Kleber Leite rechaça “sequência fácil” na tabela para o Flamengo.

Jogadores do Flamengo treinando na (Arena) Ilha do Urubu – Foto: Gilvan de Souza

KLEBER
LEITE
: . Notícia é fogo, principalmente quando equivocada. Alguém noticiou que
o Flamengo terá nas próximas seis rodadas a possibilidade de encostar nos
líderes, pois terá uma sucessão de jogos aqui no Rio de Janeiro. Curioso é que
virou verdade, quando na realidade é mentira. Os próximos seis jogos do
Flamengo serão os seguintes:

CHAPECOENSE
– ILHA
BAHIA
– FONTE NOVA
SÃO
PAULO – ILHA
VASCO
DA GAMA – SÃO JANUÁRIO
GRÊMIO
– ILHA
CRUZEIRO
– MINEIRÃO
Talvez
a confusão tenha sido pelo fato do Flamengo jogar três seguidas no Rio de
Janeiro, só que, a partida do meio será contra o Vasco e, em São Januário. No
mais, como manda o figurino, um jogo como mandante e outro como visitante.
. Uma
das polêmicas sobre o jogo de ontem ficou por conta da arbitragem. Não por
qualquer lance e sim, pela substituição do árbitro, que sentiu um desconforto
muscular. O curioso, é que ao invés de ser substituído pelo quarto árbitro,
quem entrou foi o fiscal de linha, que estava atrás do gol à direita das
cabines de rádio. Os mais antigos estranharam não ter sido o árbitro
substituído pelo bandeirinha número um, que, antigamente, utilizava a bandeira
vermelha. Nada importante. Apenas para registro.
.
Apesar dos comentários em sua maioria negativos, o dia foi de discussão se o
Flamengo pode ainda alcançar a ponta da tabela. Hoje, estamos distanciados do
líder do campeonato por nove pontos. Claro que não é uma distancia confortável,
mas pelo fato de termos concluído neste final de semana 21% do caminho a ser
percorrido, convenhamos, é totalmente possível. Resta pedir a São Judas que
Éverton Ribeiro, Rodholfo e o atacante do nome complicado, tenham sido tiros
certeiros. Se assim for e, se possível, com um baita goleiro, com certeza,
vamos brigar em cima.
.
Muito boa a matéria de hoje, na página 19, do Diário Lance, sobre as mudanças
que a FIFA pretende introduzir no futebol, a saber:

Fazer com que o capitão do time seja o único jogador com permissão para
dialogar com o árbitro.

Parar o cronômetro em lances que tomem tempo, como por exemplo, a cobrança de
pênaltis, atendimento a jogador lesionado e, até mesmo o gol e respectiva
comemoração. Com isso o tempo real de jogo seria bem maior.

Rigor total na aplicação dos seis segundos quando o goleiro estiver com a bola.
Isto aí se marcado como deve, vai modificar muito resultado de jogo, pois
estará criada uma clara chance de gol para o time adversário.

Rigor total com jogadores que pressionam o árbitro ou, joguem o árbitro contra
a torcida.

Acabar com o diálogo entre árbitros e treinadores. Apenas mostrar o cartão que,
dependendo da gravidade na ação do treinador, pode ser amarelo ou vermelho.

Permitir que os defensores possam receber a bola na área, quando da cobrança de
um tiro de meta.
… Caso
um jogador que esteja no banco de reservas receba o cartão vermelho, o número
máximo de substituições será reduzida em um. Caso as três substituições já
tenham sido realizadas, no jogo seguinte o treinador só poderá fazer duas
substituições.

Relógio parando quando a bola estiver fora, nos 5 minutos finais do primeiro
tempo e nos dez minutos finais do segundo tempo. Há ainda em estudo, a exemplo
do que acontece em outros esportes, para fazer com que o futebol, em medida
mais radical, tenha dois tempos de 30 minutos de bola rolando.
Sem
analisar caso a caso, e com todo respeito à modernidade, até porque, a mim o
novo atrai, e – consequentemente – dele não tenho receio, acho apenas que
tantas introduções ao mesmo tempo podem pirar a cabeça do torcedor, dando a
sensação de que está sendo ele apresentado a um novo esporte e, pior, tirando
abruptamente dele o seu mais adorado brinquedo de estimação.
Pode
até ser, desde que, com jeitinho…
O
comentário sobre cada item, deixo com vocês. Até legal, pois vamos ter aqui uma
média do que pensa o torcedor sobre o momento revolucionário da “Dona FIFA”.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.