Jogo tecnicamente fraco e violento.

Por: Fla hoje

Falando
de Flamengo – Em um jogo fraco tecnicamente e extremamente violento, o time do
Flamengo conseguiu segurar um empate em 0x0, com pouco mais de 24 mil presentes
no Maracanã.

A
partida começou extremamente nervosa, com faltas violentas e reclamações de
ambas as partes. Armado com o esquema que vem mantendo nas últimas partidas,
Luxemburgo viu sua estrutura ruir logo no começo, em uma entrada violenta de
Jonas em Gilberto.
O
cartão amarelo recebido pelo volante ficou barato e o técnico rubro-negro foi
obrigado a mexer, para evitar uma expulsão. Everton entrou no lugar do volante
e Luxa colocou Marcio Araújo mais centralizado, com Canteros pela direita e
Everton e Gabriel revezando pelo meio.
O
domínio Cruzmaltino na maior parte do jogo, mostra que os principais jogadores
do Flamengo encontram-se abaixo do que podem.

No
final da partida, mesmo perdendo alguns contra-ataques, o Fla viu Paulo Victor
se tornar a maior figura da partida.
No
próximo domingo, os times decidem a vaga na final, com a vantagem rubro negra
pelo empate.
ATUAÇÕES
Paulo Victor:
atuação irretocável. Garantiu o empate e a vantagem para o próximo jogo. Nota 10
Pará: atuação confusa na
defesa e pouco foi visto no apoio. Em recuo de bola, quase complicou o goleiro
Paulo Victor. Nota 3,0
Bressan: começou o jogo
nervoso, errando muito e sofrendo com a marcação pelo seu lado. Melhorou um
pouco no segundo tempo. Nota 4,0
Wallace: outro
que não fez boa partida. Poderia ter sido expulso, em lance conturbado com
Rodrigo. Nota 4,0
Anderson Pico:
atuação comprometida pelas falhas defensivas. Sofreu com os avanços de Madson
pelo seu lado. De vez em quando, tentou sair jogando pelo meio e acabou se
enrolando. Nota 3,0
Jonas: péssima partida.
Violento e totalmente nervoso no clássico. Foi substituído e merecia ter sido
expulso. Nota 0,0
Canteros: voltando de contusão,
pareceu sentir falta de ritmo. Tentou levar o time à frente no início, mas com
a entrada de Everton, ficou mais preso à marcação. Nota 4,5
Márcio Araújo:
jogador que se desdobra na marcação e depois acabou ficando como volante
centralizado. Nota 5,0
Gabriel: partida regular, teve
algumas boas chances no contra-ataque, no final do primeiro tempo, mas não
conseguiu dar sequência. Nota 4,0
Alecsandro:
partida apagada de um dos artilheiros do time. Quase sem chances de conclusão.
Foi substituído. Nota 3,0
Marcelo Cirino:
atuação apagada, com alguns lampejos. Sofreu com a forte marcação e acabou
perdendo um gol na cara do gol, no primeiro tempo. Nota 4,5
Arthur Maia:
entrou para tentar segurar a bola no meio e dar uma acalmada no jogo. Não
conseguiu, pelo pouco tempo que teve. Nota
4,0
Paulinho: entrou para explorar
o lado esquerdo da defesa do Vasco. Com um pouco de falta de ritmo não foi
decisivo. Nota 4,0
Luxemburgo: armou
o time, mas não conseguiu acalmar o time. Se viu obrigado a mexer logo no
início. Não conseguiu melhorar a produção depois do intervalo. Terá uma semana
para poder achar soluções para o clássico da semana que vem. Nota 5,0
Torcida: compareceu em maior
número do que a torcida adversária. Mas decepcionou, pois se esperava um
comparecimento maior. Deve estar reservando para a semana que vem. Nota 8,0
Leonardo
Lagden

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...