde desta quarta-feira (18).

Por: Coluna do Fla