• Início
  • Notícias
  • Há exatos 38 anos, Flamengo também entrava em campo pela finalíssima da Libertadores
Publicidade

Há exatos 38 anos, Flamengo também entrava em campo pela finalíssima da Libertadores

Publicidade

O Flamengo vive um dia história neste sábado (23). O Rubro-Negro volta a entrar em campo em uma final da Copa Conmebol Libertadores após 38 anos. A data que isso acontece, coincidentemente, é a mesma da última vez que o Fla venceu a competição internacional.

Em 23 de novembro de 1981, o Flamengo disputava o terceiro e decisivo confronto da Libertadores da América. O primeiro jogo, no Maracanã, com público de 93.985 pessoas, o Fla venceu por 2 a 1. Porém, perdeu para o Cobreloa, do Chile, no segundo duelo, em Santiago, por 1 a 0. Por isso, aconteceu um jogo de desempate, dessa vez em Montevideu, no Uruguai. O Rubro-Negro voltou a bater na equipe chilena, mas agora por 2 a 0.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Maior ídolo da história do clube, Zico foi o responsável por marcar todos os gols do Flamengo na final – dois no primeiro jogo e dois no terceiro. Agora, 23 de novembro de 2019, exatos 38 anos depois, o Rubro-Negro tem a oportunidade de repetir o feito que fora alcançado apenas uma vez pela equipe carioca: levantar o troféu da Libertadores. Diferentemente daquela época, a decisão acontecerá em partida única.

A Conmebol já havia modificado o formato da competição há alguns anos. A final passou a acontecer em duas partidas, sendo decidida nos pênaltis caso os placares fossem iguais. Entretanto, em 2019, será a primeira edição da Libertadores da América que será definida em um único jogo. O duelo entre Flamengo e River Plate, da Argentina, será no estádio Monumental U, em Lima, no Peru. O confronto terá início às 17h (horário de Brasília) deste sábado (23).
Por: Coluna do Fla
Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod