quinta-feira, outubro 1, 2020
Início Notícias Laprovittola exalta grande fase de Marquinhos.

Laprovittola exalta grande fase de Marquinhos.

Globo
Esporte – Nas duas temporadas em que este elenco do Flamengo atua junto, o
coletivo sempre foi a marca principal do esquema do técnico José Neto. Exemplo
disso passa pela escolha do MVP das competições vencidas pelo clube. Se
Marquinhos foi o jogador mais valioso do NBB 2012/13 e Jerome Meyinsse da
temporada seguinte, Marcelinho ficou com o prêmio na conquista da Liga das Américas
do ano passado e Nico Laprovittola das finais da Copa Intercontinetal contra o
Maccabi Tel Aviv.
Porém,
na disputa da sétima edição do NBB, um jogador vem aparecendo como o destaque
absoluto de um elenco recheado de grandes nomes. Ao contrário de Laprovittola,
Marcelinho, Meyinsse e Herrmann, outros fortes candidatos, Marquinhos oscilou
pouco no campeonato e é a principal esperança da torcida do Flamengo na série
semifinal contra o Limeira, que começa sábado, às 16h (de Brasília), no
interior de São Paulo, com transmissão do SporTV.
– Acho
que Marquinhos está jogando muito bem, todo mundo sabe disso. É o nosso jogador
mais importante, o mais importante do torneio, para mim. Ele faz muita coisa
para nós, pode pegar a bola e fazer a cesta, nos ajuda muito. Minha função é
fazer jogar o time todo. Uma das coisas é encontrar o Marquinhos na melhor
posição. Quando ele está nesse momento, temos que aproveitar tudo – elogiou o
argentino Laprovittola.
Com
média de 19,2 pontos por partida, o ala aumentou seus números em relação à fase
regular (15,9) e pulou da oitava para a quarta posição entre os melhores do
quesito. Entretanto, atrás de um protagonista existem vários coadjuvantes. E um
deles é o armador argentino, responsável por municiar os arremessos do jogador
da seleção brasileira.
– Não
só o Marquinhos joga, não só o Marquinhos vai ganhar o campeonato. Eu também
sei que sou importante para o time, todos têm sua importância. Precisamos
sempre da defesa do Benite, do Jerome (Meyinsse) e Cris (Cristiano Felício)
brigando embaixo da cesta, Olivinha trazendo a torcida para a quadra, a entrada
de Gegê é muito importante, o Walter (Herrmann) aberto para três pontos também
nos dá outras opções. O nosso time é muito completo, muito bem armado pelo Neto
e temos muita coisa para dar, para jogar. Temos que tentar continuar nesse
momento, que Marquinhos continue muito bem, assim como os demais. Temos que
jogar muito como um time, assim como no último jogo – declarou o argentino.
A
crescida de produção do seu principal atleta, após uma queda física,
decorrência da dengue que contraiu no final do ano passado, faz José Neto
aceitar mudar um pouco o discurso coletivo para exaltar seu craque. No entanto,
sem deixar de citar a importância dos seus companheiros para fazê-lo decidir.

Penso que, na hora de montar uma equipe, temos que ter o grupo mais coeso
possível, com várias possibilidade de composição. Sem dúvida alguma, jogadores
como o Marquinhos são importantes demais para que possamos ter uma finalização,
ele é um finalizador e faz isso muito bem. Nesse último jogo, ele foi o
cestinha, mas observamos durante a partida vários momentos. Um dele, outro do
Walter (Herrmann), outro do Nicolás (Laprovittola). Entendo que a virtude do Marquinhos
ter jogado bem foram as escolhas do Nicolás, que o colocaram no jogo, depois de
estar fora da partida. No segundo tempo, ele correspondeu pela qualidade que
tem. Para um grupo que quer vencer, é importante ter o Marquinhos – afirmou,
lembrando o quinto jogo contra São José, quando o ala zerou o primeiro tempo e
marcou 26 pontos no segundo.
Aliviado
com o atual momento técnico e físico, o camisa 11 da Gávea agradece os elogios,
mas garante que para vê-lo feliz será preciso ver o Flamengo vencer.
– O
legal é que estou tendo energia de sobra. Estava terminando a temporada muito
cansado e agora estou mais relaxado e focado para jogar. O cansaço não está
batendo, estou aguentando defender e atacar bem, embora tenha sido mais cobrado
defensivamente. Me sinto bem mais preparado e isso me dá muito mais confiança.
Mas vou falar um negócio, se acontecer a mesma coisa que aconteceu no primeiro
tempo contra o São José, com a gente vencendo, vou continuar na mesma toada.
Vou tentar marcar bem o David Jackson, pegar rebote, ajudar. Aquele jogo, no
primeiro tempo, ajudei não fazendo ponto e, no segundo, o jogo foi mais pra
mim. Vou tentar algum jeito durante o jogo de ajudar o time – disse o ala.
As
palavras de Neto e Nico serviram para aumentar ainda mais o sentimento de grupo
em Marquinhos. MVP de 2012/2013, ele pode levar o bicampeonato nesta temporada.
Ele disputa o troféu contra Alex Garcia (Bauru), o atual melhor da Liga, David
Jackson (Limeira), e Shamell (Mogi).

Agradeço muito a eles, tenho tentado fazer o meu jogo e normalmente vai
aparecendo o meu talento e meu estilo também – completou.

MAIS LIDOS

Audiência do Flamengo no SBT vence a Globo; veja os números

O Flamengo jogou na noite desta quarta-feira diante do Independiente del Valle, em confronto válido pela Libertadores da América. Diferentemente do jogo de ida...

Torcedores invadem perfil do Del Valle e devolvem provocações após goleada

O Flamengo entrou em campo na noite desta quarta-feira, em jogo válido pela Libertadores da América. O torcedor do Rubro-negro ficou preocupado com o...

Flamengo se impõe e atropela Del Valle em noite de classificação garantida; veja as notas

O Flamengo entrou em campo diante do Independiente Del Valle, mais uma vez todo remendado. Mas a presença dos garotos do sub-20 parece não...

Com novidades: Escalação do Flamengo contra o Del Valle

O Flamengo entra em campo na noite desta quarta-feira em jogo válido pela Libertadores da América. O confronto colocará frente a frente o atual...