terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Justiça seja feita.

Justiça seja feita.


Magia
Rubro-Negra – Esperei alguns jogos para reconhecer a inegável mudança no time
do Flamengo. Na verdade, e apesar da ideia fixa dos três volantes, a mudança se
deve a dois jogadores: Guerrero e Emerson. Mais em especial ao peruano, por
assinalar três gols em quatro jogos e dar o passe açucarado em outros dois convertidos
por seus companheiros. Um deles, o Cirino, não marcava há meses. Uma parcela de
ajuda considerável nos pontos conquistados pertence ao jovem goleiro César. No
último jogo ele foi o melhor em campo. Acrescentemos a essas influências
benignas a inestimável e permanente participação da Magnética. Pronto! Estamos
agora a seis pontos do Z-4 e já passamos a ser olhados pelo adversário com um
cuidado que inexistia há quinze dias.
Verdade
também que no último jogo tomamos uma canseira do adversário no primeiro tempo,
uma pressão menor no segundo e resolvemos a partida com uma centelha de
criatividade do Guerrero, ao colocar o Cirino na cara do gol. Esse panorama
comprova a excelente performance do César. O menino pegou as possíveis, as
impossíveis e as improváveis. Ou seja, não podemos comemorar coisa alguma,
exceto os pontos.
Mas a
melhor notícia foi a contratação de um meia armador. Não aquele desejado, nem
um dos factoides divulgados dia a dia. Fala-se no Montillo para 2016, mas isso
tem cheiro de promessa eleitoreira. A realidade foi mais uma aposta numa
alternativa tipo Cadu. O Ederson é um meia jogando longe do Brasil há tempos,
às voltas com contusões graves e que não emplacou por onde passou. Enfim, temos
isso para o momento e precisamos torcer para não repetir o equívoco daquele
vade retro contratado a peso de ouro. Queríamos e urgia a checada de um
armador. Não será aquele sonhado, nem irá pensar o jogo? Que diga ao que veio.
Pelo menos teve a decência de pedir licença a Deus para vestir o Manto Dele. Zico
autorizou e em seguida passou a apoiar o Wallim. Mas parece não ter sido
represália. Segundo o Rei ele optou pela filosofia do grupo contra o “bloco do
eu sozinho”. E o Bandeira está cada vez mais só.
Brincadeiras
à parte, a vida seguirá nos corredores palacianos rubro-negros. Os ares
respirados por lá são rarefeitos e exalam o mau cheiro das eleições, palavra de
baixo calão dentro e fora do clube.
É
tempo de acordos, ajustes e ataques.
E de
gente prometendo: Se você jurar que me tem amor, eu posso me regenerar.
MAGIA
NELES!
Alexandre
Fernandes

MAIS LIDOS

Fla pode eliminar o Barcelona em caso de vitória nesta terça

Se por um lado o Flamengo se preocupa com a quantidade de desfalques na partida desta terça-feira (22), contra o Barcelona de Guayaquil, pela...

Jogo do Flamengo pode ser adiado

O jogo do Flamengo pode ser adiado. Com vários casos de Covid no seu plantel, o jogo do Rubro-negro pode ser adiado e acontecer...

Provável escalação do Flamengo contra o Barcelona

O torcedor que saber a provável escalação do Flamengo contra o Barcelona SC, nesta terça-feira, em jogo válido pela quarta rodada da fase de...

As opções de Domenec

Não são tão vastas as opções para Domenec, ele precisará quebrar cabeça para encontrar o melhor Flamengo possível para hoje. É bem verdade que...