sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Jeep trocará marca na camisa do Fla por nomes de sócios.

Jeep trocará marca na camisa do Fla por nomes de sócios.

EPOCA
– O Flamengo vai entrar em campo no domingo (27) para enfrentar o Vasco, em
partida válida pelo Campeonato Brasileiro, com nomes de sócios-torcedores
estampados no lugar ocupado pela marca da patrocinadora Jeep. A ação é da
própria montadora francesa.

A
empresa tem como slogan, em campanha publicitária veiculada desde o início
deste ano, “Faça História”. A ideia é que o flamenguista possa
“fazer história” ao ter o nome inserido na camisa. Para conseguir,
tem de fazer um test drive em veículo da marca.
Em
paralelo, na praia da Barra, a patrocinadora montará um espaço para que o
torcedor cobre pênaltis. A ação se chama “Craque do Gol” e terá
duração entre 13h e 17h de domingo. A Jeep tem contrato de R$ 4,5 milhões por
oito meses, entre maio e dezembro, com o clube.
Raramente
uma patrocinadora que compra espaço na camisa abre mão da exposição na TV
aberta, sobretudo em um clássico entre Flamengo e Vasco, para privilegiar o
torcedor. A Jeep o leva ao ponto de venda e o coloca em contato com o produto.
A experiência para as três partes – empresa, clube e consumidor – tende a ser
mais eficiente do que só jogar o logotipo em meio a tantos na televisão.

MAIS LIDOS

Flamengo pode ganhar até 8 reforços contra o Del Valle

O foco do Flamengo no momento é na disputa do próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro, onde o Rubro-negro irá medir forças diante do Palmeiras....

Fla hoje: Zagueiro se aproxima de deixar o Flamengo

É de conhecimento de todos a excelente categoria de base que o Fla hoje possui. Nos últimos anos, Vinicius Junior, Reinier e Paquetá foram...

Demissão de funcionário revolta torcida do Fla; veja os comentários

O torcedor flamenguista ver mais notícias sobre o extra campo do Fla do que dentro de campo. Na noite desta sexta-feira, foi notificado que...

Vice-Presidente do Fla crítica CBF por manter partida

O Flamengo tem 16 casos de covid confirmados dentro de seu plantel, fato que não parece significar muito para a CBF. Isso sem contar...