quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias Malabarista larga emprego em loja do Fla e ‘dribla’ até Diego.

Malabarista larga emprego em loja do Fla e ‘dribla’ até Diego.

A sorte flertou, deu um sorriso e abriu os braços para Wesley dos Santos. O torcedor do Flamengo viu sua vida mudar ao receber ajuda para conseguir seu primeiro emprego numa das lojas Espaço Rubro-Negro e também voltar a estudar, chance oferecida pela mulher do jogador Diego. Mas Wesley não se adequou ao que poderia ser um admirável mundo novo.
Aos 18 anos, ele deixou carteira assinada para trás e voltou para o sinal de trânsito na Barra, zona oeste do Rio, onde faz malabarismos para receber uns trocados, muitas das vezes com seu ‘manto’ rubro-negro.
Depois da empolgação inicial, Wesley passou a não cumprir horários, não respeitava hierarquia, se ausentava longos períodos para fumar. Apesar de orientado e treinado para ser capacitado à função, não conseguia cumprir com as regras.
Diego e sua mulher também conheceram Wesley no seu malabarismo do dia a dia, mantiveram contato e tentaram ajudar o menino com parceria que custearia matrícula e retorno aos estudos, interrompidos na 8ª série.
Mas até para achar Wesley – que não é lá muito ligado ao telefone – é difícil atualmente. Com isso, mais uma pedra no caminho dos estudos.
– Aconteceu uma dificuldade de adaptação. No sinal, Wesley faz seu horário, vai quando quer, tem a sua liberdade. Com isso, teve dificuldades em cumprir horários, tarefas e hierarquia. A segurança de uma carteira assinada, o dinheirinho certo no fim do mês, essa é uma equação que Wesley não formula. Uma pena – lamentou um dos envolvidos nas correntes de ajuda.
Wesley é morador da favela Cidade de Deus e sempre ajudou a mãe – prestadora de serviços gerais cuja renda varia de acordo com eventos que faz. Ele tem mais um irmão e duas irmãs.
 – Sou um menino que gosta das coisas certas; não me sinto bem com o que me traz coisa ruim, disse Wesley ao começar seu trabalho na loja.
O primeiro emprego de carteira assinada durou muito pouco. Logo, Wesley voltou para a rua. Um sentimento de tristeza tomou conta dos envolvidos; a certeza da boa ação se mistura com a incerteza do que o futuro reserva para Wesley.
 Reprodução: Globoesporte.com

MAIS LIDOS

Edmundo critica o Flamengo por pedido de adiamento

Após dois jogos difíceis da Libertadores da América, o foco do Flamengo é no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, está maracado mais um jogo...

Rodrigo Caio é o oitavo atleta com Covid-19

O Flamengo vem de uma vitória que deu um alívio grande aos atletas e ao técnico Dome Torrent após a goleada histórica sofrida na...

Flamengo bate recorde de audiência na TV fechada

A vitória do Flamengo ontem pela Libertadores registrou o recorde de audiência na TV fechada pelo Fox Sports. Tanto a nação rubro-negra quanto os...

Vitória do Junior Barranquilla embola grupo do Flamengo

O Flamengo conseguiu vitória importante ontem em Guayaquil, porém ainda sim, o grupo do Flamengo está mais embolado do que nunca. Com exceção do...