Goleiro da Base do Flamengo desperta olhares de clubes europeus.

Por: Fla hoje

Gabriel Batista, goleiro do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O SÃO
GONÇALO
: Não é de hoje que São Gonçalo revela talentos para o esporte. Entre os
mais recentes estão o atacante Vinícius Junior e o goleiro Gabriel Batista.
Nascidos na Região Metropolitana do Rio, a dupla se destacou na Copa São Paulo
de Futebol Junior, pelo Flamengo, e ganhou notoriedade nacional e até
internacional.

Criado
no Mutuá, Vinícius Junior atraiu olhares e idiomas diferentes e foi convocado
para disputa do Sul-Americano sub-17 no Chile neste mês. Principal interessado
na aquisição do jovem atacante, o Barcelona (ESP) terá um observador durante a
competição para acompanhar os passos da “joia” rubro-negra.
O
assédio e a chance de jogar na Europa, no entanto, não deixam o jovem
deslumbrado, que afirma estar focado nas competições. 

“Eu já sabia dessa
história do Barcelona, mas não muda nada na minha cabeça, não. Estou só
pensando aqui no Flamengo, em jogar meu futebol e fazer bem o meu trabalho”,
afirmou.


dois anos, o jovem se mudou para Jacarepaguá para ficar mais perto do Ninho do
Urubu, onde treina. Dono de uma multa rescisória de 30 milhões de euros (equivalente
a R$105 milhões) e um bom histórico nas seleções de base, Vinícius já é cotado
como solução entre os profissionais para as pontas. Já o morador da
Brasilândia, Gabriel Batista, de 18 anos, começou jogando futsal no Afase, no
Porto Novo, após um projeto social. Certo dia, em uma “pelada” com seu pai, um
“olheiro” disse que precisava de um goleiro “98” para atuar em clubes cariocas.
A partir daí, em 2012, ele foi para o Audax, onde jogou por dois anos. 

“Foi um
início muito difícil da minha vida. Tive que parar de jogar bola por alguns
meses para me dedicar aos estudos. No ano seguinte, consegui conciliar as duas
coisas. Comecei o ano como terceiro goleiro e terminei como primeiro. Até que,
em 2014, surgiu a oportunidade de defender o Flamengo”, declarou.

No
clube da Gávea, Gabriel chegou como quarto goleiro. Em dois anos e meio de
clube, foi conquistando espaço na equipe e, em 2015, foi convocado para
representar a Seleção Brasileira sub-17 no Mundial da categoria, no Chile.
“Foi
um sonho realizado poder representar meu país. Não tem explicação a sensação de
estar em um Mundial”, disse.
Com a
saída de Paulo Victor, Gabriel passou a ser o terceiro goleiro no elenco
profissional. O jovem arqueiro, inclusive, foi inscrito no Campeonato Carioca.

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...