quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias Hoje falido, goleiro Bruno tinha mega proposta da Europa no dia de...

Hoje falido, goleiro Bruno tinha mega proposta da Europa no dia de prisão

LANCE! – Preso há quase seis anos pela morte
de Eliza Samudio, o goleiro Bruno
afirmou em entrevista à Rádio Itatiaia, nesta terça-feira, que tinha um
pré-contrato assinado com o Milan quando o caso estourou. Porém, ainda há mais
para ser revelado. O LANCE! escutou uma fonte próxima ao jogador e descobriu
uma grande história. Hoje sem dinheiro algum, Bruno tinha nas mãos no dia de sua detenção, em 7 de julho de 2010,
uma tentadora oferta do Zenit que faria dele um milionário aos 25 anos. A
proposta havia sido recebida dias antes da prisão.
A oferta por Bruno era de 8 milhões de euros, cerca de R$ 17,6 milhões,
na cotação da época. O Milan era o sonho do camisa 1, mas a grana russa se
mostrava suficiente para cobrir sua multa rescisória, o afastar da Itália e o
mandar para São Petersburgo. O Flamengo estava feliz com o negócio, mas aí o nome
do goleiro entrou nas páginas policiais e tudo parou. Um triste desfecho.
A venda seria a oitava maior da história do futebol brasileiro até então.
Atualmente, a transferência estaria na 13ª posição, mas até hoje Bruno seria o
goleiro mais caro negociado no país. (Alisson, do Inter, é que bateria agora a
marca em caso de venda para a Roma, saindo por R$ 21,8 milhões).
– A proposta do Zenit era grande. Tinha
alguma coisa vindo do Milan sim, mas o Zenit ofereceu muito dinheiro. Seria a
independência financeira do Bruno, sem dúvidas. E a proposta cobria o que o Flamengo
queria. A ida para o Zenit era uma possibilidade forte, mas então houve aquilo
tudo sobre o caso e a prisão – disse a pessoa ouvida pela reportagem do LANCE!,
que ainda hoje trabalha no meio de negociações de jogadores.
No fim das contas, Bruno passou da quase
independência financeira a falência. Apesar de ter jogado como profissional
entre 2005 e 2010, sempre defendendo grandes clubes (Atlético Mineiro,
Corinthians e Flamengo),
o goleiro hoje não tem reservas de orçamento.
Muita
gente acha que eu sou um “Tio Patinhas” da vida, que tenho uma
fortuna guardada lá fora. Perdi tudo. Tudo. Estou financeiramente zerado. É um
recomeço da minha vida – destacou Bruno,
agora com 31 anos
, na entrevista para a Rádio Itatiaia.
Atualmente, Bruno cumpre pena na APAC (Associação de Proteção e Assistência ao
Condenado) de Santa Luzia, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte,
Minas Gerais. Ele está condenado a 22 anos e três meses pela morte da amante
Eliza Samudio, preso em regime fechado por homicídio triplamente qualificado
(motivo torpe, asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima),
sequestro e cárcere privado, e ocultação de cadáver. Ele confessou o crime pela
primeira vez na entrevista para a Rádio Itatiaia.

– Eu não vivia do crime, mas cometi um. E
estou pagando por ele. Espero voltar (ao futebol), não sei se vai ser daqui a
um ano ou mais, mas vou atrás do meu objetivo. Não vou acabar com minha
carreira atrás das grades – falou Bruno, que em novembro do ano passado pediu
uma chance para atuar no Villa Nova (MG), porém sua prisão em regime fechado
impossibilitou um acerto.

MAIS LIDOS

Edmundo critica o Flamengo por pedido de adiamento

Após dois jogos difíceis da Libertadores da América, o foco do Flamengo é no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, está maracado mais um jogo...

Rodrigo Caio é o oitavo atleta com Covid-19

O Flamengo vem de uma vitória que deu um alívio grande aos atletas e ao técnico Dome Torrent após a goleada histórica sofrida na...

Flamengo bate recorde de audiência na TV fechada

A vitória do Flamengo ontem pela Libertadores registrou o recorde de audiência na TV fechada pelo Fox Sports. Tanto a nação rubro-negra quanto os...

Vitória do Junior Barranquilla embola grupo do Flamengo

O Flamengo conseguiu vitória importante ontem em Guayaquil, porém ainda sim, o grupo do Flamengo está mais embolado do que nunca. Com exceção do...