quarta-feira, setembro 30, 2020
Início Notícias "Jogos fora do Rio compensa para Fla-Flu", diz jornalista.

“Jogos fora do Rio compensa para Fla-Flu”, diz jornalista.

Foto: Nelson Perez / Fluminense FC

SPORTV:
Sem o Maracanã e o Nilton Santos, Flamengo e Fluminense farão o clássico deste
domingo fora do estado do Rio de Janeiro, no Pacaembu, em São Paulo. No
primeiro dia de vendas de ingressos, a procura foi alta. E, de acordo com o
jornalista Rodrigo Capelo, da revista “Época”, tirar jogos do estado
do Rio tem rendido lucros, para rubro-negros e tricolores. Na sua opinião,
alguns fatores fazem os dois clubes conseguirem mais público, mais bilheteria e
outros tipos de arrecadação em outros lugares.

– A
falta do Maracanã e do Engenhão faz com que não tenha grandes opções dentro do
Rio de Janeiro. Em Volta Redonda e em São Januário são estádios pequenos,
antigos, que comportam pouca torcida e o Flamengo não pode cobrar altos preços
que gosta. Para o Flamengo e para o Fluminense, é melhor jogar fora do Rio de
Janeiro. As opções, como Brasília, Minas Gerais e até Mato Grosso, têm torcidas
relevantes. As torcidas desses clubes são mais espalhadas, têm torcedores
nesses lugares. E são cidades mais ricas. O PIB per capita maior que Volta
Redonda, por exemplo. Elas querem jogos do Flamengo, porque não tiveram nos
outros anos não tiveram, e isso mexe com a demanda. E o Flamengo ainda tem
“bolsas”, os organizadores pagam dinheiro para o Flamengo jogar nos
estádios deles, porque precisam. O Flamengo já arrecadou R$ 5 milhões neste
ano, e metade disso veio dessas bolsas – disse o jornalista, em participação no
“Redação SporTV”.
Fora
do Rio de Janeiro, o Flamengo chegou a R$ 1,6 milhão de lucro em 2016. Neste
ano, também em outros estados, o Fluminense lucrou R$ 750 mil. Em compensação,
dentro do estado, o lucro rubro-negro cai para R$ 17 mil, enquanto os
tricolores tiveram prejuízo de R$ 197 mil. Rodrigo Capelo explica como surgiu o
cálculo.
– São
dados dos borderôs das partidas. São receitas menos despesas, menos taxas.
Nesse valor não está incluído o que o Flamengo ganhou de “bolsas”.
Por alguma razão, isso não entra no borderô. Os dois somados tiveram R$ 2,4
milhões de lucro. E, quando jogaram no estado, tiveram prejuízo de R$ 180 mil.
Isso dimensiona bem a diferença do que significa jogar fora e dentro do estado.

MAIS LIDOS

Vitinho e Marcos Braz testam negativo para Covid-19

Nesta terça-feira (29), o atacante Vitinho testou negativo para o Covid-19. O resultado já foi enviado à Conmebol e o jogador pode ficar à...

Flamengo é a aposta do SBT para bater recorde de audiência

Após a rescisão de contrato da Rede Globo com a Conmebol, o SBT é a opção para transmissão de jogos em tv aberta. Nesta...

De volta? Diego Alves treina com bola no Ninho do Urubu

Diego Alves sofreu lesão no ombro na partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - onde a equipe acabou com um empate em 1...

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...