domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Guerrero é cobrado no Flamengo por algo que nunca foi.

Guerrero é cobrado no Flamengo por algo que nunca foi.

Foto: Vladimir Rys/Getty Images

ESPORTE
INTERATIVO
: Virou senso comum dizer que Guerrero está devendo no Flamengo. Seja
torcedor, rival ou especialista, o discurso é pronto: o peruano está abaixo das
expectativas tanto em gols como tecnicamente. O veredicto não está
necessariamente errado, mas peca, pelo menos, em um aspecto: são raras as fases
artilheiras na carreira do atacante.

Desde
os tempos no time principal do Bayern de Munique-ALE, onde chegou para a
temporada 2003/2004, até o Flamengo – com Hamburgo-ALE e Corinthians no caminho
-, o jogador não passou de 18 gols em uma temporada. Isso sem contar as
apresentações pela seleção peruana.
A
camisa bicolor, aliás, tornou-se a salvação do camisa 9 nos últimos tempos:
durante o declínio de performance no Flamengo, o atacante tornou-se o principal
goleador da história do time nacional, com 27 gols. Antes disso, Guerrero
igualou a marca do uruguaio Petrone ao alcançar a artilharia da Copa América,
em 2011, e manter o posto na edição seguinte, em 2015. O feito não era repetido
desde 1924.
Pelos
clubes, no entanto, a trajetória é menos estrelada. No Bayern, foram 45 jogos e
13 gols. A partir de 2006, com a chegada ao Hamburgo, o aproveitamento
aumentou, mas não com grande destaque: na melhor temporada, 2007/2008, Guerrero
marcou 14 gols em 41 jogos – nas 34 partidas daquela temporada da Bundesliga, o
Campeonato Alemão, o italiano Luca Toni foi às redes 24 vezes.
Objetivamente,
o melhor momento da carreira foi no Brasil, a partir de 2012. Guerrero levou o
Mundial daquele ano com o Corinthians, conquistou a Recopa Sul-Americana no ano
seguinte e participou da campanha do Campeonato Brasileiro que terminou com
título alvinegro na temporada passada. Em 2013, o maior número de gols: 18 – o
mesmo número que Fred, do Fluminense, fez no Nacional da época.
No
Flamengo, a característica de homem-gol mantém-se distante: Guerrero tem 39
jogos e 13 tentos com as cores rubro-negras; 21 e 9, respectivamente, em 2016.
Com mais uma Copa América à porta, o jogador dá adeus temporário à Gávea para
voltar ao alento da seleção peruana. O camisa 9 já está nos Estados Unidos para
a competição, que começa no dia 3 de junho.

MAIS LIDOS

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....

Flamengo terá que abrir os cofres caso demita Domenec

Domenec Torrent está por um fio de ser demitido do Flamengo, uma nova derrota diante do Barcelona de Guayaquil será o fim precoce de...

Diego Alves deve renovar o seu contrato com o Flamengo

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Mesmo com a sequência de títulos, o Rubro-negro conseguiu se segurar e manteve os...