Kleber Leite explica ‘não’ do Flamengo a Luis Suárez.

Por: Fla hoje

Kleber
Leite – Depois dos dois golaços de ontem pelo Barcelona, Luizito Suárez teve a
sua vida escarafunchada, inclusive sendo revelada uma passagem rubro-negra, só
que, contada pela metade…

A
história verdadeira aconteceu no final de 2005, quando assumi a
vice-presidência de futebol, ao lado de Hélio Ferraz. No Uruguai tenho um
grande amigo, que entendo como um irmão de vida. Seu nome é Atílio Garrido,
jornalista, historiador, escritor e um dos principais executivos da Tenfield,
principal empresa de marketing esportivo do Uruguai. Um belo dia, Atílio
empolgado por eu ter assumido o futebol do Flamengo, me chama pelo telefone
dizendo que havia um jogador muito jovem, cujos direitos pertenciam ao
Nacional, em que ele seria capaz de apostar todas as suas fichas. Disse que o
nome do jogador era Luis Suárez e afirmou tratar-se de atacante espetacular.
Como não estava lidando com ninguém interessado em fazer um bom negócio e, sim,
com alguém que queria exclusivamente me ajudar, pedi que ele pesquisasse o
tema, se aprofundasse, pois era importante saber se o Nacional toparia
conversar e o que pensavam os dirigentes uruguaios com relação a uma possível
transferência do jogador. Dois dias depois Atílio me liga e diz que 80% dos
direitos econômicos do jogador poderiam ser cedidos por 500 mil dólares. Aí
começou o nosso exercício. Óbvio que, dinheiro em caixa, no Flamengo não havia.
Como a oportunidade continha uma margem de erro insignificante pela confiança
que tenho no meu amigo, coloquei este tema na minha cabeça como prioritário.
Alguém sugeriu que eu comprasse e emprestasse o jogador ao Flamengo. Apesar de
ser uma possibilidade para não se perder o jogador, havia um outro lado, ético
e, insuperável. Como um dirigente pode ter interesse financeiro em um jogador?
Para quem tem a linha reta como padrão de vida, impossível. Então, me surgiu
uma ideia que possibilitaria o Flamengo ter o jogador, no mínimo por cinco
anos, sem gastar um único centavo e, quem sabe, tudo dando certo, usufruir um
dia da metade do lucro gerado por uma transferência para o exterior. Aí entra
um personagem importante, o empresário Eduardo Uram que, como tinha ligação com
um dirigente, dirigente este, a meu conceito, de propósitos duvidosos,
imaginava que comigo seria difícil fazer qualquer negócio com o Flamengo. Pois
bem, chamei Eduardo Uram na minha sala e disse que as portas do Flamengo
estariam sempre abertas para ele, desde que, o negócio que viesse a trazer
fosse bom para o clube e, para materializar o meu pensamento, falei do assunto
Luis Suárez, propondo o seguinte: Ele compraria o jogador, pagando
integralmente os 500 mil dólares ao Nacional e, ato contínuo, cederia 50% dos
direitos ao Flamengo, que faria com o jogador um contrato de cinco anos.
Eduardo pensou e perguntou se poderia ir ao Uruguai pesquisar o tema e me responder,
no máximo, em 15 dias. Após a minha concordância, Eduardo Uram embarcou para
Montevideo, levando com ele o pai de Ibson, que realmente conhece tudo de
futebol, e o nosso Andrade que, segundo Claudio Coutinho, foi o maior marcador
do futebol brasileiro e, mais recentemente, nosso treinador no hexa Campeonato
Brasileiro. Vencido o prazo, após observações em treinamentos e jogos, Eduardo
Uram me telefona do Uruguai e, meio sem jeito, afirma que não estava sentindo
firmeza em fazer o negócio, que tinha dúvidas com relação ao talento do
jogador. Só me restou lamentar e muito mais ainda, quando pouco tempo depois,
soube da transferência dele para o futebol europeu. O resto, todo mundo sabe…
Atílio
Garrido, toda vez que o assunto é Luizito Suárez, não perdoa, dizendo: “ Uran,
muy buena gente, pero de fútbol, no entiende nada…” Se bem que, de lá para cá,
Eduardo Uram, que continua sendo gente muito boa, já deve ter aprendido
bastante. Ali, o Flamengo perdeu um super craque e Uram, certamente, o melhor negócio
da vida dele…
Coisas
do futebol…

MAIS LIDOS

Rei do Vexame: Renato Gaúcho vira alvo da torcida do Fla após vexame

O Palmeiras jogou na noite deste domingo diante do Grêmio, em jogo válido pela final da Copa do Brasil. O time paulista já tinha...

Abel Braga ainda reclama da arbitragem no jogo contra o Fla

Após vários trabalhos ruins seguidos, o técnico Abel Braga chegou sem muita expectativa no Internacional. Entretanto, ele conseguiu fazer um bom trabalho a seu...

Torcida se encanta com Ramon e mandam recado para Renê

O Flamengo jogou na noite deste sábado, diante do Macaé, em jogo válido pela 2ª rodada do Campeonato Carioca. O Rubro-negro conseguiu vencer com...

Rodrigo Muniz manda recado à nação após grande atuação; assista

O Flamengo jogou na noite deste sábado diante do Macaé, em jogo válido pela segunda rodada do campeonato carioca. O Rubro-negro foi a campo...