Guerrero, do Flamengo, foi o vice-artilheiro entre gringos no Brasil.

Por: Fla hoje

SUPER
RAIO-X
: Quando um clube brasileiro vai buscar um jogador estrangeiro, tem o
objetivo de trazer um diferencial para o seu elenco. É claro que nem sempre a
expectativa é correspondida, mas alguns deles dão conta do recado e convertem
essa esperança em redes balançadas. Esse é o caso de Lucas Pratto, desejado
pelo Palmeiras, e o gringo com mais gols no Brasil entre os clubes da Série A.
(Confira os principais artilheiros estrangeiros na galeria acima)
O
argentino do Galo marcou 19 vezes, uma a mais do que o peruano Paolo Guerrero,
artilheiro do Flamengo em 2016. Ambos já estão no Brasil há algum tempo e têm
seus talentos comprovados. Mesma impressão foi deixada por Calleri, que atuou
pelo São Paulo de janeiro até julho do ano passado, mas terminou como principal
goleador da equipe na temporada, com 16 gols.
Arrascaeta,
no Cruzeiro, teve seus altos e baixos durante a temporada que passou. As trocas
de técnico no clube e os pensamentos distintos de jogo impediram que o meia
uruguaio tivesse uma sequência, alternando entre o time titular e o banco de
reservas. No entanto, marcou 14 tentos e foi maior artilheiro do time em 2016.
Surpreendente
mesmo foi o número de gols do contestado paraguaio Ángel Romero, do
Corinthians. O atacante balançou a rede 13 vezes e também foi o jogador com
mais gols em sua equipe na temporada passada.
Os
casos de Ábila, argentino do Cruzeiro, Copete, colombiano do Santos, Cazares,
equatoriano do Atlético-MG e Chavez, argentino do São Paulo, são diferentes. Em
2016 tiveram suas temporadas de estreia no futebol brasileiro e não fizeram
feio. O estrangeiro da Raposa, por exemplo, jogou metade do ano e fez 12 gols,
sendo o vice-artilheiro de seu time.
Mesmo
caso do santista, que chegou com a temporada em andamento e com a missão de
suprir a saída de Gabigol, parecia difícil, mas Copete acabou anotando 12
tentos, alguns deles decisivos. Chavez, no Tricolor paulista, também chegou no
meio do ano para tentar substituir Calleri. Não o fez como se esperava, porém
deixou dez gols e cumpriu o papel dentro de suas limitações.

Cazares, talvez o mais talentoso de todos, teve momentos brilhantes e atuações
de gala, no entanto não conseguiu manter o nível de jogo durante a temporada.
Fatores fora do campo acabaram interferindo em sua trajetória e os dez gols
acabaram sendo pouco perto do que era a expectativa em cima do equatoriano.
Veja a
lista completa dos estrangeiros que marcaram gols pelos clubes da Série A do
Brasileirão em 2016:

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...