• Início
  • Notícias
  • Jornalista se rende a Jesus: “Quebrou uma série de verdades não escritas no futebol brasileiro”
Publicidade

Jornalista se rende a Jesus: “Quebrou uma série de verdades não escritas no futebol brasileiro”

Publicidade

Em, aproximadamente, quatro meses, o Flamengo de Jorge Jesus tomou proporções inimagináveis para quem acompanha o futebol brasileiro. A diferença foi sentida logo em sua chegada, com algumas mudança de rotina e condições para inovar o trabalho realizado no Ninho do Urubu. Completamente imerso nos compromissos com o Rubro-Negro, o Mister provou que os bons resultados aparecem independente da força do elenco. Afinal, quebrou um tabu de 45 anos sem vencer na Arena da Baixada com um elenco, em sua maioria, misto. Rendido ao jeito diferenciado do português, o jornalista Márvio dos Anjos apontou quais os principais fatores do comandante.

– Eu gosto muito da intensidade que ele conseguiu aplicar em um time brasileiro, pois havia várias coisas na nossa cultura que levavam a achar que um jogo assim não seria possível. Ele quebrou uma série de verdades não escritas no futebol brasileiro. Está mostrando como o Brasileirão é fácil de ganhar. É uma tese que eu bato há muito tempo. O Flamengo também conseguiu quebrar o clichê do salário atrasado. Outra coisa que acho sensacional, é esse time muito mais compacto, muito mais para frente e muito mais próximo entre seus setores -, analisou.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo é o atual líder do Campeonato Brasileiro com 58 pontos, oito a mais que o Palmeiras, vice-líder. As mudanças no estilo de jogo iniciaram nos treinamentos, com mais intensidade, sem brincadeiras de bobinho ou dois toques, por exemplo. O Mister costuma treinar muito mais o estilo de jogo do que o time em si.

Obviamente o português enfrenta obstáculos desde a chegada no Brasil. Entre eles, o que mais causa dor de cabeça, certamente, é o da questão física. Para o duelo contra o Fortaleza, por exemplo, Jorge Jesus não poderá contar com Arrascaeta, Filipe Luís, Rafinha, Berrío, Diego Ribas, Lincoln – todos no departamento médico. Após a vitória sobre o Athletico, o técnico se revoltou com a gravidade das faltas sofridas por sua equipe.

Para manter o retrospecto histórico e sua invencibilidade, o Mister precisa vencer o Fortaleza, nesta quarta-feira (16), às 20h, no Castelão. Caso o Rubro-Negro saia vitorioso do Ceará, manterá, pelo menos, oito pontos de vantagem para o segundo colocado.

Por: Coluna do Fla
Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod