sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Juan relembra final entre Flamengo e San Lorenzo em 2001.

Juan relembra final entre Flamengo e San Lorenzo em 2001.

Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com

GLOBO
ESPORTE
: Com sete títulos no currículo rubro-negro, o zagueiro Juan só perdeu
uma decisão de campeonato oficial que disputou pelo Flamengo: a da Mercosul de
2001. Já havia conquistado o torneio dois anos antes e, inclusive, marcado na
primeira partida da final, contra o Palmeiras. O único revés deu-se justamente
contra o San Lorenzo e no mesmo palco do duelo da próxima quarta-feira, o Nuevo
Gasómetro. À época a sete dias de completar 23 anos, o atleta, que tinha ótimo
aproveitamento nos pênaltis, acabou desperdiçando sua cobrança – os
“Cuervos” venceram por 4 a 3 após empates por 0 a 0, no Rio, e 1 a 1,
em Buenos Aires.

Multicampeão
hoje, Juan, que recebeu muito carinho na chegada a Buenos Aires, encarou com
naturalidade o erro cometido há 15 anos e lembrou que Julio Cesar chegou a
permitir que o Flamengo abrisse 2 a 0 naquela disputa.

Triste, porque final a gente lutou tanto pra conseguir aquele título.
Infelizmente acontece – e aconteceu. O Julio pegou dois pênaltis em seguida,
mas a gente não conseguiu sair vencedor. Acontece. Fazer o quê (risos)? –
afirmou Juan, de 38 anos e com 288 jogos pelo clube do coração.
E
lembrou: caso conquistassem a vitória naquela noite, a comemoração talvez não
fosse possível. Antes de Capria converter a cobrança derradeira, milhares de
torcedores já estavam em campo.
– Não
sei nem o que ia acontecer se a gente tivesse ganhado, porque o número de
pessoas que invadiram o campo foi muito grande. A gente sabe que naquela época,
mais do que agora, acontecia muitos casos desses. A gente já tinha enfrentado
um problema com o Peñarol parecido (na semifinal da Mercosul, em que uma pancadaria
generalizada aconteceu). Espero que a Conmebol esteja atenta a essa partida.
Apesar
do final indesejado, Juan viveu momentos de alegria contra os
“Cuervos” em 2001. Marcou dois gols – um em cada – nos confrontos
válidos pela primeira fase daquela Mercosul, disputados no Nuevo Gasómetro, na
capital argentina, e no Serejão, em Taguatinga (DF).

Feliz de depois de tanto tempo disputar uma outra partida decisiva no mesmo
estádio. Naquele ano, a gente se enfrentou muitas vezes, e é um privilégio.
O jogador
abriu o placar nos dois duelos, ambos vencidos por 2 a 1 pelo Flamengo.
Petkovic foi seu garçom nos lances em que demonstrou qualidade de atacante.
Juan lembra até hoje dos gols.

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...