Mattos comenta rivalidade e diz que Flamengo não comemorou o “tri brasileiro” por causa do Palmeiras

O diretor de futebol do Atlético-MG, Alexandre Mattos, participou de uma entrevista para o programa Fox Sports Rádio. O ex-dirigente do Palmeiras falou sobre diversos assuntos, inclusive sobre o clube paulista e a “rivalidade” com o Flamengo. Um dos assuntos foi sobre o fato da atual gestão do Mais Querido ter conquistado a Libertadores em seu primeiro ano, enquanto o alviverde não conseguiu em cinco anos.

“Não dá para comparar os projetos (de Flamengo e Palmeiras). São projetos absolutamente diferentes. Se o Palmeiras não existisse em 2016 e 2018, o Flamengo não estava comemorando ‘campeão brasileiro’, estava comemorando o tricampeonato brasileiro. Então, vamos lembrar das coisas para entender o que acontece”, falou o dirigente, que completou:

“Muita gente criticou o porquê do Palmeiras contratar jogadores, em 2019, para preencher elenco, e o Flamengo contratou para ser titular. Simples, questão de necessidade. O Palmeiras foi campeão brasileiro em 2018 usando o time reserva quase um turno inteiro. Mesmo assim, buscamos Goulart para ser titular, Luiz Adriano para ser titular, Vitor Hugo para ser titular, Ramires para ser titular. E, obviamente, a gente já trabalha com o futuro, buscando jogadores jovens. É o papel de um grande gestor. E o Flamengo, não. O Flamengo queria e necessitava, baseado naquilo que eles fizeram, buscar jogadores para o seu time titular. Só que o que fez a diferença fundamental foi a inteligência dele de buscar o Jorge Jesus. Aí fez a diferença de tudo. Não tem a menor dúvida disso”, concluiu.

Compartilhe

Apaixonada por futebol. Jornalista formada pela UNITAU e com passagens por portais esportivos. Viva o futebol, viva o Esporte.